O que é o carnê, como funciona essa forma de pagamento, como pedir empréstimo pessoal no carnê e onde fazer a solicitação

Em um cenário de recuperação econômica em detrimento da pandemia do coronavírus, as buscas por termos relacionados a “empréstimo” subiram no Google. Os dados são do Índice FinanZero de Empréstimo (IFE), que aponta que a alta foi de 29% em setembro de 2021, na comparação com o mesmo período do ano anterior.

Assim, torna-se interessante para que o consumidor conheça os meios de pagamento disponíveis na contratação de crédito. Em geral, as opções de pagamento das instituições financeiras são:

  1. Débito em conta;
  2. Boleto bancário;
  3. Cheques;
  4. Carnê;

Nesse post a redação da FinanZero abordará a última forma de pagamento da lista: o carnê. Veja abaixo o que é, como funciona, além de obter dicas de como realizar um empréstimo seguro.

Empréstimo pessoal para negativado confiável: onde pedir?

Como fazer portabilidade de empréstimo consignado?

O que é o carnê?

O carnê é um meio de pagamento no qual vários boletos são emitidos antecipadamente, sendo comum em vendas parceladas de lojas ou mesmo de serviços. O carnê, em geral, costuma ser uma opção útil para quem:

  • não possui cartão de crédito;
  • possui limite baixo no cartão de crédito;
  • prefere visualizar em mãos todos os boletos faltantes;

Os carnês possuem sempre a mesma data de vencimento, acordada entre as partes no ato da venda ou contratação do serviço.

Qual a diferença entre carnê e boleto?

A diferença principal entre o carnê e o boleto é a emissão dos vencimentos. Ao passo que o boleto é emitido mensalmente, sendo liberado pela instituição financeira via Correios ou e-mail, o carnê tem todas as suas parcelas emitidas de antemão.

Como funciona o empréstimo pessoal no carnê?

O empréstimo pessoal online no carnê funciona da mesma forma que a contratação de crédito feita com outro meio de pagamento, como boleto ou débito em conta. O valor do empréstimo será acrescido de uma taxa de juros, além de taxas de serviços da instituição financeira. O total dessas taxas é intitulado Custo Efetivo Total (CET).

De acordo com a normas do Banco Central, todas e quaisquer taxas cobradas pelas financeiras devem estar inclusas no CET. E o CET está incluso nas parcelas cobradas do cliente. Assim, é ILEGAL qualquer cobrança antecipada feita por alguma suposta “empresa”.

Instituições sérias, confiáveis, seguras e regulamentadas pelo Banco Central não realizam qualquer tipo de cobrança antecipada na liberação de crédito. Todas as cobranças só são iniciadas após o dinheiro do empréstimo cair na conta do cliente.

Dicas de como fazer um empréstimo seguro

  1. Nunca faça depósitos antecipados em pedidos de empréstimo. Mesmo que você esteja com o CPF negativado (nome sujo). As chances de ser vítima de um estelionato, o famoso “golpe”, são altas.
  2. Não divulgue os valores desejados nas redes sociais. Assim, os estelionatários obtêm essa informação e entram em contato com as vítimas oferecendo exatamente o valor que elas publicaram, com as condições “perfeitas” de parcelamento e taxa de juros.
  3. Pesquise sobre a empresa antes de assinar o contrato. Verifique a reputação e a presença da instituição nas redes sociais.

Como fazer empréstimo pelo carnê?

Os pré-requisitos para fazer uma solicitação de empréstimo pessoal online no carnê são:

  • Ser maior de 18 anos;
  • Ter um comprovante de renda;

Onde fazer empréstimo no carnê?

A FinanZero, que é um buscador de empréstimos online, conta com parceiros que aceitam o carnê como forma de pagamento. São mais de 50 instituições financeiras cadastradas em nossa plataforma. Para fazer um pedido, siga o passo-a-passo:

  1. Acesse o site da FinanZero;
  2. Selecione o valor desejado;
  3. Selecione a quantidade de parcelas desejada;
  4. Clique em “avançar” e complete os dados pessoais solicitados;

Como simular um empréstimo pessoal?

O que é empréstimo pessoal online?

Além disso, siga a FinanZero nas redes sociais: @finanzero no Instagram, /FinanZero no Facebook e @finanzero no Twitter.