Máscara

A máscara se tornou uma aliada contra o coronavírus

Com o intuito de proteger a população do novo coronavírus, o Ministério da Saúde vem orientando que todos os cidadãos usem máscaras para sair de casa caso haja alguma necessidade. Contudo, apenas recentemente foi divulgado que as máscaras artesanais de tecido também são eficazes para barrar a propagação do vírus.

Desde o início da pandemia provocado pelo vírus a procura por máscaras descartáveis aumentou significativamente. Isso colaborou para que as mesmas sumirem das prateleiras, e até dos hospitais. Provocando assim uma escassez do material de prevenção, o qual também é necessário para os trabalhadores da área da saúde.

Com essa alta na demanda o País começou a comprar máscaras de proteção de fornecedores nacionais e internacionais, em grandes quantidades. Mas, essa demanda é para garantir a proteção dos profissionais de saúde, que trabalham na assistência às pessoas doentes.

Por isso, no caso dos civis que estão em quarentena a recomendação é o uso de máscaras caseiras, feitas de tecido. Cada máscara pode proteger uma pessoa do contágio por até duas horas. Isso significa que, além de eficiente é um equipamento fácil de ser feito em casa e aliado no combate à propagação do coronavírus no País.

Para ser eficiente como uma barreira, a máscara precisa seguir as seguintes recomendações:

  • Ter no mínimo duas camadas de pano;
  • Ser individual e intransferível;
  • Precisa ser feita de materiais resistentes como: tecido de algodão, tricoline, TNT ou outros tecidos;
  • Feita na medida correta de cada rosto, para cobrir totalmente a boca e nariz;
  • Ser usada por no máximo duas horas;
  • Após o uso é necessário lavar em água, sabão e água sanitária;
  • Caso fique úmida durante o uso é preciso realizar a troca imediatamente.

Veja também – Como manter a saúde mental na quarentena?

Como fazer a máscara de proteção?

Antes de começar a produzir é importante ressaltar que em nenhuma hipótese pode compartilhar uma máscara. Dessa forma, cada pessoa precisará fazer as suas e como a troca deve ser feita de duas em duas horas é importante ter mais de uma pronta para uso.

Para produzir uma máscara é necessário:

  • 2 retângulos de tecido de algodão de 25 cm por 15 cm;
  • 2 tiras elásticas (podem ser elásticos para cabelo, elástico comum ou tiras de tecido);
  • régua;
  • agulha;
  • lápis;
  • linha.

Passo a passo:

  • Faça uma bainha de até 0,6 cm nos lados mais compridos e uma bainha de 1,25 cm nos lados mais curtos dos retângulos de tecidos cortados.
  • Fixe ambas as bainhas com uma linha;
  • Coloque os elásticos entre as bainhas mais largas (serão as tiras que devem se adequar a orelha);
  • Após colocar os elásticos, dê um nó nos extremos;
  • Puxe com cuidado as tiras elásticas até que os nós fiquem dentro da bainha;
  • Junte os dois extremos da máscara que tem o elástico até ajustá-los ao tamanho do rosto do usuário;
  • Costure os elásticos no tecido para não saírem do lugar certo.

Quem não deve usar máscara de proteção?

De acordo com o Ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, as máscaras não devem ser utilizadas por pessoas que não consigam removê-las sem assistência, inclusive adultos, pois a mesma pode acarretar no sufocamento do usuário. Com isso, é importante verificar se a pessoa tem a mobilidade de retirar e colocar a máscara quando necessário.

Além disso, as crianças podem não estar 100% seguras ao utilizarem as máscaras devido ao tamanho delas por exemplo, já que elas não são eficientes se não estiverem corretamente ajustadas ao rosto. A criança pode ver o utensílio como um brinquedo e ficar removendo-a, então, pode se contaminar por outros orifícios.

Veja também – Simule seu empréstimo e encontre as melhores taxas de juros do mercado!

Por que usar máscara contra o coronavírus?

Para as pessoas que não se encaixam no grupo mencionado no tópico acima, a recomendação é fazer o uso recorrente da máscara, mesmo que caseira, sempre que houver a necessidade de sair de casa. Para que haja um impedimento do fluxo de contágio do vírus por pessoas contaminadas assintomáticas, que não sabem que estão portando a doença.

A prevenção é a única forma de combater a epidemia, pois ainda não foi descoberto uma vacina contra o coronavírus. E a doença pode se propagar de diferentes formas de acordo com o organismo de cada pessoa. E em alguns casos, o covid 19 pode levar ao óbito antes mesmo do diagnóstico completo.

Além disso, a ideia de que apenas idosos sofrem com a doença é errada. Apesar de grande parte do número de casos graves girarem em torno de pessoas com idades acima de 60 anos, o coronavírus pode atacar pessoas de todas as idades.

O que é novo coronavírus (covid 19)?

O novo coronavírus, conhecido também por covid 19, é uma doença infecciosa cusada por um vírus recentemente descoberto. Essa doença tem sintomas parecidos com os de uma gripe comum, como por exemplo:

  • tosse;
  • febre;
  • dificuldades respiratórias;
  • falta de paladar e olfato;
  • entre outros.

Como prevenção, especialistas pedem para que a população lave as mãos com frequência, evite tocar o rosto e ter contato próximo (um metro de distância) com pessoas que não estejam bem ou são desconhecidas.

Ficou com mais alguma dúvida sobre como fazer uma máscara em casa? Deixe nos comentários, e não se esqueça de seguir a FinanZero nas redes sociais: @finanzero no Instagram, /FinanZero no Facebook e @finanzero no Twitter.