FinanzeroBlogMercado

Arroz: preço sobe e governo zera imposto de importação

Arroz: preço sobe e governo zera imposto de importação

Compartilhe esse post:

Preço do arroz sobe, presidente pede por patriotismo e zera imposto até final do ano

Nos últimos dias brasileiros têm percebido uma alta no preço de alimentos e itens básicos, mas principalmente no valor do arroz. Em questão de dias, o preço de um saco de 5kg passou de R$ 10, R$ 15 para R$ 40.

De acordo com o Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada da Universidade de São Paulo (Cepea/USP), o preço do arroz variou mais de 107% nos últimos 12 meses.

Segundo o setor, o valor deve continuar subindo. Isso porque, a cadeia de produção e venda está sofrendo com a alta do dólar, que nesta quinta-feira (10) está em R$ 5,27. Além de ser afetado pelo aumento da exportação e a queda na safra.

Encontre agora as condições ideais de taxas de juros e parcelamento para o seu empréstimo pessoal online!

Alta inflação

Nesta quarta-feira (9), o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) divulgou o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), considerado a inflação oficial do país.

Segundo o índice, a inflação atingiu a taxa de 0,24% em agosto. O setor que mais pesou no bolso dos consumidores foi o de alimentos e bebidas com 0,78%.

Só em agosto, o arroz subiu 3,08% e no ano, o alimentou acumulou uma alta de 19,25%.

De acordo com o gerente da pesquisa, Pedro Kislanov: “o arroz acumula alta de 19,25% no ano, e o feijão, dependendo do tipo e da região, já tem inflação acima dos 30%”.

Supermercados restringem compras

Por conta da situação da alta nos preços, alguns mercados em algumas regiões de São Paulo e Rio de Janeiro têm limitado a quantidade de pacotes de arroz por cliente.

Nos mercados, clientes se deparam com cartazes que informam as razões do aumento do preço e a limitação da quantidade que pode ser adquirida. Isso pode variar entre as regiões, mas clientes relatam que encontram restrições de até 4 pacotes.

Presidente pede por patriotismo de supermercados

Nesta sexta-feira (4), o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) disse que estava pedindo apoio a donos de grandes redes de supermercados para evitar a alta nos alimentos básicos.

Por isso, em visita à cidade de Eldorado, interior de São Paulo, Bolsonaro declarou “Estamos conversando, estou pedindo um sacrifício, um patriotismo, para os grandes donos de supermercados, para manter o preço na menor margem de lucro”.

Veja também – Arroz: Por que está caro e o que é inflação?

Substituir arroz por macarrão?

Em meio ao aumento do preço de itens básicos do dia a dia do consumidor, o presidente da Associação Brasileira de Supermercados (Abras), João Sanzovo Neto, afirmou que o setor deve promover uma campanha para estimular que brasileiros substituam o arroz pelo macarrão.

Isso porque, não há um prazo estabelecido para que o preço do arroz caia. Além disso, João ressaltou que o consumidor não deve estocar o produto em casa.

Imposto zero

Por conta da alta nos preços, nesta quarta-feira (9), a Câmara de Comércio Exterior (Camex), vinculada ao Ministério da Economia, decidiu zerar a alíquota do imposto de importação para o arroz em casca e beneficiado.

No entanto, a isenção tarifária dura até 31 de dezembro e está restrita à cota de 400 mil toneladas, incidente arroz com casca não parboilizado e arro semibranqueado ou branqueado não parboilizado.

O objetivo dessa redução temporária é conter o aumento expressivo no preço do arroz.

Ficou com mais alguma dúvida sobre a alta nos preços do arroz ou sobre a redução nos impostos? Deixe nos comentários e não se esqueça de seguir a FinanZero nas redes sociais: @finanzero no Instagram, /FinanZero no Facebook e @finanzero no Twitter.

Próximo artigo

Erro Caixa Tem: “não foram encontrados registros”. O que fazer?

Erro de registro no momento de tentar transferir o dinheiro do app impossibilita usuários de acessar outros recursos

Ler artigo completo

0 respostas para “Arroz: preço sobe e governo zera imposto de importação”:

  1. Não existe nenhum comentário nesse post ainda. Seja o primeiro!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Navegue por:

Benefícios do GovernoCréditoDestaquesFinanças PessoaisImpostosMercadoNegócios
PáginasFlip – Empréstimo para Pessoa JurídicaZippi – Empréstimo para Pessoa JurídicaJuvo – Empréstimo com garantia de celularBanco Inter – Crédito Consignado OnlineMycon – Consórcio OnlineFortBrasil – Cartão de CréditoSeguro de AutomóvelCrefaz – Empréstimo OnlineFinanciamento imobiliário – FinanZeroConsórcio de serviçosWill Bank – Cartão de Crédito OnlineBrasilCard – Cartão de Crédito OnlineQred: Empréstimo Empresarial OnlineCréditoJá – Refinanciamento de Imóvel OnlineNovo Saque: Crédito Pessoal OnlineFinnsaúde – crédito para saúdeConsórcio de imóveisConsórcio de automóveisApê 11 – Financiamento Imobiliário OnlineQindin – serviços onlineSuperdigital – serviços 100% onlineMister Money – Empréstimo onlineFinanZero- uma nova parceria ParcelexZanTomPay – Soluções em pagamentosZanTom – Empréstimo OnlineBLU365 – Empréstimo onlineTopsolus – Soluções financeiras online98 Pay – Soluções para pagamentosAqui Tem Cred – Empréstimo OnlineAmbler Bank – Empréstimo OnlineL&M – Consultoria em meios de pagamentoRodobens – Empréstimo com garantia de imóvelup.p – Antecipe seu FGTSJeitto – Crédito para pagar suas contas do mêsJBcred – Empréstimo Pessoal OnlineCentral da Visão – Procedimentos mais acessíveisQery – Empréstimo Pessoal OnlineVivo Valoriza EmpresasZema – Empréstimo Pessoal OnlineQista – Empréstimo Pessoal OnlineEmpréstimo com garantia de imóvelCapital Empreendedorhome 2022 teste abEmpréstimo com garantia de veículoEmpréstimo com Garantia de CelularEmpréstimo para MEISimulador de Empréstimo OnlineHome EquityEmpréstimo FGTSEmpréstimo para empresas
Solicite seu empréstimo