Calendário da última parcela do auxílio emergencial já está disponível para os beneficiários

O auxílio emergencial, benefício oferecido pelo Governo como forma de enfrentamento financeiro para pessoas de baixa renda, já ganhou a data da última parcela.

Inicialmente, o projeto do auxílio emergencial entrou em vigor com o intuito de oferecer três parcelas de R$ 600. Mas, após novas revisões do auxílio, foi determinado pelo Governo a inclusão da 4ª e 5ª parcela do benefício.

Confira abaixo o calendário da última parcela:

Nascidos em:​Crédito em Poupança Social Digital​Saque em dinheiro
Janeiro16/11/2020​26/11/2020​
Fevereiro16/11/202026/11/2020​
Março18/11/2020​01/12/2020​
Abril18/11/2020​01/12/2020​
Maio20/11/2020​03/12/2020​
Junho20/11/2020​03/12/2020​
Julho23/11/2020​08/12/2020
Agosto23/11/2020​08/12/2020​
Setembro 27/11/2020​10/12/2020​
Outubro27/11/2020​10/12/2020
Novembro30/11/2020​15/12/2020​
Dezembro30/11/2020​15/12/2020​

Como consultar a situação do meu auxílio emergencial?

Para consultar sua solicitação o processo é bem simples, basta:

  1. Acessar o site Consulta ao Auxílio Emergencial;
  2. Inserir os dados: Cadastro de Pessoa Física (CPF), nome completo, nome completo da mãe (ou optar por “mãe desconhecida”) e a data de nascimento;
  3. Clicar no quadrado ao lado da mensagem “Não sou um robô”,
  4. A situação do pedido aparecerá na tela.

Veja também – Como usar o aplicativo do Caixa Tem?

Quem é registrado pode perder o auxílio emergencial antes de chegar na 5ª parcela?

Sim. Isto ocorrerá se a assinatura do contrato de trabalho ocorrer enquanto o benefício ainda está sendo concedido pelo governo. O mais usual é que o próprio governo cancele o auxílio emergencial nesse caso.

Mas, se o governo não constatar o erro (pois estar sem emprego formal é critério para recebimento) durante a pandemia, poderá o fazer no futuro. Ou seja, a falha até pode passar batida durante a quarentena, mas a cobrança pode vir mais tarde.

Como transferir a 5ª parcela do auxílio emergencial

A transferência da 5ª parcela do auxílio emergencial é gratuita para:

  • Correntista da Caixa que transferir para outra conta da Caixa;
  • Correntista do Banco do Brasil que transferir para outra conta do Banco do Brasil;
  • Titular de Poupança Social Digital (veja abaixo o que é) que transferir para outra conta de qualquer instituição financeira com limite de 3 vezes;

São três parcelas de R$ 600 que os beneficiários receberão durante 3 meses. Por isso a disponibilidade de 3 transferências gratuitas da Poupança Social Digital.

Veja também – Não consigo transferir o dinheiro do Caixa TEM, o que fazer?

Por que tenho que esperar para sacar meu auxílio emergencial?

O motivo dos saques terem sido separados por meses de nascimento é para evitar que sejam formadas aglomerações em casas lotéricas e caixas eletrônicos 24 horas.

O auxílio emergencial é uma medida federal para minimizar efeitos da crise do coronavírus. Devido ao alto poder de disseminação do vírus, a quarentena obrigatória foi instaurada em diversos estados do Brasil.

Veja também – Como receber o Benefício Emergencial dePreservação do Emprego (BEm)?

Quanto tempo demora para o auxílio emergencial ser depositado?

No caso de a aprovação ter ocorrido recentemente o prazo informado pela Caixa é de até 5 dias úteis. Porém, no Twitter, a Caixa têm informado os beneficiários de que um atraso superior a este período pode ocorrer devido à quantidade massiva de depósitos.

Ou seja, não há pagamentos sendo feitos há pelo menos duas semanas. A recomendação é que o beneficiário aguarde.

Veja também – Simule seu empréstimo e encontre as melhores taxas de juros do mercado!

Ficou com mais alguma dúvida sobre o calendário da 5ª parcela do auxílio emergencial? Deixe nos comentários e não se esqueça de seguir a FinanZero nas redes sociais: @finanzero no Instagram, /FinanZero no Facebook e @finanzero no Twitter.