Novas regras permitem o fim do compartilhamento de informações privadas no aplicativo WhatsApp

Por ser um dos aplicativos de mensagens mais usados ​​da Internet, o WhatsApp costuma deixar os usuários expostos e com seus dados visíveis para qualquer pessoa que tenha seu número de telefone. Se para muitos esta é uma situação normal. Outros simplesmente não a querem. Principalmente por oferecer possíveis vazamentos de dados financeiros.

Naturalmente, este aplicativo oferece aos usuários as ferramentas para se protegerem e, assim, ficarem menos expostos. A solução é simples de aplicar e está ao alcance de todos, com uma simples mudança de configuração do WhatsApp.

Veja também – Faça a cotação e receba ofertas pré-aprovadas com o simulador de empréstimo pessoal!

Garantindo a privacidade do usuário no WhatsApp

Todas as informações que colocam no WhatsApp estão, em sua configuração original. Acessíveis a qualquer pessoa que tenha acesso ao número do telefone.

Este não é, na maior parte, sensível, mas inclui a fotografia que o usuário definiu, seu status e também sua biografia

Dada essa exposição, muitos usuários simplesmente desejam removê-la ou ocultá-la dos olhos de outras pessoas, para que permaneçam anônimos. Este é um processo simples que qualquer pessoa pode realizar, garantindo assim que somente quem quiser possa ver seus dados.

Sem informações pessoais

Comece abrindo WhatApp e seu menu acessível no canto superior direito. Aí, nas várias opções presentes, deve escolher a opção Definições.

Em seguida, na lista apresentada, devem selecionar a primeira opção, Conta.

O processo continua com a seleção, novamente, da primeira opção presente na lista exibida na tela. Falamos de Privacidade, que dará acesso ao espaço que procuram e onde se alterará a visibilidade dos dados do utilizador.

Como alterar as opções do WhatsApp?

Aqui estão 3 opções essenciais disponíveis neste processo. Falamos de:

  • Fotografia de Perfil;
  • Biografia;
  • Estado.

Cada um deles pode ser aberto e a opção selecionada alterada. Dessa forma, eles devem selecionar a opção que melhor se adapta ao nível de privacidade desejado.

Os 2 primeiros permitem apenas que você mude para grupos definidos e o último permite que você escolha os usuários detalhadamente.

É dessa forma simples que eles podem manter a privacidade e ocultar o compartilhamento de informações pessoais dentro do sistema do WhatsApp. Com isso, revelando não mais do que o pretendido.

Veja o passo a passo

  • Abra o WhatsApp, e toque no botão Menu (os três pontinhos no canto superior direito).
  • Vá em Configurações.
  • Toque em Conta.
  • No iPhone: toque para desligar a chave Compartilhar Dados da Minha Conta.
  • No Android: desmarque a caixa Compartilhar dados da conta.
  • Em ambos os casos, será exibida uma mensagem pedindo a confirmação da mudança.
  • toque em Não compartilhar.

Sendo assim, tanto no Android quanto no iPhone, a opção de compartilhar ou não os dados é um passo único.

Com isso ao confirmar o não compartilhamento. A opção desaparece no Android, e no iPhone, ela se torna indisponível. Assim, o usuário não pode voltar atrás em sua decisão.

Até quando posso fazer essa alteração?

Usuários do WhatsApp têm até o dia 25 próximo para rejeitar a nova política de privacidade do aplicativo. Que consiste no compartilhamento de dados com o Facebook. Já os novos usuários serão obrigados a aceitar o novo termo.

O anúncio feito pela empresa que administra o WhatsApp informou que as pessoas teriam. “Até 30 dias para decidir se gostariam de concordar e continuar usando o aplicativo”.

Esclareceu também, que após os 30 dias não será mais possível rejeitar o compartilhamento de dados.

Veja mais em – Governo tenta acordo para aprovar reforma tributária

Mudanças nos termos do WhatsApp:

Em quatro anos, esta é a primeira alteração nos termos de uso de dados do WhatsApp.

Isso porque visa melhorar com o compartilhamento as experiências com anúncios e produtos do Facebook.

Contudo, a mudança está ligada com a venda do serviço finalizada em 2014. Avaliada em US$ 22 bilhões.

Ficou com mais alguma dúvida? Deixe nos comentários e não se esqueça de seguir a FinanZero nas redes sociais: @finanzero no Instagram, /FinanZero no Facebook e @finanzero no Twitter.