FinanzeroBlogBenefícios do Governo

Contribuição ao INSS tem novos valores. Entenda.

Contribuição ao INSS tem novos valores. Entenda.

Compartilhe esse post:

As faixas de contribuição ao Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) mudaram e os recolhimentos dos valores atualizados começaram neste mês de fevereiro.

O teto do INSS passou recentemente por um reajuste e foi de 6433,57 reais para 7087,22 reais. Com isso, os valores de contribuição dos trabalhadores ao INSS também mudaram. Devido ao reajuste de 10,16% pelo Índice Nacional de Preços ao consumidor (INPC), aqueles que recebem menos, irão contribuir menos e os que recebem mais, irão contribuir mais.

As novas contribuições começaram a ser recolhidas neste mês de fevereiro, visto que são correspondentes aos salários pagos no mês de janeiro.

Destaca-se que quando o prazo termina em feriados, dias em que não há expediente bancário, quem é pessoa física tem o vencimento adiado para o dia útil seguinte e quem é pessoa jurídica, tem o vencimento antecipado.

Como se cadastrar na plataforma Meu INSS?

Como ficaram as contribuições do INSS para quem trabalha de carteira assinada?

O salário mínimo passou por um reajuste e com isso as alíquotas de contribuição ao INSS também. No caso, a mudança foi de aumento.

As alíquotas de contribuição são progressivas desde a Reforma da Previdência, são cobradas somente sobre a parcela do salário correspondente a cada faixa. Caso o valor do salário exceda o limite de alguma das faixas, o percentual da faixa seguinte será aplicado. Segue abaixo uma tabela comparativa entre 2021 e 2022 sobre o valor de contribuição ao INSS.

20212022
R$ 1.100,00 (1 salário mínimo) – 7,5%R$ 1.212 (1 salário mínimo) – 7,5%
De R$ 1.000,01 a R$ 2.203,48 – 9%De R$ 1.212,01 a R$ 2.427,35 – 9%
De R$ 2.203,49 a R$3.305,22 – 12%De R$ 2.427,36 a R$ 3.641,03 – 12%
De R$ 3.305,23 a R$ 6.433,57 – 14% De R$ 3.641,04 a R$ 7.087,22 – 14%

Exemplificando, o trabalhador que recebe um salário de R$ 1.800,00 vai pagar 7,5% sobre R$ 1.212, o que é igual a R$ 90,90, mais 9% sobre os R$ 588 que excederam este valor, o que é igual a R$ 52,92, totalizando R$ 143,82 de contribuição.

Agora, se o trabalhador recebe um salário de R$ 5.000,00, ele pagará 7,5% sobre R$ 1.1212, o que é igual a R$ 90,90, mais 9% sobre R$ 1.215,35, que é igual a R$ 1.215,35, o que é igual a R$ 109,38, mais 12% sobre R$ 1213,68, que é igual a R$ 145,64, mais 14% sobre R$ 1.358,97, o que é igual a R$ 190,26, totalizando R$ 536,18 de contribuição.

São até 10 ofertas pré-aprovadas de empréstimo pessoal para você comparar, vem para a FinanZero!

Como ficaram as contribuições do INSS para os autônomos e MEIs?

Os contribuintes individuais e facultativos também passarão a contribuir com o INSS com um valor maior do que em 2021. A alíquota de contribuição varia conforme cada categoria de contribuinte.

Contribuinte facultativo de baixa renda – código 1929

São aqueles que tem renda familiar mensal menor que 2 salários mínimos e estão inscritos no Cadastro Único (CadÚnico). A contribuição é de 5% do salário mínimo e o valor é de R$ 60,60 ao mês.

Contribuinte facultativo – código 1473

Aquele que não exerce atividade remunerada, por exemplo, donas de casa. A contribuição é de 11% do salário mínimo e o valor é de R$ 133,32 ao mês.

Contribuinte individual – 1163

Autônomos que prestam serviços para pessoas físicas. A contribuição é de 11% do salário mínimo e o valor é de R$ 133,22 ao mês.

Contribuinte facultativo – código 1406

Nesta categoria enquadram-se donas de casa, estudantes e desempregados. A contribuição pode ser de 20% do salário mínimo até 20% do valor do teto atual do INSS (R$ 7.087,22).

Contribuinte individual – código 1007

Autônomos que prestam serviços para pessoas físicas e pretendem recolher 20% do salário todo mês. A contribuição pode ser de 20% do salário mínimo até 20% do valor do teto atual do INSS (R$ 7.087,22).

