Os depósitos do Auxílio Brasil acontecem pelo aplicativo “Caixa Tem”, mas alguns beneficiários estão relatando não recebê-lo, neste caso, o que deve ser feito?

Apesar de não haver um procedimento oficial para seguir, milhões de beneficiários sobrevivem apenas com o Auxílio Brasil e o seu atraso pode ser angustiante. Os aplicativos do governo são acessados por milhares de brasileiros ao mesmo tempo, o que gera certa instabilidade no sistema, ocasionando falhas.

Os beneficiários que não receberam o Auxílio Brasil devem reunir evidências que confirmem seus direitos. É essencial ter prints que justifiquem o não recebimento do pagamento e o comprovante de que a pessoa faz parte da lista de beneficiários, no qual consta o nome do titular, além de todas as outras provas, como ligações e cópias de reclamações feitas no site oficial da Caixa Econômica ou em outros.

Depois de seguir estes passos, é hora de ir até uma agência Caixa e registrar a denúncia ou registrá-la por meio dos canais de atendimento, feito isso, é necessário aguardar a análise por parte da instituição. Salienta-se que apenas se o problema não for resolvido deve-se recorrer a justiça.

Quem recebe Auxílio Emergencial vai receber Auxílio Brasil?

Quem tem direito ao Auxílio Brasil?

O Auxílio Brasil será disponibilizado para as famílias de baixa renda, mas neste primeiro mês de novembro, o pagamento será realizado apenas para as pessoas que já recebiam o Bolsa Família. Já estando inserido neste programa social, o depósito será automático. As famílias inscritas no Cadastro Único, mas que não faziam parte do Bolsa Família, permanecerão em uma lista de espera.

Para o mês de dezembro, o governo pretende ampliar a inscrição, com a intenção de beneficiar 17 milhões de famílias, assim terão direito, sem contar com os que já recebiam o Bolsa Família, os que:

  • Estiverem com o Cadastro Único atualizado para Programas Sociais
  • Vivem na circunstância de extrema pobreza, com renda familiar mensal de até R$ 100,00 por pessoa
  • Contam com renda familiar mensal de no máximo R$ 200,00 por pessoa

Como fazer o cadastro no Auxílio Brasil?

Para se inscrever no programa, é necessário fazer parte do Cadastro Único. Na situação de a pessoa já estar cadastrada, mas sem receber o Bolsa Família, é preciso atualizar o cadastro caso este tenha mais de dois anos, ou haja tido mudança de endereço, renda ou outros dados.

É importante lembrar que mesmo após o cadastro feito, o recebimento do Auxílio Brasil não será imediato, visto que ainda não há um prazo estabelecido para a efetuação do pagamento.

Qual será o novo valor do auxílio Brasil?

Como saber se vou receber o Auxílio Brasil?

Como dito anteriormente, as famílias que recebiam o Bolsa Família, irão receber o Auxílio Brasil automaticamente, sem a necessidade de fazer um recadastramento, já para os novos beneficiários, é possível realizar a consulta através do site do Cadastro único e do Telefone da Caixa.

Para realizar a consulta via telefone, deve-se seguir os passos:

  • Ligar para 0800 426 02 07
  • Digitar a opção 3
  • Digitar a opção 4
  • Digitar o número do CPF ou do NIS

Como consultar se vou receber o Auxílio Brasil pelo CPF?

Também é possível realizar a consulta para descobrir sobre o recebimento deste programa social, através do aplicativo “Auxilio Brasil”, disponível para Android (Baixe aqui) e IOS (Baixe aqui). A consulta é feita pelo CPF e para realizá-la deve-se seguir os passos:

  • Clicar em “Consultar”
  • Entrar no aplicativo e realizar o cadastro. (Para os que já tinham o app do Bolsa Família, a senha é a mesma). Também é possível logar utilizando a senha do Caixa TEM.
  • Consultar o benefício

Tem mais alguma dúvida sobre como fazer um empréstimo? Deixa nos comentários! Ah, e não deixe de acompanhar a FinanZero por aqui e nas redes sociais: @finanzero no Instagram, /FinanZero no Facebook e @finanzero no Twitter.