FinanzeroBlogImpostos

Como não cair em fraudes ao declarar o Imposto de Renda?

Como não cair em fraudes ao declarar o Imposto de Renda?

Compartilhe esse post:

Uma das principais dicas para evitar cair em fraudes ao declarar o Imposto de Renda é baixar o programa gerador da declaração somente no site oficial da Receita Federal.

De acordo um um mapeamento realizado pela OLX e a AllowMe, os golpes online aplicados em 2022 geraram prejuízo estimado de R$551 milhões aos brasileiros. Ainda conforme os dados divulgados, a cada hora foram mapeadas, em média, 17 tentativas de fraude através de dispositivos eletrônicos, como celulares e computadores.

Um outro relatório, publicado pela empresa de segurança cibernética Kaspersky, mostrou que o Brasil ocupa o quarto lugar na lista de lugares com mais registros de phishing, com cerca de 76 mil ataques somente em 2022. Dentre os tipos de golpes aplicados online, existe uma modalidade que utiliza o período de entrega da declaração do Imposto de Renda, para disseminar links falsos ou obter dinheiro dos contribuintes.

Como emitir DARF para pagamento de Imposto de Renda?

Quais são os golpes do Imposto de Renda?

De modo geral, os golpes relacionados ao Imposto de Renda tendem a seguir um padrão, portanto, são enviadas mensagens em nome da Receita Federal, com o intuito de convencer o contribuinte a clicar em algum link, que por sua vez, o direciona para uma página que solicita dados pessoais e, às vezes, também do cartão de crédito.

Em outros casos, o contribuinte é convencido a baixar algum aplicativo ou programa no computador, que pode roubar informações pessoais e de contas que estão salvas no dispositivo. Contudo, a argumentação é o que costuma mudar entre os tipos de golpes, conforme mostramos a seguir.

Golpe da pendência

O golpe da pendência consiste no envio de e-mail ou mensagem no WhatsApp em nome da Receita Federal, alegando que a pessoa em questão possui algum tipo de pendência com o órgão, referente à última declaração de Imposto de Renda enviada. Com isso, a mensagem informa que para visualizar a pendência e resolvê-la, o contribuinte deve acessar o link anexado.

A partir daí, o usuário é direcionado ao site dos golpistas, que podem solicitar informações pessoais, de login em contas e, até mesmo, de cartões, ou ainda incentivar o contribuinte a clicar em outros links dentro do site e baixar softwares de roubo de dados.

Golpe da restituição

O golpe da restituição, como o próprio nome sugere, consiste no envio de mensagens via WhatsApp ou e-mail, em nome do governo federal ou da Receita, alegando que a restituição do contribuinte já está liberada e foi paga via Pix ou depósito bancário. Então, é disponibilizado no corpo do e-mail uma prévia de um falso comprovante de pagamento, e o usuário é orientado a clicar em um botão ou link para visualizar o documento completo.

Após clicar, o contribuinte é direcionado a um site que pode roubar dados do dispositivo ou incentivar o mesmo a baixar algum tipo de documento, que conforme já mencionado, contém os chamados “malwares”, que geram algum tipo de dano no dispositivo e pode extrair informações pessoais.

Golpe da taxa de liberação da restituição ou remoção da malha fina

Por fim, outra modalidade comum nas fraudes relacionadas ao Imposto de Renda é o envio de e-mails ou mensagens no WhatsApp, que alegam que a restituição já está disponível, mas é preciso pagar a taxa de liberação da quantia. Ou, ainda, o texto informa que o contribuinte caiu na malha fina e, por isso, deverá pagar uma taxa de remoção. Então, os golpistas disponibilizam uma chave Pix, conta bancária ou emitem um boleto para o usuário pagar.

É de suma importância ressaltar, no entanto, que a Receita Federal não cobra nenhuma taxa para liberar a restituição ou remover o contribuinte da malha fina. No primeiro caso, a restituição é um direito do declarante e, por isso, é paga via Pix ou depósito bancário pelo orgão, sem qualquer tipo de cobrança. Já no caso do contribuinte cair na malha fina, a única forma de resolver a pendência é através da retificação da declaração ou prestação de contas à Receita, que é feita de forma física, em algum posto de atendimento.

Como acessar o Portal e-CAC com CPF?

4 dicas para evitar cair em fraudes ao declarar o Imposto de Renda

Além dos golpes, existem outros tipos de fraudes relacionadas ao Imposto de Renda, por isso, separamos 4 dicas diminuir os riscos de cair em algumas delas.

1. Não clique em links ou arquivos enviados em nome da Receita

Conforme mencionado, o envio de links e arquivos para serem clicados e baixados, respectivamente, é uma das principais formas de golpes aplicados em nome da Receita Federal.

Contudo, é importante ter em mente que o órgão não envia qualquer tipo de link ou documento para os contribuintes, sendo assim, ao receber a mensagem, a recomendação é não clicar em nenhum conteúdo e consultar imediatamente o site da Receita, para verificar a veracidade da informação.

Se a mensagem se tratar de restituição ou malha fina, por exemplo, acesse o Portal e-CAC para confirmar se os dados são verdadeiros.

2. Não faça nenhum tipo de pagamento antes de verificar o e-CAC

A Receita Federal não envia boletos para pagamento via e-mail ou WhatsApp, portanto, se o contribuinte possuir algum tipo de pendência, a quitação será feita através do DARF, que por sua vez, é emitido diretamente pelos programas oficiais do órgão, como o IRPF, GCAP ou Carnê-Leão, por exemplo.

