Dados bancários influenciam, e muito, a decisão de um banco em te ceder um empréstimo. Saiba o porquê disso!

Vamos supor que você tenha resolvido que é hora de fazer aquela viagem dos sonhos ou, então, finalmente começar a pós-graduação. Também vale abrir aquela loja que você sempre quis, por exemplo. Chega de perder tempo! Para tirar o seu sonho do papel, você resolve pedir um empréstimo. Tudo certo até aqui, né? Mas tem uma coisa que você acha estranha: por que preciso colocar os meus dados bancários para fazer um pedido? E aí você desiste e o seu sonho, mais uma vez, vai para outra hora, outro dia, outro ano.

dados bancários

Fique tranquilo(a), vamos te explicar a importância desses dados e como eles serão usados para a aprovação do seu empréstimo. Depois de ler este post, você vai saber o que a instituição financeira fará com eles e como ter sua conta atualizada e positiva pode te ajudar – e muito!

Quando você vai solicitar um empréstimo, alguns pré-requisitos são necessários para que ele seja aprovado. É importante que você defina as condições desta transação para poder apresentar ao banco: quanto você vai pedir emprestado, em quantas parcelas vai pagar, quais as taxas de juros que você pode arcar e etc.

Se algum desconhecido te pede dinheiro emprestado, você vai logo averiguar quem é a pessoa, certo? No caso dos bancos e financeiras não é diferente. Imagina, agora, que são inúmeras pessoas pedindo dinheiro emprestado. A instituição precisa ter a garantia de que o valor que ela emprestará será devolvido. É para isso que existe a análise de crédito.

Dados bancários e a análise de crédito

A análise de crédito é, basicamente, um raio-x do seu perfil financeiro. O credor vai pegar os seus dados e analisar todo o seu histórico financeiro, principalmente as suas dívidas, a sua renda, seu comprometimento de pagamento, a sua conta bancária, tudo. Com esses dados em mãos, ele consegue cruzá-los e definir se você é uma pessoa que tem um perfil de bom pagador, ou seja, se tem o costume de pagar em dia suas contas e conseguirá arcar com o quantia que está solicitando. Já um mal pagador, é entendido como alguém que gasta muito mais do que ganha, não tem uma renda fixa e não tem muita certeza de como irá pagar as parcelas do empréstimo.

Por isso, até mesmo antes da análise, é importante que você tente deixar a sua vida financeira o mais estável possível. Uma boa dica é começar uma planilha de orçamento, anotando tudo o que movimenta o seu dinheiro: gastos, ganhos, investimentos, financiamentos, empréstimos e no que você aplica essa grana. Acesse o nosso post sobre planejamento financeiro, pode te ajudar!

Quanto mais positiva for a sua vida financeira, maiores serão as chances de você ter boas notícias na sua solicitação. É por isso que seus dados bancários são requisitados: eles permitem que o banco possa ver o seu histórico. No entanto, não se preocupe, pois ninguém poderá entrar na sua conta ou fazer movimentação no seu dinheiro. Se isso acontecer, entre em contato com a instituição, pois esta prática é ilegal.

dados bancários

“Eu prometo que vou pagar!”

Formalização é tudo, heim? Para a sua segurança, bem como da instituição financeira, é importante que tudo o que for decidido seja registrado em papel. Na hora da solicitação, não deixe de ler todos os tópicos do contrato para evitar surpresas. Sem os seus comprovantes documentados, fica difícil para o banco poder fazer uma liberação de crédito de forma satisfatória. Por isso, invista em atualizar os documentos necessários para poder pedir o empréstimo.

No entanto, fique ligado(a): não forneça os seus dados bancários para qualquer um. Fique atento(a) aos sites que solicitam essas informações – se você achar estranho por algum motivo, não se cadastre! Procure fazer empréstimos em financeiras reconhecidas no mercado e bancos que você já tem uma familiaridade. No mundo da tecnologia, a sua comodidade vem em primeiro lugar.

Ficou com mais alguma dúvida sobre dados bancários? Deixe nos comentários, e não se esqueça de seguir a FinanZero nas redes sociais: @finanzero no Instagram, /FinanZero no Facebook e @finanzero no Twitter.