PicPay oferece cartão sem taxas de anuidade, adesão ou manutenção; confira como adquirir o seu

O cartão PicPay, também conhecido como PicPay Card é um cartão físico e digital, com bandeira Mastercard, que permite:

  • transações no crédito ou no débito, e
  • saques.

No entanto, para cada função existe uma regra. Isso porque na função débito, por exemplo, o dinheiro é do saldo da carteira PicPay. Já a função crédito funciona como um cartão de crédito normal, isto é, o cliente usa o PicPay Card nos estabelecimentos e paga a fatura na data de vencimento.

Além disso, na função crédito é possível pagar a conta de estabelecimentos físicos, dentro e fora do país, e em e-commerces nacionais e estrangeiros.

Confira – Peça uma cotação grátis e receba ofertas de empréstimo pessoal de até 10 parceiros FinanZero!

Como solicitar o cartão?

De acordo com a PicPay, a empresa faz análises constantemente em sua base de cliente e envia convites para que eles possam ter acesso ao cartão.

Por isso, caso você já tenha uma conta na empresa, basta acompanhar o aplicativo, provavelmente você receberá um convite quando a oferta ficar disponível.

Mas se você ainda não é cliente, é necessário fazer o cadastro. Para isso basta seguir o passo a passo:

  • Acesse o site oficial do cartão;
  • Preencha o formulário com as informações solicitadas – isto é, nome do titular, CPF, telefone, data de nascimento e e-mail;
  • Leia e, se concordar, aceite os termos de Política de Privacidade;
  • Clicar na opção “Entrar na lista”,
  • Por fim, aguarde o contato da empresa.

Quais são as condições?

Para ter acesso ao cartão da PicPay é necessário preencher alguns dos requisitos da empresa:

  • Ter ao menos 16 anos – de acordo com a PicPay, essa é uma regra do Banco Central;
  • Passar por uma análise de crédito – isso porque é nesse momento que a empresa vai analisar seu pedido e decidir recusar ou aprovar.

Leia também – O que fazer com as dívidas do cartão de crédito?

O que eu faço se não receber resposta?

De acordo com a instituição financeira, a PicPay faz análises continuamente em sua base de clientes. Por isso, caso o cliente tenha feito seu cadastro na lista de espera e não recebeu resposta ainda há chances de conseguir um PicPay Card.

Quais são as vantagens do Cartão PicPay?

De acordo com a PicPay, “o Card foi criado pra tornar a sua experiência com a gente ainda mais completa”. Por isso, ele tem as seguintes vantagens:

  • benefícios da carteira digital;
  • liberado para compras em estabelecimentos físicos e na internet;
  • sem taxa de anuidade, de adesão ou de manutenção.

Confira também – Como fazer cartão de crédito pela internet?

Como funcionam os saques?

Basicamente, com o PicPay Card o cliente consegue realizar saques em caixas do Banco24Horas. Mas é importante ressaltar que, na função crédito, os saques têm cobrança de algumas taxas como:

  • Saque nacional – R$ 9,90 + IOF (Imposto sobre Operações Financeiras);
  • Já quem tem atraso de fatura (rotativo ou posterior) e quer fazer um saque nacional paga R$ 16,90 + valor do IOF;
  • Por fim, saques internacionais têm cobrança de R$ 20 + valor do IOF.

Como aumentar o limite do meu cartão PicPay?

De acordo com a instituição, o PicPay Card não tem função para solicitar aumento de limite. Por isso, essa mudança acontece apenas de forma gradual, conforme uso do cartão e análises do sistema.

Como cancelar o cartão?

Caso o cliente queira cancelar o cartão é necessário entrar em contato com a empresa pelo Fale Conosco.

Além disso, existe a possibilidade de apenas bloquear o cartão. Mas quando isso acontece, apenas o cartão físico é desativado e o digital continua ativo. Para isso basta:

  • Acessar a opção “carteira” no aplicativo;
  • Selecionar “ver detalhes”;
  • Procurar pelos três pontinhos no canto superior direito e clicar em “configurar cartão”,
  • Por fim, basta tocar em “bloquear cartão”.

Além disso, ficou com mais alguma dúvida sobre o cartão da PicPay? Deixe nos comentários e não se esqueça de seguir a FinanZero nas redes sociais: @finanzero no Instagram, /FinanZero no Facebook e @finanzero no Twitter.