Chegou a hora de sair do sufoco e de colocar a vida em dia de vez com estas 5 dicas de como organizar a vida financeira.

Acontece nas melhores famílias: por conta de imprevistos, por falta de dinheiro ou porque você se empolgou com as compras, há momentos em que as coisas desandam e fica difícil fechar as contas no fim do mês. Assim a organização da sua vida financeira vai por água a baixo. Embora seja uma situação muito comum entre os brasileiros, o endividamento gera ansiedade e pode dificultar o acesso a certas oportunidades, como financiamento de veículo e da casa própria. Mas, como organizar a vida financeira depois que o equilíbrio foi por água abaixo?

Adotar medidas pontuais, que te ajudem a ter um respiro, bem como a deixar seu nome limpo, etc., é importante. Porém, é fundamental fazer mudanças duradouras na forma como você lida com o dinheiro. Do contrário, é grande a chance de você se meter em enrascadas novamente. Abaixo, separamos 5 dicas de como organizar a vida financeira de uma vez por todas!

1 – Faça um raio-X da sua situação e veja como organizar a sua vida financeira

Lá vai a primeira dica para organizar a sua vida financeira. Você tem certeza de que sua vida financeira está debilitada e respirando por aparelhos. Mas, da mesma forma que é necessário ter um diagnóstico preciso antes de tratar um paciente, é essencial saber quanto você ganha, quanto gasta e qual é o tamanho da sua dívida antes de tomar qualquer providência. Para isso, coloque no papel — ou, melhor ainda, em uma planilha no Excel — todas as suas receitas e despesas. Dessa forma, você poderá saber com o que tem gasto todos os meses, onde dá para economizar e quanto de dinheiro é possível fazer sobrar para renegociar e pagar as suas dívidas.

2 – Busque um empréstimo pessoal ou refinanciamento para organizar a sua vida financeira

Chegamos a segunda dica para organizar a sua vida financeira. O cheque especial e o crédito rotativo do cartão estão entre as principais causas de endividamento dos brasileiros. Desde o ano passado, novas regras aprovadas pelo Banco Central estabeleceram que, após um mês nessas linhas de crédito, os bancos são obrigados a financiar a dívida com melhores condições para os clientes.

Contudo, as taxas de juros cobradas pelas instituições ainda são altas e acima da média do mercado.

Se você também tem dívidas com juros altos, conseguir um empréstimo com taxas mais em conta é um passo importante para organizar as finanças.

Para se ter uma ideia, enquanto os juros do cheque especial podem ultrapassar 15% ao mês. É possível conseguir empréstimos pessoais com taxas a partir de 1,9% ao mês aqui no nosso site.
Nesse sentido, sempre que possível. O ideal é que o valor do crédito seja o suficiente para quitar todas as suas dívidas.

Lembrando que, para ser uma alternativa realmente vantajosa, é imprescindível analisar mais de uma proposta e comparar. Aproveite que você está no nosso site e faça uma simulação para receber até 10 ofertas de crédito pré-aprovadas. Ah! E pague as parcelas sempre em dia para evitar juros altos e multas por atraso.

3 – Encontre maneiras de ganhar dinheiro extra

Terceira dica para organizar a sua vida financeira. Nem sempre enxugar despesas é o suficiente para conseguir pagar as parcelas de um empréstimo. Juntar dinheiro e evitar entrar em novas dívidas.

Muitas vezes, as pessoas economizam onde podem e, mesmo assim, têm dificuldade em pagar as contas no fim do mês. Outras vezes, até conseguem fazer os pagamentos em dia. Mas sobra muito pouco para investir na realização de sonhos ou mesmo fazer em uma reserva de emergência. Parece familiar?

Nesse caso, a saída é tentar aumentar a sua renda. Como exemplo, você pode: conversar com o seu chefe sobre uma possível promoção, procurar outro emprego com melhores condições, dar cursos em alguma área que você domine, vender trabalhos manuais feitos por você e até alugar um quarto da sua casa por meio de plataformas digitais, como Airbnb.

4 – Aprenda a investir o seu dinheiro para organizar a sua vida financeira

Então, você fez uma planilha de controle de gastos, descobriu onde podia economizar e encontrou uma fonte de renda extra para ter mais folga ao pagar as contas? Ótimo! Mas, para não cair na tentação de gastar esse dinheiro e não correr o risco de contrair dívidas novamente. Vale a pena começar a investir esse dinheiro.

Começando pela reserva de emergência. Ela é imprescindível para te deixar protegido em caso de imprevistos, como perda de emprego. Para determinar o valor que deve ser destinado a ela, calcule o total dos seus gastos mensais e multiplique o resultado por seis.

Por conta da segurança e da liquidez (rapidez com que você pode resgatar o dinheiro). Um dos melhores investimentos para aplicar a reserva de emergência é o Tesouro Selic. Já para outras metas, como viagens, estudos e aposentadoria, vale a pena se informar sobre outras modalidades. Como CDBs, Letras de Crédito ou mesmo outros títulos do Tesouro.

5 – Encare as economias como uma despesa fixa

E por último, mas não menos importante, a quinta dica para organizar a sua vida financeira. Para quem se interessa por finanças, é provável que as dicas acima não soem exatamente como uma novidade. Por outro lado, se você está aqui, é porque pode estar com dificuldade para colocá-las em prática. Falando das economias. Um dos principais erros cometidos pela maior parte das pessoas é deixar para fazer investimentos com o dinheiro que “sobrar” ao final do mês. Mas, já reparou como é só pintar um dinheiro na conta que logo encontramos motivos para gastar?

Por isso, se quiser ter uma reserva de emergência e juntar grana para tirar seus sonhos do papel. O segredo é separar o dinheiro desses investimentos assim que ele cair na conta, como se fosse uma despesa fixa. Para ajudar, o legal é que algumas corretoras permitem fazer aportes mensais de forma automática.

Continue acompanhando o blog da FinanZero para mais dicas de como organizar a vida financeira. Caso precise de dinheiro para pagar dívidas, fazer uma viagem, investir nos estudos, etc. Aproveite que você está aqui e faça uma simulação para receber até 10 ofertas de crédito pré-aprovadas para avaliar e comparar.