Quando você está endividado e pagando juros altos, um empréstimo pode ser uma mão na roda para colocar as finanças em ordem. Mas como é possível conseguir crédito pessoal para negativado? A gente explica!

Se você se atrapalhou com as contas e fechou 2018 com o nome sujo, saiba que você não está sozinho. O Serasa fez um estudo em junho do ano passado e revelou que mais de 40% da população adulta do Brasil se encontra na mesma situação. E mais: segundo essa mesma pesquisa, cada uma dessas pessoas tem, em média, 4 dívidas em seu nome.

Entre cheque especial, cartão de crédito e outras dívidas com juros muito altos, o empréstimo pessoal surge como uma boa opção. Afinal, ele pode te ajudar a organizar as contas ao permitir que você:

  • quite suas dívidas;
  • pague juros mais baixos;
  • e concentre os pagamentos em apenas uma única parcela mensal.

Bem interessante, não é mesmo? A questão é que, antes, você precisa conseguir esse empréstimo. O que nem sempre é fácil quando você está com o nome sujo.

Mas crédito pessoal para negativado existe sim! E, mesmo com condições diferenciadas, ele ainda tem potencial para te ajudar a organizar as finanças. Principalmente, quando feito de maneira cuidadosa.

Por que é mais difícil conseguir empréstimo com restrição?

crédito pessoal para negativado

Quando você tem dinheiro no banco e um salário depositado na sua conta todos os meses, não é raro o banco entrar em contato com propostas de empréstimo pessoal. Já quando as coisas vão mal e, por algum motivo, você entrou em dívidas, as ofertas desaparecem de uma hora para outra.

Isso acontece porque, quando estamos com alguma dívida, nosso CPF vai parar em empresas de restrição de crédito. Assim, isso indica para os bancos, financeiras e estabelecimentos comerciais que não somos bons pagadores.

De maneira bem simples, é como se, antes de te conhecer, uma pessoa perguntasse para outra o que ela acha de você. E esta respondesse: tenho motivos para desconfiar desta pessoa, melhor ficar atento.

Por isso, quando uma empresa consulta o seu CPF e percebe que seu nome está sujo, ela se torna bem mais cautelosa. E toma medidas para se prevenir de possíveis calotes. Daí a maior dificuldade – e as condições especiais – de acesso ao crédito.

Empréstimo sem restrição X Empréstimo com restrição

O fato de as empresas ficarem com um pé atrás em relação ao seu potencial para pagar as contas no futuro não significa que elas jamais poderão fazer um empréstimo pessoal a você. Significa apenas que as condições não serão as mesmas de um empréstimo sem restrição. Confira abaixo as 3 principais diferenças do crédito pessoal para negativado:

  • A aprovação é mais demorada, já que as empresas analisam todo o seu potencial para pagamento das parcelas do empréstimo. Para isso, além da sua renda, elas verificam também outros fatores. Como as suas dívidas atuais e se você já havia ficado inadimplente anteriormente.
  • Os juros são mais elevados para compensar o risco de calote. Mesmo assim, eles podem ser mais baixos que os juros cobrados no cheque especial e no cartão de crédito.
  • As opções de parcelamento são menos flexíveis. Em geral, não há muito espaço para negociar a quantidade de parcelas. Apesar de você poder fazer comparações entre propostas, e escolher a melhor opção para você.

Ainda com essas limitações, o empréstimo com restrição pode ser uma boa saída, dependendo dos juros das suas dívidas atuais e também da sua necessidade de deixar o nome limpo. Isso porque uma das vantagens de não ter o nome sujo é justamente conseguir linhas de crédito melhores. Por exemplo, para financiar um veículo ou um imóvel.

Quem tem mais chances de conseguir crédito pessoal para negativado

Ao pedir dinheiro emprestado, o que está em jogo é a sua capacidade como pagador. Basicamente, o que a empresa quer saber é se você será ou não capaz de pagar as parcelas do empréstimo em dia. Por sua vez, envolve uma análise tanto da sua renda quanto da sua estabilidade. Isto é, por quanto tempo é provável que você continue com essa mesma renda. Lembre-se que você fará os pagamentos a longo prazo!

Portanto, as pessoas com mais chances de obterem crédito pessoal para negativado são aquelas que trabalham nas seguintes condições:

  • Aposentados e pensionistas do INSS;
  • Servidores públicos;
  • Trabalhadores com carteira assinada;
  • Profissionais autônomos formalizados (MEI ou pessoa jurídica).

Sem comprovar a renda, muito dificilmente você conseguirá um empréstimo desse tipo. No caso de quem trabalha por conta própria, uma dica é buscar se formalizar como microempreendedor individual (MEI). Ou apresentar o extrato bancário, comprovando movimentações na conta nos últimos meses.

Documentos necessários para a solicitação decrédito pessoal para negativado

Já deu para notar que a análise de crédito de alguém com nome restrito é mais trabalhosa, não é mesmo? A boa notícia é que esse processo é feito de forma interna nas empresas, por meio da consulta ao CPF e do cruzamento de diversos dados. Por isso, os documentos necessários para a solicitação são os mesmos de um empréstimo pessoal tradicional, isto é:

  • RG e CPF;
  • comprovante de residência — luz, água, telefone ou IPTU de um dos últimos 3 meses;
  • 3 holerites (ou contracheques) mais recentes, caso você tenha carteira de trabalho assinada (peça no RH ou departamento de pessoal da sua empresa);
  • extrato com movimentação da conta bancária nos 2 últimos meses, se for autônomo.

Com todos eles em mãos, já é possível entrar no site da FinanZero, pedir uma cotação e aguardar o recebimento da sua análise de crédito.

Principais cuidados ao contratar empréstimo com restrição

Da mesma forma que existem empresas de confiança, realmente focadas em ajudar, também existem aquelas interessadas somente em tirar vantagem. E se aproveitar da situação difícil da pessoa endividada. Por isso, na hora de buscar um empréstimo, tome sempre alguns cuidados:

  • fuja de qualquer proposta que peça um depósito antecipado. É comum encontrar empresas fraudulentas que recebem o dinheiro e desaparecem em seguida;
  • se possível, tente encontrar empréstimos com mais prestações e valores menores. Em vez de poucas prestações e valores muito altos;
  • compare o custo total de todas as suas dívidas com o custo que você terá com o empréstimo;
  • só se comprometa com um empréstimo com restrição se tiver certeza de que poderá arcar com ele a longo prazo. Lembre-se: os juros são altos e há o risco de você se endividar ainda mais!

Como dica final para conseguir crédito pessoal para negativado, tenha em mente que, por mais que você esteja passando por um momento delicado, tomar medidas desesperadas só vai piorar a situação. Em caso de pré-aprovação, avalie bem a proposta, faça suas contas e, acima de tudo, feche somente se acreditar que terá condições de pagar as parcelas em dia!

Isenção de responsabilidade: este post fornece informações com o objetivo de educar sobre finanças pessoais e não tem a finalidade de fornecer aconselhamento jurídico, financeiro ou tributário.