Desse modo, se receber alguma mensagem que alerta sobre pendências, liberação da restituição e afins, não efetue o pagamento e não clique em qualquer link ou documento disponibilizado. Se houver alguma dúvida quanto a possibilidade da existência de pendências, acesse o Portal e-CAC com a conta gov.br e faça a consulta ou entre em contato com a central de atendimento oficial.

3. Não faça o download de aplicativos ou softwares não oficiais

Assim como a Receita Federal não envia e-mails ou mensagens no WhatsApp com links ou arquivos para serem baixados, o órgão também não envia alertas sobre o início do período de declaração do Imposto de Renda. Logo, se receber qualquer tipo de mensagem sobre o assunto, direcionado para algum site que alega disponibilizar o download do programa IRPF, não clique.

O download do programa gerador da declaração é disponibilizado somente no site oficial da Receita Federal, que pode ser acessado aqui. Dessa forma, quando precisar baixá-lo, acesse o site do órgão diretamente pelo buscador e não clique em nenhum link disponibilizado por mensagem.

4. Duvide de “oportunidades únicas”

Uma das principais formas de argumentação em golpes é transmitir a ideia de que a oportunidade oferecida ao usuário é “única”, ou seja, ele deve aproveitá-la o mais rápido possível, antes que deixe de valer. A estratégia é usada para que a vítima não tenha tempo hábil de contextualizar e pesquisar sobre o assunto.

Por isso, se receber propostas referentes à saque imediato ou antecipação da restituição, por exemplo, tenha em mente que a Receita Federal não oferece esse tipo de recurso. Se o serviço for oferecido por uma instituição financeira, no entanto, pesquise a reputação da mesma em sites como ReclameAqui e, também, nas redes sociais.

Além disso, não clique em links ou documentos enviados pela empresa em questão, dê preferência por acessar o site diretamente pelo buscador. Por fim, atente-se sempre às datas de liberação de cada lote da restituição e só realize a consulta no site oficial da Receita, o Consulta Restituição, ou no aplicativo Pessoa Física.

Fuja de golpes! Descubra como identificar um link falso

Como acessar o e-CAC?

Conhecido como e-CAC, o Centro de Atendimento ao Contribuinte é um portal disponibilizado pela Receita Federal, que permite o acesso a diversos tipos de serviços e informações. Para acessá-lo, o usuário pode utilizar a conta gov.br, que solicita CPF e senha previamente cadastrada, ou o código de acesso, uma numeração disponibilizada a pessoas físicas e jurídicas optantes pelo Simples Nacional.

Tem mais alguma dúvida sobre o assunto? Deixa nos comentários. Acompanhe a FinanZero também nas redes sociais: @finanzero no Instagram, /FinanZero no Facebook e @finanzero no Twitter.

Próximo artigo

Financiamento para energia solar: tudo que você precisa saber

Financiamento para energia solar: saiba como funciona essa modalidade de crédito, quem pode pedir e onde conseguir o dinheiro.

Ler artigo completo

0 respostas para “Como não cair em fraudes ao declarar o Imposto de Renda?”:

  1. Não existe nenhum comentário nesse post ainda. Seja o primeiro!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Navegue por:

Benefícios do GovernoCréditoDestaquesFinanças PessoaisImpostosMercadoNegócios
PáginasZiliCred – Refinanciamento Imobiliário OnlineBlipay: Empréstimo Pessoal – Antecipação SalarialÁgil- Empréstimo OnlineConsórcio para intercâmbioConsórcio para festasConsórcio para cirurgias plásticasConsórcio de cursosFlip – Empréstimo para Pessoa JurídicaZippi – Empréstimo para Pessoa JurídicaJuvo – Empréstimo com garantia de celularBanco Inter – Crédito Consignado OnlineMycon – Consórcio OnlineFortBrasil – Cartão de CréditoSeguro de AutomóvelCrefaz – Empréstimo OnlineFinanciamento imobiliário – FinanZeroConsórcio de serviçosWill Bank – Cartão de Crédito OnlineBrasilCard – Cartão de Crédito OnlineQred: Empréstimo Empresarial OnlineCréditoJá – Refinanciamento de Imóvel OnlineNovo Saque: Crédito Pessoal OnlineFinnsaúde – crédito para saúdeConsórcio de imóveisConsórcio de automóveisApê 11 – Financiamento Imobiliário OnlineQindin – serviços onlineSuperdigital – serviços 100% onlineMister Money – Empréstimo onlineFinanZero- uma nova parceria ParcelexZanTomPay – Soluções em pagamentosZanTom – Empréstimo OnlineBLU365 – Empréstimo onlineTopsolus – Soluções financeiras online98 Pay – Soluções para pagamentosAqui Tem Cred – Empréstimo OnlineAmbler Bank – Empréstimo OnlineRodobens – Empréstimo com garantia de imóvelup.p – Antecipe seu FGTSJeitto – Crédito para pagar suas contas do mêsJBcred – Empréstimo Pessoal OnlineCentral da Visão – Procedimentos mais acessíveisQery – Empréstimo Pessoal OnlineVivo Valoriza EmpresasZema – Empréstimo Pessoal OnlineQista – Empréstimo Pessoal OnlineEmpréstimo com garantia de imóvelCapital Empreendedorhome 2022 teste abEmpréstimo com garantia de veículo
Solicite seu empréstimo