Apesar de menos popular, diversas instituições financeiras oferecem o empréstimo no cartão de crédito, uma modalidade do crédito pessoal não consignado.

Segundo dados divulgados pela Agência Brasil, no final de 2019 havia 123 milhões de cartões de crédito ativos no Brasil. O item, ainda que presente na vida de muitas pessoas, não se limita somente a uma forma de pagamento, é possível também solicitar empréstimo no cartão de crédito.

Vale dizer que não são todas as instituições financeiras que oferecem essa modalidade, por isso, é importante entrar em contato antes, a fim de verificar a disponibilidade e evitar fraudes. Além disso, ao optar por esse tipo de crédito, é preciso ficar de olho aos juros, IOF, tributos e outras despesas.

Empréstimo no cartão de crédito, vale a pena?

Como funciona o empréstimo no cartão de crédito?

O empréstimo no cartão de crédito funciona de forma parecida ao empréstimo pessoal convencional, no entanto, a linha de crédito está associada ao cartão, mas ainda assim sem comprometer o limite de crédito disponível mensalmente. Além disso, não é necessário possuir uma conta corrente da instituição financeira escolhida para solicitar o crédito, basta ter o cartão de crédito, pois as parcelas serão cobradas na fatura.

Na prática, o empréstimo no cartão de crédito funciona assim: se o consumidor possui conta corrente no banco X, mas solicita o crédito no banco Y, onde possui um cartão de crédito ativo, após aprovação, o valor solicitado será depositado na conta corrente do banco X.

As parcelas desse empréstimo, por sua vez, serão cobradas diretamente na fatura do cartão do banco Y, instituição que disponibilizou o crédito e onde o solicitante possui o cartão de crédito ativo. Vale dizer que o valor liberado para empréstimo no cartão de crédito é diferente do limite disponível mensalmente para compras. Da mesma forma, ao realizar o empréstimo, não há interferência no limite mensal do cartão de crédito.

Como pedir empréstimo no cartão de crédito?

Para solicitar o empréstimo no cartão de crédito é preciso, como dito anteriormente, possuir um cartão de crédito ativo com a instituição financeira. Então, basta entrar em contato com o banco em questão para consultar a disponibilidade do serviço. Em alguns casos, as operadoras oferecem a simulação online, para que o cliente avalie o valor disponível e as taxas de juros.

Ainda assim, de modo geral, pedir o empréstimo no cartão de crédito conta com cinco fases, são elas:

Simulação

A simulação é considerada uma etapa importante, pois é a partir dela que o consumidor avalia as condições do empréstimo, como prazo para pagamento, valor das parcelas e taxas de juros. Para realizar a simulação, normalmente, é preciso informar a renda mensal, quantia desejada, tempo para quitação e valor disponível para pagamento das parcelas. Como dito, algumas instituições financeiras oferecem a simulação online, portanto, basta entrar em contato e verificar.

Solicitação

Ao encontrar uma opção de empréstimo no cartão de crédito que corresponde às necessidades, é hora de realizar a solicitação. Assim como na etapa anterior, a simulação, diversas instituições financeiras permitem que a solicitação seja feita de forma online, apenas com o preenchimento de alguns dados pessoais e fornecimento de documentos.

Análise de crédito

Após enviar a solicitação de crédito, a instituição financeira realizará a análise de crédito, que nada mais é que verificar se o perfil do cliente está de acordo com os critérios da empresa, a fim de diminuir os riscos de inadimplência. Vale dizer que nessa etapa é levado em consideração o score e perfil de consumo do solicitante, consequentemente, é comum o banco consultar o histórico de pagamento das faturas anteriores do cartão de crédito.

Assinatura do contrato de empréstimo no cartão de crédito

Com a solicitação aprovada, a instituição financeira emite o contrato, que deverá ser assinado por ambos os lados. É importante, inclusive, que o consumidor tenha atenção aos detalhes que constam no documento sobre o empréstimo, como comparar se as condições estão de acordo com as firmadas inicialmente, bem como se há alguma cláusula adicional.

Liberação do dinheiro

Após assinar o contrato, o dinheiro solicitado é disponibilizado na conta corrente informada, dentro do prazo estipulado pela instituição financeira. Normalmente, esse prazo varia entre 24 e 48 horas úteis, no entanto, é válido confirmar com a operadora.

Sou negativado e assalariado, posso ter meu empréstimo negado?

Quanto tempo demora a análise de crédito?

A análise de crédito leva em consideração diversos fatores sobre o solicitante, como o comportamento financeiro e histórico de pagamentos e dívidas. Para isso, é comum que as instituições financeiras solicitem algumas informações, como:

  • CPF;
  • idade;
  • telefone;
  • endereço;
  • renda;
  • estado civil;
  • nível de escolaridade;
  • profissão.

Com esses dados, o banco verifica se há pendências do solicitante com a própria instituição, bem como verifica se há restrições no nome, através das empresas de proteção ao crédito, como Serasa e SPC. O intuito é entender o comportamento financeiro do consumidor e evitar possíveis inadimplências.

Dessa forma, tendo em mente que a análise de crédito passa por diversas etapas, não há como estipular uma regra ou prazo fixo para análise de crédito, no entanto, é comum que as instituições demorem entre um e cinco dias úteis. Apesar disso, é possível, a depender do caso, que o processo leve até 15 dias para ser finalizado.

Por fim, vale lembrar que o consumidor deve, em qualquer circunstância, analisar as condições oferecidas pela instituição ao solicitar o empréstimo no cartão de crédito, bem como sempre realizar contato com a operadora através dos canais oficiais da empresa, de modo a evitar qualquer tipo de fraude.

Ficou mais alguma dúvida sobre o empréstimo no cartão de crédito? Deixa nos comentários. Ah, e não deixe de nos acompanhar nas redes sociais também, para ficar por dentro de tudo: @finanzero no Instagram, /FinanZero no Facebook e @finanzero no Twitter.