Os principais impostos que uma microempresa paga representa diversas finalidades que muitas vezes não são especificadas no ato de quitação

Diversas pessoas se preocupam com o valor dos impostos, mas, na verdade, o mais importante é entender quais são esses impostos e qual a função deles. Uma microempresa paga muitos, e vai depender bastante da sua atividade para saber o que cada um refere-se.

Os principais impostos que uma microempresa paga são:

  • COFINS: Contribuição para o Financiamento da Seguridade Social  
  • CSLL: Contribuição Social sobre Lucro Líquido 
  • CPP: Contribuição Previdenciária Patronal 
  • IRPJ: Imposto de Renda Pessoa Jurídica 
  • PIS: Programa de integração Social 
  • ISS: Imposto sobre Serviços 

São muitas siglas, não?

Para microempresas optantes do Simples Nacional  a maioria dos tributos vêm reunidos no Documento de Arrecadação do Simples Nacional (DAS), o que facilita muito, assim o pagamento é feito de uma só vez.

Ainda assim, é importante saber o que está pagando. A seguir vamos mostrar um pouco mais sobre cada um dos citados acima.

O que preciso pagar na parcela de empréstimo?

O que é Contribuição para o Financiamento da Seguridade Social (COFINS)?

A contribuição vai à Seguridade Social e é calculada sobre o o dinheiro que entra dentro da microempresa. Sendo assim, varia de acordo com o regime de tributação, sendo: variável para o Simples Nacional; 3% no Lucro Presumido e 7,6% no Lucro Real.

Contribuição Social sobre Lucro Líquido (CSLL)

Essa contribuição é calculada sobre os lucros líquidos com o objetivo de arcar com a Seguridade Social. A alíquota está entre 9% e 20% e vai depender de qual atividade é exercida dentro da microempresa que está em questão.

O que é Contribuição Previdenciária Patronal  (CPP) para Microempresa?

O cálculo para cobrança da CPP para microempresa é com base na folha de que é distribuída de acordo com o valor a ser pago e é variável para o Simples Nacional . Além disso, é fixado em 20% para os demais regimes de tributação.

O que é Imposto de Renda Pessoa Jurídica (IRPJ)para Microempresa?

O IRPJ tem um cálculo sobre o lucro nos últimos 12 meses.

Com isso, os optantes pelo Simples Nacional pagam 15% mais 10% caso lucrem mais de R$20.000 por mês apurado. Para os optantes pelo Lucro Real e Lucro Presumido as declarações é de 3 em 3 meses e variam conforme as atividades.

O que é o Programa de integração Social (PIS)?

O PIS é um dos impostos mais conhecidos. Pois, ele é vai para o seguro desemprego e o abono. Com isso, ele sofre um fatiamento de acordo com o Regime Tributário, sendo:

  • variável para o Simples Nacional;
  • 0.65% para o Lucro Presumido
  • 1,65% para o Lucro Real.

O que é o Impostos Sobre Serviço (ISS) para Microempresa?

O ISS é o Imposto sobre Serviço e ele é Municipal para quem tem microempresa, o cálculo é feito sobre o valor dos serviços que a empresa tem. Varia de acordo com a região e pode ser de 2% a 5%.

Quanto que uma Microempresa paga de imposto?

O que é SIMEI?

O SIMEI é o regime fiscal dos microempreendedores individuais (MEIs). Com isso, todos os impostos são unidos em um único boleto mensal, no valor de:

  • Em média: R$ 52,95 para o comércio e indústria (ICMS);
  • Sendo assim, até R$ 56,95 para o setor de serviços (ISS);
  • R$ 57,95 para o comércio e serviços (ICMS e ISS).

Simule seu empréstimo com o melhor buscador de crédito pessoal online!

Pagamento do Simples Nacional

O valor de impostos no Simples Nacional é de 9,3% do faturamento. Ao optar pelo Simples Nacional, a microempresa paga todos os impostos em uma única guia (DAS), com alíquotas adequadas ao seu faturamento e segmento.

Além disso, ficou com mais alguma dúvida sobre o assunto? Deixe nos aqui e não se esqueça de seguir a FinanZero nas redes sociais: @finanzero no Instagram, /FinanZero no Facebook e @finanzero no Twitter.