Se você tem o sonho de comprar seu primeiro automóvel, saiba que financiar o carro pode ser uma ótima opção!

Ter o automóvel próprio é o sonho de muita gente – inclusive, pode ser um dos seus. A vontade de abandonar o transporte público e investir na locomoção particular e ter mais liberdade são pontos que motivam os brasileiros a comprar um carro.

Porém, como a gente sabe, não é um bem barato. Então, como fazer para realizar esse sonho? Bom, chegou a hora de você conhecer o financiamento de automóvel e saber como financiar o carro.

Veja também – Simule seu empréstimo pessoal e receba ofertas pré-aprovadas em até 5 minutos!

Como funciona o financiamento

Para que esperar juntar todo o dinheiro se você pode fazer um acordo com um banco ou financeira? De forma resumida, esse acordo é o financiamento.

Nele, a instituição financeira libera um valor para que você possa completar o preço total do seu carro. Mas, não é exatamente como um empréstimo, e a gente vai te explicar o porquê.

Quando você vai financiar o carro, você precisa dar um valor de entrada. Normalmente, ele corresponde a 10% do preço do automóvel, e precisa ser pago à vista.

Todo o resto é parcelado com o banco, em um número de parcelas e valores que você acorda com a instituição. A liberação acontece após a clássica análise de crédito, para ter certeza de que você terá condições de arcar com as parcelas.

O interessante desta transação é que não tem participação da concessionária, ela é feita diretamente com o banco. Ele libera o montante que falta e você vai pagando mensalmente, até quitar totalmente a sua dívida. Enquanto você estiver em débito, não poderá vender ou repassar o automóvel, pois ele estará vinculado à instituição financeira.

É importante saber também que não existe financiamento sem juros. Todos os pagamentos mensais contarão com a sua parcelinha de taxas, que pode variar dependendo de qual banco você escolheu para financiar o carro.

Por isso, pesquise bastante quais taxas e valores contemplam a sua necessidade. Assim, você não se atrapalha e nem deixe de pagar as parcelas.

Documentos para financiar o carro

Para saber como financiar o carro, o primeiro passo é fazer uma simulação no banco ou financeira de sua escolha para ter uma noção de quanto você precisará comprometer da sua renda mensal com as parcelas do financiamento. E separe os seguintes documentos para fazer a solicitação:

  • RG;
  • CPF;
  • Comprovante de renda.

Mas, fique atento(a): a instituição financeira pode pedir outros papéis, então tenha tudo preparado de antemão.

Achei parecido com o empréstimo!

De fato, o financiamento é bem parecido com o empréstimo, mas algumas diferenças são fundamentais. Quando você solicita um empréstimo, recebe o dinheiro em conta e pode fazer o que quiser com ele, seja investir em algum sonho ou quitar suas dívidas.

No caso do financiamento, você não recebe o dinheiro em mãos, visto que o banco paga diretamente à concessionária. O objetivo deste valor é bem definido, e você não pode mudar de ideia e tentar usar o dinheiro para qualquer outra coisa.

Refinanciar ou financiar o carro?

como-financiar-carro-image

São duas coisas bem diferentes. No financiamento, você faz um empréstimo do banco para poder comprar o seu carro e pagar ao longo dos meses. É o primeiro passo para você se tornar dono efetivo de um automóvel.

No refinanciamento, você já tem um automóvel no seu nome e precisa pegar um empréstimo. Nesta modalidade, o seu bem é colocado como garantia do pagamento das parcelas, ou seja, você prova que vai conseguir pagar a sua dívida mês a mês.

Caso você atrase ou deixe de pagar, a instituição financeira em questão tem o direito de leiloar o seu carro para cumprir o resto do pagamento. Simule um refinanciamento clicando aqui.

Apesar de serem duas modalidades de crédito, elas são focadas em objetivos diferentes. O financiamento é direcionado para te ajudar a completar o valor de algum bem específico. Já o refinanciamento, funciona se você quiser pedir crédito para outros motivos, como quitar alguma dívida ou investir na sua educação. 

Não consegui financiar o carro! E agora?

Se você não conseguiu a liberação para financiar o seu carro, não se desespere: invista em um empréstimo. Existem diversas modalidades que você pode recorrer para conseguir uma graninha extra, como o refinanciamento de imóveis, e o empréstimo pessoal.

Basta pesquisar e ver qual tem as melhores condições para você. Quer uma dica? Procure pelo formato que tem menores taxas de juros para não comprometer o seu rendimento mensal. 

Ficou com mais alguma dúvida sobre financiar o carro? Deixe nos comentários, e não se esqueça de seguir a FinanZero nas redes sociais: @finanzero no Instagram, /FinanZero no Facebook e @finanzero no Twitter.