4 milhões de beneficiários poderão sacar o valor do auxílio emergencial hoje

A partir desta terça-feira (1º), os aniversariantes do mês de agosto poderão sacar e realizar transferências do valor do auxílio emergencial. O beneficiário poderá sacar a 4ª, 3ª, 2ª ou 1ª parcela, dependendo da data de aprovação.

Esse grupo já teve acesso às parcelas em 14 de agosto. Isso porque, o valor de R$ 600 (R$ 1.200 para mães chefes de família), havia sido depositado em conta poupança digital da Caixa para compras e pagamentos com o cartão digital.

Veja mais – Simule seu empréstimo e encontre as melhores taxas de juros do mercado!

Saque da 5ª parcela para beneficiários do Bolsa Família

A Caixa Econômica Federal encerrou nesta segunda-feira (31) o pagamento das parcelas do auxílio emergencial para beneficiários do Bolsa Família com NIS final 0.

Para esse grupo, essa foi a 5ª e última parcela paga, beneficiando 1,9 milhões de brasileiros que fazem tem direito ao programa social.

Caixa paga para nascidos em fevereiro

Nesta quarta-feira (2), beneficiários nascidos em fevereiro vão receber a 5ª parcela do auxílio emergencial. No entanto, em um primeiro momento o valor só poderá ser usado para pagamento de contas e compras pelo cartão virtual da conta Poupança Digital do Caixa TEM.

Aprovados, nascidos em fevereiro, que não receberam a primeira parcela também terão o crédito em conta. O mesmo vale para aqueles que nasceram nesse mês e ainda aguardam o pagamento da segunda ou terceira parcela.

Para esse grupo, o auxílio emergencial de R$ 600 poderá ser sacado a partir do dia 22 de setembro.

Calendário completo

Ciclo 1

Nascidos em:Saque em dinheiro
agosto1º de setembro
setembro5 de setembro
outubro e novembro12 de setembro
dezembro17 de setembro

Ciclo 2

Nascidos emCrédito em conta:
fevereiro2 de setembro
março4 de setembro
abril9 de setembro
maio11 de setembro
junho16 de setembro
julho18 de setembro
agosto23 de setembro
setembro25 de setembro
outubro e novembro28 de setembro
dezembro30 de setembro
Nascidos em:Saque
janeiro19 de setembro
fevereiro22 de setembro
março29 de setembro
abril1º de outubro
maio3 de outubro
junho6 de outubro
julho8 de outubro
agosto13 de outubro
setembro15 de outubro
outubro20 de outubro
novembro22 de outubro
dezembro27 de outubro

Ciclo 3

Nascidos em:Crédito:Saque:
jan e fev9 de outubro29 de outubro
mar e abril16 e outubro3 de novembro
maio e jun23 de outubro10 de novembro
jul e ago30 de outubro12 de novembro
set e out6 de novembro17 de novembro
nov e dez13 de novembro19 de novembro

Ciclo 4

Nascidos em:Crédito:Saque:
jan e fev16 de novembro26 de novembro
mar e abril18 de novembro1º de dezembro
maio e jun20 de novembro3 de dezembro
jul e ago23 de novembro8 de dezembro
set e out27 de novembro10 de dezembro
nov e dez30 de novembro15 e dezembro

Gasto com auxílio emergencial supera R$212 bilhões

Até o momento, o gasto do governo federal com o pagamento do auxílio emergencial já supero R$ 212,8 bilhões. Esse valor equivale 86% do orçamento de R$ 254,4 bilhões que estavam previstos para as cinco parcelas.

Os números são do Monitoramento dos Gastos da União com Combate à Covid-19. São atualizados diariamente no Portal Tesouro Transparente, da Secretaria do Tesouro Nacional, ligado ao Ministério da Economia.

Os números também mostram que foram gastos R$ 366,5 bilhões do orçamento de R$ 512 bilhões das Medidas Provisórias criadas para enfrentar os impactos econômicos provocados pela pandemia do novo coronavírus. Quase 60% desse valor foi usado para o auxílio emergencial.

Auxílio prorrogado?

O pagamento da 5ª, e última, parcela do auxílio emergencial já está em andamento. No entanto, o presidente Jair Bolsonaro confirmou que o benefício será prorrogado, mas com menor valor.

Ao que tudo indica, o benefício vai cair para R$ 300, valor defendido pela equipe econômica de Bolsonaro. No entanto, isso ainda não é uma certeza, o governo deve anunciar ainda hoje qual será essa quantia.

Ficou com mais alguma dúvida sobre auxílio emergencial? Deixe nos comentários e não se esqueça de seguir a FinanZero nas redes sociais: @finanzero no Instagram, /FinanZero no Facebook e @finanzero no Twitter.