Parcelas do auxílio emergencial podem ser no valor de R$ 600 ou R$ 300, quantia recebida depende de quando o beneficiário foi aprovado

Nesta segunda-feira (5), a Caixa Econômica Federal realiza depósito de uma nova parcela do auxílio emergencial. Atualmente o benefício está sendo pago no valor de R$ 600 (R$ 1.200 para mães solteiras) e R$ 300 (R$ 600 para mães solteiras), dependendo de quando o beneficiário teve o cadastro aprovado.

O pagamento do auxílio emergencial hoje faz parte do ciclo 3 e será creditado para beneficiários nascidos em fevereiro – exceto aqueles que são inscritos no Bolsa Família. Isso porque beneficiários do Bolsa recebem o valor de acordo com calendário do benefício.

O que é Ciclo 3?
Cada novo calendário em que todos os beneficiários, exceto os do Bolsa Família, recebem o benefício do auxílio emergencial – independente que qual – é chamado de Ciclo pela Caixa Econômica. Atualmente, os pagamentos estão no 3º Ciclo.

Veja mais – Simule seu empréstimo e encontre as melhores taxas de juros do mercado!

Quem recebe hoje o auxílio emergencial?

O auxílio emergencial será creditado hoje (5) para beneficiários que nasceram em fevereiro. No entanto, o valor não é o mesmo para todos, a quantia pode variar (R$ 600 ou R$ 300) dependendo de quando o beneficiário teve o cadastro do auxílio emergencial aprovado e que qual parcela ele está.

Isso porque, aqueles que receberam a primeira parcela do auxílio emergencial em abril estão atualmente na sexta parcela do benefício. Por isso, esses beneficiários receberão R$ 300 (R$ 600 para mulheres chefe de família).

Já os que começaram a receber entre os meses de maio e julho, ainda estão recebendo alguma das cinco primeiras parcelas do benefício, isto é, R$ 600 (R$ 1.200 para mulheres chefes de família).

No entanto, é importante lembrar que o benefício só será pago até o mês de dezembro. Isso significa que em 2021 os brasileiros não receberão mais o auxílio.

Calendário do Ciclo 3

Mês de nascimento:Crédito em:Saques e transferências em:
Janeiro30 de setembro7 de novembro
Fevereiro5 de outubro7 de novembro
Março7 de outubro14 de novembro
Abril9 de outubro21 de novembro
Maio11 de outubro21 de novembro
Junho14 de outubro24 de novembro
Julho16 de outubro26 de novembro
Agosto21 de outubro28 de novembro
Setembro25 de outubro28 de novembro
Outubro28 de outubro1º de dezembro
Novembro29 de outubro5 de dezembro
Dezembro1º de novembro5 de dezembro

Confira também – Até quando posso sacar o auxílio emergencial?

Quem vai receber o auxílio emergencial residual?

Apesar da prorrogação do auxílio emergencial, não serão todos os beneficiários que irão receber as novas parcelas, no valor de R$ 300. Isso vai acontecer porque o benefício está programado para terminar em dezembro.

Por isso, o número de parcelas recebidas por cada beneficiário dependerá de quando ele começou a receber o auxílio:

  • Trabalhadores que receberam em abril a primeira parcela de R$ 600 terão direito a todas as quatro parcelas de R$ 300 – que serão pagas em: setembro, outubro, novembro e dezembro;
  • Beneficiários que receberam a primeira parcela em maio vão receber três parcelas de R$ 300 – que serão pagas em: outubro, novembro e dezembro;
  • Trabalhadores que começaram a receber em junho terão direito a apenas duas parcelas de R$ 300 – que serão pagas em: novembro e dezembro;
  • Beneficiários que receberam a primeira parcela em julho terão direito a apenas uma parcela de R$ 300 – que será paga em dezembro,
  • Trabalhadores que começaram a receber em outros meses não terão direito a receber os R$ 300.

Ficou com mais alguma dúvida sobre os pagamentos do auxílio emergencial? Deixe nos comentários e não se esqueça de seguir a FinanZero nas redes sociais: @finanzero no Instagram, /FinanZero no Facebook e @finanzero no Twitter.