Governo começa a finalizar o pagamento do auxílio emergencial para famílias do Bolsa Família, por isso, fique atento ao calendário

Os beneficiários do Programa do Bolsa Família com NIS (Número de Identificação Social) com final 5 vão receber o último pagamento do auxílio emergencial nesta quarta-feira (16).

Além disso, essa é a última semana de pagamento do auxílio emergencial residual para as famílias do Bolsa Família. Por isso, a quarta e última parcela teve início com NIS 1 em 10 de dezembro e termina com o NIS 0 em 23 de dezembro.

Veja também – Faça uma cotação e receba ofertas pré-aprovadas com o simulador de empréstimo pessoal!

Calendário Bolsa Família

Como dito anteriormente, essa é a quarta e última parcela de R$ 300 (R$ 600 para mães chefes de família) para os brasileiros que pertecem ao programa do Bolsa Família.

Mas, assim como em calendários anteriores, esse grupo continua recebendo de acordo com o final do Número de Identificação Social, nos últimos dias do mês. Por isso, o calendário de pagamento está acontecendo da seguinte forma:

Final do NISData de pagamento/saque do auxílio emergencial
110 de dezembro – quinta-feira
211 de dezembro – sexta-feira
314 de dezembro – segunda-feira
415 de dezembro – terça-feita
516 de dezembro – quarta-feira
617 de dezembro – quinta-feira
718 de dezembro – sexta-feira
821 de dezembro – segunda-feira
922 de dezembro – terça-feira
023 de dezembro – quarta-feira

Mudanças no pagamento do auxílio emergencial

Neste mês de dezembro, a Caixa Econômica Federal optou por adiantar as datas de pagamento para o grupo do Bolsa Família. Isso porque, normalmente, os pagamentos para essas famílias acontecem nos últimos dez dias úteis do mês.

Contudo, se em dezembro a Caixa seguisse esse calendário, os pagamentos iriam coincidir com as festas de fim de ano. Por isso, o banco decidiu mudar as datas apenas para este mês.

Além disso, outra mudança para esse grupo é que agora em dezembro eles também vão poder receber o dinheiro em poupança digital pelo aplicativo Caixa Tem. Isso porque ao longo dos meses apenas brasileiros fora do programa que utilizavam o aplicativo.

Mas é importante lembrar que mesmo com essa mudança, esse grupo poderá sacar com o cartão do programa ou com o Cartão Cidadão.

Posso receber auxílio e Bolsa Família ao mesmo tempo?

Não! De acordo com a Caixa nessa última prorrogação do benefício, com pagamento de R$ 300, não seria possível acumular o pagamento do auxílio emergencial e do Bolsa Família.

Por isso, se o valor do programa for superior a R$ 300, a pessoa recebe apenas o Bolsa Família. Mas, se o contrário acontecer, se o do Bolsa Família for menor que R$ 300, a pessoa recebe as parcelas do auxílio emergencial.

Além disso, é importante lembrar que mulheres chefes de família têm direito a duas cotas do auxílio emergencial, por isso, recebem R$ 600 por parcela, independente de serem do Bolsa Família ou não.

Haverá nova prorrogação em 2021?

Até o momento, oficialmente, o governo federal mantém o objetivo de finalizar os pagamentos das parcelas do auxílio emergencial agora em dezembro.

Por isso, na última quarta-feira (9), o ministro da Economia, Paulo Guedes, disse novamente que o auxílio emergencial deve acabar em 2020.

No entanto, ainda rodam boatos de que se implementarem novas medidas de isolamento social e o número de mortes por conta do novo coronavírus continuar aumentando, o benefício pode ter uma nova prorrogação. Mas é importante lembrar que isso são apenas boatos, já que a versão até o momento é de que o benefício termine agora em dezembro.

Por fim, ficou com mais alguma dúvida sobre o pagamento do auxílio emergencial para brasileiros do Bolsa Família? Deixe nos comentários e não se esqueça de seguir a FinanZero nas redes sociais: @finanzero no Instagram, /FinanZero no Facebook e @finanzero no Twitter.