FinanzeroBlogBenefícios do Governo

Auxílio emergencial bloqueado sem motivo

Auxílio emergencial bloqueado sem motivo

Compartilhe esse post:

Após prorrogação do auxílio emergencial, beneficiários relatam terem o benefício bloqueado

Usuários relatam que ao abrirem o aplicativo Caixa TEM receberam a notícia que o auxílio emergencial havia sido bloqueado. No entanto, o aviso aparece sem maiores explicações.

Como mostra os tweets abaixo, a caixa de mensagem do aplicativo aparece com a informação “motivo de bloqueio” e em seguida, o espaço que deveria mostrar o porquê do bloqueio aparece em branco.

Ainda não se sabe se isso é mais um bug apresentado pelo aplicativo da Caixa Econômica Federal ou se a onda de bloqueios em massa retornou. Até o momento, os representantes da instituição financeira não se manifestaram sobre os bloqueios.

Contas bloqueadas por fraudes

No final de julho, a Caixa havia informado que milhares de contas foram bloqueadas por suspeita de fraude ou inconsistências cadastrais. Por conta disso, o banco liberou um calendário para que os brasileiros pudessem desbloquear as contas.

No entanto, ainda não se sabe se dessa vez o motivo é o mesmo.

Encontre agora as condições ideais de taxas de juros e parcelamento para o seu empréstimo pessoal online!

Como saber o motivo do bloqueio do auxílio emergencial?

Como dito anteriormente, até o momento a Caixa não se pronunciou sobre os bloqueios. Por a mensagem no aplicativo aparecer em branco, o que os usuários podem fazer, por enquanto, para saber qual a situação do auxílio emergencial é ligar na Central de Atendimento do banco, número 111 ou ir até uma agência da Caixa.

Caso for somente um bug, ele deve desaparecer durante a semana a partir de atualizações do aplicativo.

Prorrogação do auxílio emergencial

No dia 1º de setembro, o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) anunciou a prorrogação do auxílio emergencial até o final do estado de calamidade pública, isto é, até dezembro.

No entanto, Bolsonaro declarou que o benefício será cortado pela metade, ou seja, beneficiários vão receber as quatro parcelas extras no valor de R$ 300 (R$ 600 para mães solteiras chefes de família).

Além disso, o texto da Medida Provisória aponta que não serão todos os beneficiários que vão receber o auxílio emergencial residual. Isso porque, o benefício termina em dezembro, o que significa que quem começou a receber em abril tem direito a 4 parcelas extras, mas quem recebeu pela primeira vez em agosto não terá nenhuma parcela a mais.

Outra mudança está nos critérios para o recebimento do benefício:

Veja mais – O que fazer com as dívidas do cartão de crédito?

Quem não poderá receber as novas parcelas?

  1. Beneficiários que conseguiram emprego formal após o recebimento das parcelas do auxílio emergencial;
  2. Recebeu benefício previdenciário, seguro-desemprego ou programa de transferência de renda federal após o recebimento do auxílio – exceto Bolsa Família;
  3. Tem renda mensal acima de meio salário mínimo (R$ 522,5);
  4. Tem renda mensal total acima de três salários mínimos (R$ 3.135)
  5. Mora no exterior;
  6. Recebeu em 2019 rendimentos tributáveis acima de R$ 28.559,70
  7. Tinha em 31 de dezembro de 2019 a posse ou propriedade de bens ou direitos no valor total superior a R$ 300 mil reais;
  8. No ano de 2019 recebeu rendimentos isentos não tributáveis ou tributados exclusivamente na fonte cuja soma seja superior a R$ 40 mil;
  9. Tenha sido declarado como dependente no Imposto de Renda de alguém que se enquadre nos itens 6, 7 ou 8;
  10. Esteja preso em regime fechado;
  11. Tenha menos de 18 anos – exceto em casos de mães adolescentes,
  12. Possua indicativo de óbito nas bases do governo federal.

Reanálises dos beneficiários

Além dos novos critérios, o texto também estabelece que os beneficiários passem por uma nova reanálise a cada parcela paga. Isso acontecerá para que possam ter certeza de que o brasileiro está dentro dos critérios estabelecidos.

Luta por aumento no valor do benefício

Para que essas mudanças – tanto no valor como nos critérios – possam acontecer é preciso que o Congresso vote e aprove. No entanto, ainda não foi divulgado quando isso vai acontecer.

Por isso, brasileiros têm se manisfestado contra a redução do auxílio emergencial, principalmente com a #600pelobrasil

Além disso, nesta semana deputados e senadores apresentaram 262 sugestões de alteração à Medida Provisória da prorrogação do auxílio, boa parte delas pedem por um aumento do benefício.

Ficou com mais alguma dúvida sobre o auxílio emergencial? Deixe nos comentários e não se esqueça de seguir a FinanZero nas redes sociais: @finanzero no Instagram, /FinanZero no Facebook e @finanzero no Twitter.