Contribuinte individual – código 1120

Autônomos que prestam serviços para pessoas jurídicas. A contribuição pode ser de 20% do salário mínimo até 20% do valor do teto atual do INSS (R$ 7.087,22).

MEIs

Os microempreendedores individuais fazem parte da categoria de contribuintes individuais, contudo eles pagam a contribuição por meio da guia Documento de Arrecadação do Simples Nacional (DAS). A contribuição reajustada é de 5% do salário mínimo (R$ 60,60) +

  • R$ 1 para todas as atividades;
  • R$ 1 de Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS), se fizer atividades de comércio e indústria;
  • R$ 5 de Imposto sobre Serviços (ISS), se for prestador de serviços.

O valor então pode chegar a R$ 66,60 ao mês. A primeira contribuição com o novo valor vence dia 21/02/2022. O vencimento nos meses seguintes é todo dia 20. Caso não haja expediente bancário no prazo determinado, o pagamento deverá ser feito até o dia útil posterior.

Para uma melhor visualização e entendimento, segue a tabela com abaixo com as categorias, alíquotas, valores e códigos.

CategoriaAlíquotaValorCódigo
Contribuinte individual
Facultativo mensal
20%R$ 242,401007
1406
Contribuinte individual
Facultativo mensal
11%R$ 133,221163
1473
Facultativo de baixa renda5%R$ 60,601929

Como será o reajuste do INSS em 2022?

Tem mais alguma dúvida sobre quem tem direito aos atrasados do INSS ou alguma outra? Deixa nos comentários. Acompanhe a FinanZero também nas redes sociais: @finanzero no Instagram, /FinanZero no Facebook e @finanzero no Twitter.

Próximo artigo

Qual empréstimo tem menos juros?

Qual a melhor financeira para fazer empréstimos?Como conseguir um empréstimo fácil?Qual banco […]

Ler artigo completo

0 respostas para “Contribuição ao INSS tem novos valores. Entenda.”:

  1. Não existe nenhum comentário nesse post ainda. Seja o primeiro!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Navegue por:

Benefícios do GovernoCréditoDestaquesFinanças PessoaisImpostosMercadoNegócios
PáginasEmpréstimo com garantia de imóvelCapital Empreendedorhome 2022 teste abEmpréstimo com garantia de veículoEmpréstimo com Garantia de CelularEmpréstimo para MEISimulador de Empréstimo OnlineHome EquityEmpréstimo FGTSEmpréstimo para empresasStoriesÍndice de EmpréstimoConsórcioSitemapIti – Empréstimo Pessoal OnlineClick Cash – Empréstimo Pessoal OnlineCartão de Crédito OnlineDigio – Cartão de Crédito OnlinePolítica de Privacidade FinanZeroVirtusPay – Boleto Parcelado Onlinebxblue – Empréstimo Pessoal OnlineAgente Imóvel – Refinanciamento Imobiliário OnlinePiki – Empréstimo Pessoal para Negativado OnlineProvu – Empréstimo Pessoal OnlineBoa Vista: Empréstimo Pessoal Online e ScoreCetelem – Crédito Consignado OnlineSuperSim – Empréstimo Pessoal OnlineSofisa Bank – Refinanciamento de Imóvel OnlineBanco Alfa – Empréstimo Pessoal OnlineEmpréstimo Sim – Crédito Pessoal OnlineCredjet – Empréstimo Pessoal OnlineBanco Bari – Refinanciamento de Imóvel OnlineEmpréstimo Consignado INSS para aposentado e pensionistaParceirosCreditas – Refinanciamento de Imóvel OnlineEmpréstimo para Autônomo Negativado OnlineSimulação de empréstimoEmpréstimo com Garantia OnlineSimule seu empréstimo – ConversãoEmpréstimo ConsignadoNexoos – Empréstimo Para Empresa OnlineCashMe – Refinanciamento de Imóvel OnlineCrediHome – Refinanciamento de Imóvel OnlineTipos de EmpréstimoOmni Financeira – Refinanciamento de Veículo OnlineMoneyman – Empréstimo Pessoal OnlineBanco Pan – Crédito Consignado OnlineNew HomeLivre Digital – Empréstimo Pessoal OnlineBizCapital – Empréstimo e Capital de Giro Para Empresa
Solicite seu empréstimo