O extrato do CNIS é um documento que reúne informações sobre os vínculos empregatícios e previdenciários de uma pessoa.

É comum que alguns trabalhadores não conheçam, mas o extrato do CNIS é considerado um dos documentos mais importantes durante a solicitação da aposentadoria. Isso porque, é a partir dele que é feita a análise do pedido, já que ali constam informações relacionadas aos vínculos empregatícios e previdenciários do trabalhador.

A seguir, vamos explicar melhor como obter o extrato do CNIS e o que é esse documento.

Não consigo acessar o Meu INSS, o que fazer?

O que é o CNIS

A sigla CNIS se refere a Cadastro Nacional de Informações Sociais, que como dito inicialmente, se trata de um documento com todas as informações relacionadas aos vínculos trabalhistas e previdenciários do trabalhador.

Na prática, o CNIS funciona como um banco de dados do trabalhador, onde este consegue comprovar, através do extrato do CNIS, os vínculos, as remunerações e os recolhimentos no momento de solicitar benefícios do INSS, como a aposentadoria, por exemplo.

De modo geral, no extrato do CNIS constam as seguintes informações:

  • todos os vínculos empregatícios a partir de 1976, desde trabalhadores em regime CLT, até mesmo trabalhadores avulsos e empregados domésticos;
  • os recolhimentos realizados como contribuinte individual a partir de 1979;
  • o valor das remunerações mensais a partir de 1990.

No caso de trabalhadores que desejam comprovar informações anteriores a esses períodos, é possível utilizar também a Carteira de Trabalho e contratos de trabalho.

Também é a partir desse extrato que são comprovados ao Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) a data de filiação do trabalhador à Previdência Social, tempo de contribuição e períodos de recebimento de benefícios previdenciários, como Auxílio Doença.

Como corrigir dados bancários na carteira de trabalho digital?

Como conseguir o extrato do CNIS

O extrato do CNIS pode ser obtido através do site ou aplicativo Meu INSS e também em uma das agências do INSS.

Site Meu INSS

Para conseguir o extrato do CNIS por meio do site Meu INSS, é preciso acessá-lo com CPF e senha. Na página inicial, é preciso clicar na opção “Serviços”, disponível na parte superior da tela. Depois, é só clicar em “Extratos/certidões/declarações” e, em seguida, selecionar “Extrato de contribuições (CNIS)”, conforme mostrado abaixo:

Como conseguir o extrato do CNIS no meu inss

Na tela seguinte, é só clicar em “Baixar PDF”, disponível no final da página. Também é possível escolher entre a versão completa, que possui vínculos e remunerações, e a versão resumida, que apresenta somente os vínculos. Pronto, o extrato do CNIS será baixado para o computador.

Aplicativo Meu INSS

O processo no aplicativo Meu INSS, disponível para Android e iOS, é parecido ao site. Portanto, ao baixá-lo, o acesso é realizado através do cadastro gov.br, que exige senha e CPF para login. Em seguida, na página inicial, é só clicar nas três barras disponíveis no canto superior esquerdo e, depois, clicar na opção “Extrato de Contribuições (CNIS)”.

Extrato do CNIS app Meu INSS

Da mesma forma, haverá o botão para “Baixar PDF” no final da tela, e também é possível escolher entre a versão completa e a resumida.

Agência do INSS

Outra possibilidade para conseguir o extrato do CNIS é ir até uma agência do INSS. Contudo, neste caso, é necessário realizar um agendamento através do portal Meu INSS. Sendo assim, após realizar o login, é preciso descer até a opção “Agendamentos/Solicitações”.

Agendamento INSS

Então, é só clicar no botão “Novo requerimento” e escrever o serviço desejado, neste caso, “Extrato Previdenciário CNIS”. Nas telas seguintes haverá instruções do INSS para o dia da retirada do documento.

Ficou mais alguma dúvida sobre como conseguir o extrato do CNIS? Deixa nos comentários! Ah, e não deixe de acompanhar a FinanZero por aqui e nas redes sociais: @finanzero no Instagram, /FinanZero no Facebook e @finanzero no Twitter.