Próximo artigo

Itaú Unibanco faz leilão de imóveis entre os dias 17 e 18 de setembro

Saiba como adquirir um imóvel no leilão mais comentado nas redes sociais Entre os dias […]

Ler artigo completo

23 respostas para “Auxílio emergencial bloqueado sem motivo”:

  1. Marineide da Silva Lima disse:

    Bom dia. Fui aprovada no auxílio emergencial em setembro e recebi uma.parcela e desde então não recebi mais nada. E não tem mensagem alguma dizendo o motivo.

    • Joyce Cardoso disse:

      Olá, Marineide. Recomendo que a senhora acesse a sua conta no site da Dataprev ou ligue na Central de Atendimento da Caixa Econômica Federal, número 111, para saber mais informações sobre seu auxílio emergencial. Boa sorte e obrigada pelo comentário 🙂

  2. Marlene Silva disse:

    Olá boa noite! Gostaria de saber porque minhas parcelas do auxilio foram bloqueadas.Pois ainda não to trabalhando.Só recebi a primeira de 300,00,a segunda e a terceira estão bloqueadas.E também não transferiu pra minha poupança da caixa na data certa. O que devo fazer pra desbloquear. Obrigada

    • Aimêe Dias disse:

      Oi Marlene, se você recebeu a primeira parcela de R$ 300 em dezembro, só recebe essa mesmo. Mas se você começou a receber antes, pode contestar com a Dataprev.

  3. Daniele disse:

    Tudo bem? Recebi minha última parcela seguro desemprego 16/11/20,eu havia solicitado por duas vezes o auxílio quando ainda recebia o seg.desemprego, porém negado, terceira vez fiz a contestação e por surpresa foi aprovada,e depositada 600,00 no dia 26/10(antes de acabar o meu seguro) fiquei preocupada e só decidi sacar ontem (domingo)o porém é q consta no dataprev 23/10/20-bloqueado (motivo que recebo seguro ou outro benefício previdenciário),e no caixa tem aparece saldo em vermelho 600 na data 30/11 o que aconteceu?
    Desculpa não ser breve agradeço muito quem puder me esclarecer 😃

    • Joyce Cardoso disse:

      Olá, Daniele. O seu auxílio emergencial foi bloqueado por conta do seguro desemprego. De acordo com as regras do governo não é possível receber o benefício do auxílio enquanto estiver recendo o seguro. Além disso, eles levam em consideração a data de depósito e não do saque.

  4. Pablo Santos disse:

    Bom dia Já faz uma ano e meio que sai do sistema prisional,já estou trabalhando como autônomo pago a guia de pagamento como autônomo,e meu auxílio diz que está bloqueado por não sabem se eu estou ou não preso,como posso proceder para reverter isto?obg ótimo dia

    • Mirela Santos disse:

      Olá, Pablo. Nesse caso os dados que contam no dentro de toda a Receita podem estar desatualizados. Nesse caso, a melhor opção é ir até a Caixa munido de todos os documentos possíveis que comprovem sua atual função como autônomo e, também sua saída do sistema prisional. Sendo assim, solicite que seja atualizado os seus dados.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Navegue por:

Benefícios do GovernoCréditoDestaquesFinanças PessoaisImpostosMercadoNegócios
PáginasFlip – Empréstimo para Pessoa JurídicaZippi – Empréstimo para Pessoa JurídicaJuvo – Empréstimo com garantia de celularBanco Inter – Crédito Consignado OnlineMycon – Consórcio OnlineFortBrasil – Cartão de CréditoSeguro de AutomóvelCrefaz – Empréstimo OnlineFinanciamento imobiliário – FinanZeroConsórcio de serviçosWill Bank – Cartão de Crédito OnlineBrasilCard – Cartão de Crédito OnlineQred: Empréstimo Empresarial OnlineCréditoJá – Refinanciamento de Imóvel OnlineNovo Saque: Crédito Pessoal OnlineFinnsaúde – crédito para saúdeConsórcio de imóveisConsórcio de automóveisApê 11 – Financiamento Imobiliário OnlineQindin – serviços onlineSuperdigital – serviços 100% onlineMister Money – Empréstimo onlineFinanZero- uma nova parceria ParcelexZanTomPay – Soluções em pagamentosZanTom – Empréstimo OnlineBLU365 – Empréstimo onlineTopsolus – Soluções financeiras online98 Pay – Soluções para pagamentosAqui Tem Cred – Empréstimo OnlineAmbler Bank – Empréstimo OnlineL&M – Consultoria em meios de pagamentoRodobens – Empréstimo com garantia de imóvelup.p – Antecipe seu FGTSJeitto – Crédito para pagar suas contas do mêsJBcred – Empréstimo Pessoal OnlineCentral da Visão – Procedimentos mais acessíveisQery – Empréstimo Pessoal OnlineVivo Valoriza EmpresasZema – Empréstimo Pessoal OnlineQista – Empréstimo Pessoal OnlineEmpréstimo com garantia de imóvelCapital Empreendedorhome 2022 teste abEmpréstimo com garantia de veículoEmpréstimo com Garantia de CelularEmpréstimo para MEISimulador de Empréstimo OnlineHome EquityEmpréstimo FGTSEmpréstimo para empresas
Solicite seu empréstimo