Com a divulgação feita pelo IBGE do PIB positivo no segundo trimestre deste ano, Boletim Focus volta a subir projeção anual do crescimento econômico

O Boletim Focus divulgado nesta segunda-feira (2) voltou a aumentar as expectativas do Produto Interno Bruto (PIB) do Brasil para 2019. Assim, os analistas consultados pelo Banco Central (BC) preveem um crescimento econômico de 0,87%, contra 0,80% na última segunda-feira (26).

Em contrapartida, houve redução da previsão do Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA). De 3,65% na última semana, para 3,59% nesta. O IPCA é o medidor oficial da inflação no Brasil

O Boletim Focus é uma publicação semanal feita pelo Banco Central (BC) composta pelas previsões de analistas e economistas de 100 instituições financeiras. Assim, o boletim reflete as perspectivas econômicas do País do mercado financeiro.

O PIB é a soma (em valores monetários) de todos os bens e serviços finais produzidos numa determinada região. No caso do relatório, a projeção é referente ao crescimento econômico do Brasil.

Saiba mais clicando aqui – Brasil tem crescimento econômico de 0,4% no 2T2019; entenda o que é PIB

Ruptura com possibilidade de recessão anima mercado e projeção do PIB de 2019 sobe

Na última quinta-feira (29), o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) publicou o resultado do PIB do segundo trimestre deste ano. Contrariamente ao pessimismo do mercado, o Brasil de fato apresentou crescimento econômico no período.

Se no primeiro trimestre o Brasil obteve PIB de -0,2%, entre abril e junho houve uma alta de 0,4% na produção brasileira em valores monetários.

Assim, o País se distancia de uma recessão econômica, que ocorre quando uma região apresenta PIB negativo por pelo menos dois trimestres consecutivos.

Isto explica o otimismo do mercado nesta semana. Após o Ibovespa encerrar com 101.134 pontos e o dólar a R$ 4,14 a última sexta-feira (30).

Outras projeções macroeconômicas

Confira abaixo os principais dados macroeconômicos do Brasil, previstos pelo mercado financeiro no Boletim Focus:

  • PIB: para 2019, os analistas elevaram a previsão de 0,80% para 0,87%. Ao passo que para 2020, o crescimento estimado permaneceu a 2,10%.
  • IPCA: para 2019, o mercado reduziu a projeção de 3,65% para 3,59%. Enquanto para 2020, a expectativa foi mantida a 3,85%.
  • Dólar: para 2019, o câmbio está previsto para encerrar a R$ 3,85, contra R$ 3,80 da semana passada. Já para 2020, a expectativa obteve leve alta de R$ 3,81 para 3,82.
  • Taxa Selic: para 2019, o mercado manteve a projeção em 5%. Assim como para 2020: os economistas mantiveram a 5,25%.

Apesar da queda da projeção do IPCA nesta semana, o índice ainda encontra-se dentro do intervalo de tolerância da meta da inflação deste ano. O Conselho Monetário Nacional (CMN) estipulou que a meta da inflação deste ano é de 4,25%, com intervalo entre 2,75% e 5,75%.

Para conferir o Boletim Focus na íntegra, clique aqui.