Quem trabalha com carteira assinada pode acessar o extrato do FGTS através do site da Caixa Econômica Federal, aplicativo e no caixa eletrônico.

Criado em 1966, o Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) é um tipo de reserva financeira criada para o trabalhador, que visa assegurá-lo em determinadas situações, como em caso de demissão sem justa causa. Sendo assim, ao ingressar em uma empresa em regime de contratação CLT, o funcionário automaticamente terá uma conta poupança, via Caixa Econômica Federal, que será aberta e mantida pelo empregador.

Dessa forma, a empresa é responsável por realizar um depósito mensal equivalente a 8% do salário bruto do trabalhador. Ou seja, quem recebe R$3 mil, por exemplo, contará com depósitos mensais de R$240 nessa conta. Entram no cálculo também os valores adicionais recebidos pelo funcionário, como horas extras, adicional noturno e gratificações.

Além disso, apesar de se tratar de um benefício para o trabalhador, não há descontos na folha de pagamento, como acontece no recolhimento do INSS. Isso porque, como dito, o pagamento é de responsabilidade da empresa, logo, não incidem descontos do salário.

Como calcular o valor do FGTS.

Quem tem direito ao depósito do FGTS

O depósito do FGTS feito pelo empregador é garantido aos:

  • trabalhadores em regime CLT, inclusive jovem aprendiz;
  • trabalhadores rurais;
  • trabalhadores intermitentes, que são os profissionais contratados para prestar serviço por um período específico;
  • trabalhadores avulsos, que são aqueles que prestam serviços a mais de uma empresa, mas são contratados através de um sindicato;
  • atletas profissionais;
  • empregados domésticos.

Em caso de profissionais liberais, autônomos e servidores públicos, as regras para recolhimento são diferentes, pois mudam de acordo com o regime de trabalho a que esses trabalhadores estão sujeitos.

SP Acolhe: como funciona o benefício do Bolsa do Povo.

3 opções para tirar o extrato do FGTS

Todos os trabalhadores que se encaixam no item acima, podem verificar o extrato do FGTS, inclusive, das contas inativas. Para quem não sabe, as contas inativas são referentes aos empregos anteriores, e que por isso não recebem depósitos, logo, são consideradas inativas. Por outro lado, quem está empregado tem também a conta ativa, que se refere à conta em que a atual empresa realiza os depósitos mensalmente.

Portanto, listamos a seguir 3 formas de tirar o extrato do FGTS, com acesso às contas inativas e ativas.

Como tirar o extrato do FGTS pelo aplicativo

Uma das opções para acessar o extrato do FGTS é através do aplicativo de mesmo nome, disponibilizado para Android e iOS. Ao baixá-lo, basta seguir essas instruções:

  • Clique no botão “Entrar no aplicativo”. Haverá a opção de realizar o login a partir do cadastro Caixa, então, é só clicar em “Permitir”;
  • O aplicativo vai redirecionar para a página de login Caixa, basta informar CPF e senha;
  • Caso ainda não possua, é possível criar na hora. Para isso, será preciso informar CPF, nome completo, data de nascimento, CEP, e-mail e cadastrar uma senha numérica;
  • Feito isso, um e-mail de confirmação será enviado para o endereço de e-mail informado. Basta clicar no link para finalizar o cadastro;
  • Por fim, é preciso retornar ao aplicativo e responder algumas perguntas sobre a vida funcional, a fim de confirmar que o acesso está sendo realizado pelo dono daquela conta. Ao respondê-las, é só ler e aceitar os termos de uso e começar a usar o aplicativo.

Então, na tela inicial, é só clicar na empresa em que deseja tirar o extrato dos depósitos do FGTS. Será possível notar que elas estão relacionadas da mais recente para a mais antiga, ou seja, do contrato atual para o contrato mais antigo.

Ao clicar no extrato, é possível baixar as informações para o celular ou enviá-las por e-mail, WhatsApp e afins. Se for o caso, basta clicar na opção “Gerar extrato PDF”, disponível logo abaixo do nome da empresa e saldo da conta, conforme mostrado abaixo:

Como tirar extrato do FGTS no app

Então, ao gerar o extrato do FGTS, é possível escolher se deseja salvar o documento no celular ou enviá-lo através das opções disponíveis.

Como tirar extrato do FGTS no caixa eletrônico

Para tirar o extrato do FGTS no caixa eletrônico, é preciso ir até uma das agências da Caixa Econômica Federal. Vale lembrar que é recomendável ter em mãos o cartão cidadão e senha.

Extrato do FGTS pelo site Caixa

Outra forma de tirar o extrato do FGTS é através do site da Caixa Econômica Federal. Portanto, ao acessá-lo, basta informar o CPF, NIS ou e-mail junto à senha cadastrada. Caso ainda não possua cadastro, é possível fazer no momento de acesso. Para isso, é preciso clicar no botão “cadastrar senha”, disponível logo abaixo, ler o regulamento e clicar em “aceito”.

Depois, é necessário preencher os campos com os dados pessoais e criar uma senha com letras e números de até 8 dígitos. Ao completar o cadastro, o site redireciona automaticamente para a tela inicial de login, então, é só informar o CPF, NIS ou e-mail e senha cadastrados.

Ao acessar a página inicial do site Caixa, é possível acessar o extrato clicando na opção “FGTS”, disponível no canto superior esquerdo e, em seguida, clicando em “Extrato completo”, conforme mostrado abaixo:

Tirar extrato do FGTS no site Caixa

Diferente do aplicativo, no site da Caixa a visualização não segue a ordem do mais recente para o mais antigo. Além disso, o usuário tem acesso a uma conta por vez na tela, dessa forma, para chegar até o extrato do FGTS que deseja, é preciso clicar no botão “próximo extrato”.

Já para quem deseja imprimir ou salvar o documento no computador ou celular, é possível clicar na opção “Imprimir”, localizada no canto inferior esquerdo, logo abaixo do extrato. Na tela seguinte, é só escolher entre salvar ou imprimir o extrato em questão.

Vale ressaltar que além da possibilidade de tirar o extrato do FGTS, também é possível receber atualizações sobre a movimentação na conta através de SMS. Com isso, após o depósito mensal realizado pela empresa, o trabalhador recebe em seu celular uma atualização sobre o valor enviado e o saldo do FGTS atualizado.

Esse serviço pode ser ativado através deste link, basta informar o CPF, NIS ou e-mail e senha. Em seguida, a solicitação estará completa e basta aguardar.

Tem mais algum assunto sobre FGTS e afins que você quer ver por aqui? Deixa nos comentários. E para ficar por dentro desse e outros assuntos, não deixe de nos acompanhar aqui e nas redes sociais: @finanzero no Instagram, /FinanZero no Facebook e @finanzero no Twitter.