Saiba como preencher um cheque corretamente e sem rasurar

O cheque ainda é uma forma de pagamento à vista bastante popular devido a sua versatilidade. Pois, qualquer pessoa com conta bancária pode solicitar e utilizar essa linha de pagamento ao invés de realizar compras com dinheiro vivo. Mas, apesar de ser um método simples, é preciso estar atento na hora de preenchê-lo.

As informações colocadas no cheque devem estar corretas, caso contrário o pagamento não é realizado. Sendo assim, o mesmo se tona sem valor, ou validado como fraude no caso do banco detectar erros como:

  • titularidade;
  • valor;
  • tempo de pagamento.

Para não ter erros no momento de passar um cheque, a redação da FinanZero preparou algumas dicas importantes.

Confira mais clicando aqui Como investir no Tesouro Direto?

Como preencher a quantia do cheque?

Na área de cima do cheque tem um espaço indicado para preencher o valor do pagamento com caracteres numéricos. Esse espaço tem o símbolo de real “R$”. É importante para a segurança do proprietário do talão que o valor seja colocado de forma explícita com todos os números, junto com uma hastag (#) antes e depois do valor. Por exemplo: R$ #1.200,00#.

Dessa forma é mais seguro, pois o valor não corre o risco de ser alterado indevidamente. Essa é a melhor forma de deixar essa área do cheque com o preenchimento completo, o que evita possíveis erros no futuro, como a invalidação dele pela instituição bancária.

Logo abaixo do primeiro campo haverá um espaço destinado para escrever por extenso o valor. Esse é um momento que requer muita atenção, pois o pagamento não será compensado se houver divergências entre o valor numérico e o valor por extenso.

O proprietário do talão não deve rasurar o valor de pagamento escrito. Há algumas táticas que podem ajudar, uma delas é escrever a quantia por extenso entre parênteses e riscar todo espaço restante da linha. Por exemplo: “(R$1.200,00) Mil e Duzentos Reais ————————–”.

Como preencher o campo nominativo?

O local determinado para colocar o valor por extenso termina com “à”, área em que deve ser preenchida com o nome completo da pessoa, ou razão social da empresa, que irá receber o pagamento em questão.

O nome do destinatário precisa estar completo e não rasurado para que só o mesmo consiga realizar o saque do valor sucedido. Vale ressaltar que o campo nominativo só é obrigatório se o valor do cheque ultrapassar o total de R$100.

Como preencher a cidade e data?

Após colocar todos os dados referente ao valor de pagamento é preciso preencher as informações a seguir:

  • a cidade em que o proprietário do cheque reside;
  • colocar o dia, mês e ano;
  • escrever a cidade e o mês por extenso;
  • colocar o dia e o ano em numeral;
  • em caso de cheque para depósito não é necessário colocar o preenchimento da cidade.

Por fim, o último passo é assinar o cheque com o nome completo do proprietário de forma legível na parte inferior do cheque. A assinatura deve ser a mesma dos demais documentos do remetente. Como por exemplo: copiar a assinatura da carteira de motorista ou do Registro Geral (RG). Essa é uma informação estritamente verificada no momento em que o destinatário sacar o valor do cheque.

Como preencher um cheque que não é nominal?

O cheque não nominal (não à ordem) é o que não pode ser transferido por quem recebeu esse pagamento. Para deixar o talão não nominal o proprietário precisa escrever após o nome do beneficiário uma das seguintes expressões:

  • “não à ordem”;
  • “não-transferível”;
  • “proibido o endosso”;
  • “intranferível”.

O que é cheque pré-datado?

Pagar por meio de cheque oferece a vantagem de escolher uma data para que esse cheque seja compensado. Isso significa que, a pessoa que irá receber um cheque pré-datado só poderá ir ao banco para resgatar o valor ou efetuar o depósito em sua própria conta na data que for estipulada por quem forneceu o pagamento.

A data para descontar o valor deve ser definida e colocada na parte da frente do cheque. Normalmente usa-se “Bom para 30/09/16”, por exemplo. Caso o receptor do cheque tentar descontar o valor antes da data estipulada pelo proprietário, o mesmo poderá procurar seus direitos junto ao Procon (Fundação de Proteção e Defesa do Consumidor).

O que é cheque cruzado?

O cheque cruzado caracteriza-se por ter duas linhas diagonais cruzando o talão. As linhas são feitas pelo proprietário para que o beneficiário de pagamento não consiga realizar o saque no caixa eletrônico.

Dessa forma, é possível sustar (cancelar o pagamento) caso o talão seja roubado. Com isso, até que o valor seja depositado em conta, o dono do talão terá tempo de procurar o seu banco e informar o roubo.

Para tornar a transação ainda mais segura, é possível dar um cheque cruzado nominal, ou seja, além de não poder sacar o dinheiro no caixa, somente a pessoa com o nome escrito no papel poderá resgatar o valor.

Veja também – Simule seu empréstimo e encontre as melhores taxas de juros do mercado!

Como passar um cheque com segurança?

  • Não deixe espaço em branco nas linhas de preenchimento. Faça um risco no restante do espaço em branco que não for utilizado para complementar os dados.
  • Confira os dados preenchidos detalhadamente antes de assinar e entregar o talão.
  • Utilize letra legível para não dificultar o depósito no banco.
  • Não assinale talões em branco para economizar tempo na hora de utilizá-los.
  • Quando houver um fechamento de conta bancária, rasgue todos talões dessa conta do banco.
  • Sempre que endossar um cheque lembre-se de assinar a parte de trás do mesmo.

Ficou com mais alguma dúvida sobre como preencher um cheque? Deixe nos comentários, e não se esqueça de seguir a FinanZero nas redes sociais: @finanzero no Instagram, /FinanZero no Facebook e @finanzero no Twitter.