Contrariamente à última semana, o Boletim Focus voltou a reduzir a previsão para o PIB deste ano

O Boletim Focus desta segunda-feira (26) reduziu a expectativa do Produto Interno Bruto (PIB) do Brasil para 2019, de 0,83%, para 0,80%. Em movimento semelhante, o relatório também diminuiu a projeção para o Índice Nacional de Preços de ao Consumidor Amplo (IPCA).

O IPCA, medidor oficial da inflação no Brasil, encerrará em 3,65% neste ano, conforme os economistas consultados para compilar o Boletim Focus desta semana.

O Boletim Focus é uma publicação semanal feita pelo Banco Central (BC) composta pelas previsões de analistas e economistas de 100 instituições financeiras. Assim, o boletim reflete as perspectivas econômicas do País do mercado financeiro.

O PIB é a soma (em valores monetários) de todos os bens e serviços finais produzidos numa determinada região (no caso do relatório, a projeção é referente ao crescimento econômico do Brasil).

Saiba mais clicando aqui – Como economizar dinheiro? Confira 5 dicas simples

Crise diplomática estimula desânimo com PIB

A piora na expectativa do PIB brasileiro ocorre na semana em que o País enfrenta uma crise diplomática. Diversos países fazem críticas às políticas ambientais do governo do presidente da República, Jair Bolsonaro (PSL).

Uma reunião emergencial do G7, grupo que se reúne anualmente e inclui as sete maiores economias mundiais, foi agendada às pressas e teve início no último sábado (24). A cúpula deve se encerrar hoje.

Nesta manhã, o presidente da França, Emmanuel Macron, prometeu que o grupo enviará 20 milhões de euros para fortalecer o combate às queimadas e o reflorestamento da região Amazônica.

Macron tem se posicionado contra as políticas ambientais brasileiras, e contra Bolsonaro. O francês afirmou que espera que os brasileiros “tenham um presidente que esteja à altura do cargo” muito rapidamente.

Fazem parte do G7 os seguintes países:

  • Alemanha;
  • Canadá;
  • Estados Unidos;
  • França;
  • Itália;
  • Japão;
  • e Reino Unido

Veja também – Simule seu empréstimo pessoal e receba ofertas pré-aprovadas em até 5 minutos!

Outras projeções macroeconômicas

Confira abaixo os principais dados macroeconômicos do Brasil, previstos pelo mercado financeiro no Boletim Focus:

  • IPCA: para 2019, o mercado reduziu a projeção de 3,71% para 3,65%. Enquanto para 2020, a expectativa caiu de 3,90% para 3,85%.
  • PIB: para 2019, os analistas cortaram a previsão de 0,83% para 0,80%. Ao passo que para 2020, o crescimento foi revisto de 2,20% para 2,10%.
  • Dólar: para 2019, o câmbio está previsto para encerrar a R$ 3,80, contra R$ 3,78 da semana passada. Já para 2020, a expectativa foi mantida para fechamento em R$ 3,81.
  • Taxa Selic: para 2019, o mercado manteve a projeção em 5%. Em contrapartida, para 2020, os economistas alteraram a previsão de 5,5% para 5,25%.

Apesar da queda da projeção do IPCA nesta semana, o índice ainda encontra-se dentro do intervalo de tolerância da meta da inflação deste ano. O Conselho Monetário Nacional (CMN) estipulou que a meta da inflação deste ano é de 4,25%, com intervalo entre 2,75% e 5,75%.

Para conferir o Boletim Focus na íntegra, clique aqui.