Você trabalha, trabalha, trabalha, mas parece que nunca sobra dinheiro no final do mês? Separamos algumas dicas para você aprender como terminar o mês no azul!

Quantas vezes você já adiou alguma coisa que queria muito por pensar em como isso afetaria o seu orçamento? Seja uma viagem, uma reforma, uma compra maior…

Muitas vezes, a falta de planejamento e o receio de gastar dinheiro impedem que você faça o que tem vontade. Realmente, é preciso cuidar da sua renda, mas, quando isso te impede de viver como quer, será que vale mesmo a pena deixar este escorpião no bolso?

A gente pensou em como poderia te ajudar nessa, e selecionamos algumas dicas para você ter mais dinheiro no bolso. Afinal, um complemento na renda não faz mal para ninguém, né?

Independência total

Tanto faz se você tem um emprego fixo, se é freelancer ou se está procurando trabalho: quando o papo é ganhar mais dinheiro, todo mundo está atrás de novas alternativas. Pensando em trabalhos formais, algumas áreas se destacam em 2019 por oferecerem mais estabilidade ou salários melhores.

A gente sempre ouve aquele papo de que seguir na área da Saúde ou do Direito é garantia de que tudo dará certo na sua vida. No entanto, algumas plataformas de pesquisas mostram que não é bem assim que as coisas estão neste ano. As profissões que mais se destacam agora estão ligadas à área de tecnologia e inovação. Dentro dela, cargos, principalmente, de gerência ganham evidência.

Assim, talvez seja hora de você investir em uma especialização. Independentemente da área que você trabalha, correr atrás de cursos de especialização, pós-graduação ou até mesmo a graduação são excelentes formas de melhorar o seu currículo e ser considerado para essas vagas.

Veja também – Simule seu empréstimo pessoal e receba ofertas pré-aprovadas em até 5 minutos!

Aposte nos bens de primeira necessidade

Quer revolucionar e trabalhar com outra coisa, porém não sabe bem como começar? Pense em qual tipo de serviço você pode oferecer e que com certeza terá compradores. O ramo alimentício, por exemplo, pode ser uma  boa alternativa para quem quer começar a gerir o seu próprio negócio de forma menos arriscada.

Outra coisa que é imprescindível na vida de qualquer pessoa são roupas – logo, ponto positivo para a seção de vestuários. Começar a revender roupas e abrir a sua loja são excelentes opções.

E você não precisa alugar um espaço para isso, sabia? O boca a boca e a criação de uma vitrine na sua própria casa já fazem toda a diferença e atendem bem às necessidades de empreendedores iniciantes.

Utensílios personalizados

Tem habilidade manual para alguma coisa? Sabe fazer pecinhas de artesanato, costurar roupas ou bordar? E quem sabe é fã de cozinhar e tem alguma receitinha deliciosa? Invista nos produtos personalizados e manufaturados para aumentar a sua renda.

A ideia aqui é transformar alguma coisa que você já saiba fazer em dinheiro no seu bolso. Este tipo de investimento é bem baixo e pode ter um retorno alto.

Com empresas trabalhando em produções de grande escala, os consumidores acabam tendo acesso a produtos muito parecidos, sem muita identidade e estampas e formatos genéricos.

É aí que o pequeno produtor se destaca: oferecendo carinho e cuidado em uma peça única que mais ninguém terá. E esse pequeno produtor pode ser você!

Babá de pet

Gosta de animais? Invista na carreira de pet sitter e pet walker, ou seja, babá de bichinho de estimação. Como uma das áreas que mais cresce no Brasil – foi a terceira com maior faturamento em 2018.

Isso mostra que o brasileiro tem investido muito dinheiro no seu bichinho, visto que não é todo mundo que tem com quem deixar o animalzinho ou tem a disponibilidade de sair sempre.

E é aí que o seu serviço entra. Você pode procurar cursos online para se especializar, estudar e entender mais, mas, se gosta de lidar com pets, essa chance é sua!

Confira mais clicando aqui – Como Juntar Dinheiro? Descubra 10 Dicas Práticas

Venda sustentável

Uma das tendências de 2019 é a tal da sustentabilidade. As pessoas procuram gastar menos dinheiro em grandes empresas, e apostam em pequenos comércios. Se você gosta de moda ou tem alguns móveis que quer vender, este pode ser o melhor momento. Que tal abrir um brechó?

Você pode começar a circular suas coisas em pequenas vendas feitas na sua própria garagem, ou montando sites gratuitos na internet para divulgar os seus produtos. Se você tem roupas paradas, monte um brechó personalizado, oferecendo diversidade a preços acessíveis. Esse tipo de comércio atrai muita gente que procura fugir das grandes fast fashion.

Se você não quer abrir um espaço na sua casa, não tem problema: crie uma conta no Instagram para o seu brechó. Diversas lojas começaram desse jeito e se consolidaram, vendendo via mensagem privada e com entrega no metrô.

Ficou com mais alguma dúvida? Deixe nos comentários, e não se esqueça de seguir a FinanZero nas redes sociais: @finanzero no Instagram, /FinanZero no Facebook e @finanzero no Twitter.