Caixa Econômica cadastra cerca de 1 milhão de chaves nos dois primeiros dias

Nesta segunda-feira (5), teve início o processo de cadastramento das chaves para o sistema de pagamento PIX. E, somente nos dois primeiros dias, a Caixa Econômica Federal já acumulou mais de 1 milhão de chaves.

E, claro, o aplicativo Caixa TEM não poderia ficar de fora da nova ferramenta. Isso porque, desde o início do pagamento dos benefícios sociais emergenciais, o volume de pessoas que acessam o aplicativo tem sido grande.

Por isso, Pedro Guimarães, presidente da Caixa, afirmou em entrevista para o Valor, que a maioria das chaves foram feitas pelos brasileiros que utilizam o aplicativo Caixa TEM.

No entanto, de acordo com Guimarães, boa parte dessas pessoas ainda possui dificuldades com ações tecnológicas e por isso, provavelmente precisarão de atendimento presencial.

Veja mais – Simule seu empréstimo e encontre as melhores taxas de juros do mercado!

O que é o PIX?

O PIX é um novo método de pagamento e de transferências instantâneo desenvolvido pelo Banco Central. Ele tem como objetivo facilitar e baratear as transações financeiras.

Isso porque, o PIX vai permitir que as transações financeiras aconteçam instantaneamente. Além disso, elas estarão disponíveis para acontecer em qualquer horário do dia e em qualquer dia da semana, incluindo feriados.

Eventualmente, a expectativa é que o sistema acabe substituindo os modelos tradicionais, como TED e DOC, aos poucos. No entanto, ao menos por enquanto, esses sistemas continuarão disponíveis.

Como vai funcionar?

Para ter acesso ao PIX basta ter uma conta-corrente, poupança ou salário, em um banco ou em uma fintech.

Dessa forma, dentro do aplicativo da sua conta, você consegue ter acesso ao cadastro da chave PIX – primeira fase do processo que foi elaborado pelo Banco Central.

Além disso, depois de seu lançamento, o dia e horário da transação pode ser combinado entre as partes e elas poderão ser feitas de quatro formas diferentes:

  • QR Code estático – poderá ser usado em múltiplas transações e permitirá que o usuário defina um valor fixo;
  • QR Code dinâmico – uso exclusivo para cada transação feita e vai ser permitido inserir informações adicionais;
  • Links gerados no smartphone,
  • Ou pela inserção de chaves.

Assim, é importante lembrar que essas “chaves” são dados (informações) sobre o usuário que vão servir como uma forma de identificação. Alguns exemplos de chaves são:

  • Número de celular do usuário;
  • Número do CPF (Cadastro de Pessoa Física);
  • E-mail do usuário,
  • Número do CNPJ (Cadastro Nacional da Pessoa Jurídica).

Veja também – Bolsa Família vai ser pago pelo Caixa TEM?

Qual cronograma do PIX?

ProcessoData
Fase de cadastramento05 de outubro de 2020
Lançamento16 de novembro de 2020

O PIX só vai estar disponível pelo Caixa TEM?

A princípio, de acordo com a Caixa, a Chave PIX estará disponível em três serviços:

  • App Caixa;
  • Caixa TEM,
  • Internet Banking.

Caixa TEM e os programas sociais

A Caixa Econômica usa o Caixa TEM para pagar três benefícios aos brasileiros:

Além disso, a instituição financeira está planejando usar o aplicativo para começar a pagar o benefício do Bolsa Família.

Por isso, todos os valores recebidos pelos benefícios estarão disponíveis para transferências instantâneas pelo PIX.

Ficou com mais alguma dúvida sobre a rentabilidade da poupança? Deixe nos comentários e não se esqueça de seguir a FinanZero nas redes sociais: @finanzero no Instagram, /FinanZero no Facebook e @finanzero no Twitter.