O aplicativo Meu INSS permite aos usuários realizar diversas ações e consultas. Para recuperar a senha é possível utilizar o próprio app, através do e-mail cadastrado.

O aplicativo Meu INSS surgiu a partir da plataforma, oferecida pela Previdência Social, e está disponível para Android e iOS. Através dele os beneficiários podem acessar diversos serviços, como:

  • solicitar um benefício ou acompanhar o andamento de um pedido;
  • simular a aposentadoria;
  • tirar extratos para Imposto de Renda;
  • obter comprovante de pagamento de benefício, contribuição no CNIS (Cadastro Nacional de Informações Sociais), empréstimos e afins;
  • agendar perícia médica;
  • atualizar dados cadastrais e entre outros.

Apesar de popular, o aplicativo Meu INSS ainda gera dúvidas entre os usuários sobre como ativar a conta e recuperar a senha, por exemplo. Por isso, vamos explicar como realizar alguns procedimentos no app.

Como consultar o extrato do INSS?

Como ativar o aplicativo Meu INSS?

Para acessar o aplicativo Meu INSS é necessário cadastrar uma conta, contudo, é importante destacar que o acesso ao Meu INSS é feito através do login do portal gov.br. Isso porque, os serviços oferecidos pelo governo federal foram unificados, portanto, a conta utilizada para acessar portal gov.br, dará acesso ao aplicativo Meu INSS.

Portanto, para acessar o app, basta realizar o seguinte passo a passo:

  • na tela de login, clique em “Entrar”;
  • em seguida, informe o CPF e a senha utilizados no gov.br e clique “avançar”;
  • então, será preciso autorizar que o aplicativo Meu INSS acesse as informações, clicando no botão “autorizar”.

Pronto, o aplicativo estará ativo e será possível acessar os serviços oferecidos através do menu, disponível no canto superior esquerdo da tela.

Como recuperar a senha do app Meu INSS?

Para recuperar a senha do aplicativo Meu INSS, é necessário seguir o procedimento de login normalmente, portanto, na página inicial, clique no botão “entrar com gov.br”. Em seguida, informe o CPF e clique em “avançar”.

Então, clique em “esqueci minha senha” e, na tela de recuperação, clique em “não sou um robô”. Em seguida, será possível escolher uma das opções para recuperação de senha, sendo assim, é possível utilizar o e-mail cadastrado, telefone, biometria facial ou o Internet Banking dos bancos credenciados.

Cada opção contará com um procedimento diferente, basta seguir as orientações do aplicativo para concluir o processo e gerar uma nova senha para acesso.

Como recuperar a conta bloqueado do Meu INSS?

Para recuperar o acesso à conta bloqueada do Meu INSS, a recomendação é realizar o procedimento de recuperação de senha, citado anteriormente. Contudo, se esse procedimento não for o suficiente, ou seja, se a conta continuar bloqueada, o ideal é entrar em contato com a Central de Atendimento do INSS, através do telefone 135.

Como transferir dinheiro do Caixa Tem pelo Pix?

Como se cadastrar no gov.br

O portal gov.br foi criado em 2018 e integra serviços e informações relacionados ao governo federal. Portanto, ao se cadastrar, o usuário passa a ter um acesso digital unificado a diversos serviços públicos, como o e-CAC, a Carteira de Trabalho Digital e o Meu INSS, por exemplo, conforme citado inicialmente.

Dessa forma, para se cadastrar no gov.br é possível utilizar seis opções: validação facial, Internet Banking, Bancos Credenciados, CPF, Certificado Digital e Certificado em Nuvem. A seguir, vamos explicar cada um deles.

Validação facial

Para se cadastrar utilizando a validação facial, será preciso, inicialmente, acessar a página de login do gov.br e informar o CPF. Na tela seguinte, clique em “Crie sua conta gov.br” e, depois, selecione a opção “Validação Facial no app Meu gov.br”. Feito isso, realize as seguintes ações:

  • clique no botão “Gerar QR Code”, disponível no canto inferior direito;
  • abra o aplicativo Meu gov.br, clique no botão “Ler QR Code gov.br” e aponte a câmera do celular para a tela do computador;
  • então, marque que leu e concorda com os termos e condições e clique no botão “aceitar”.

A próxima etapa é a validação facial, portanto, será preciso posicionar o rosto de frente para a câmera frontal do celular, além de seguir as orientações do aplicativo para piscar os olhos e sorrir. Após o sistema validar as informações, será necessário tirar uma foto, também de acordo com a orientação do aplicativo.

Após a validação facial, é o momento de realizar a validação dos dados pessoais, para isso, serão solicitadas informações como nome completo e CPF. Em seguida, escolha como deseja ativar a conta, se por e-mail ou SMS e, na tela seguinte, informe o código de acesso enviado para a opção escolhida, cadastre uma senha e finalize o processo.

Internet Banking

Para se cadastrar através do Internet Banking, é preciso selecionar a opção correspondente na página inicial do gov.br. Vale destacar que os bancos credenciados, isso é, que permitem essa operação, são:

  • Banco do Brasil;
  • Banrisul;
  • Banese;
  • Bradesco;
  • Caixa Econômica Federal;
  • Itaú;
  • Santander;
  • Sicoob.

Portanto, a conta será criada a partir da geração de uma senha temporária, que deverá ser trocada no primeiro acesso do usuário ao portal. Além disso, essa primeira etapa, de geração da senha temporária, varia de acordo com o banco escolhido, logo, a recomendação é seguir o passo a passo de cada instituição, disponível neste link.

Em alguns casos, a senha demora de 24 a 48 horas para ser ativada pelo banco. Então, com a senha temporária em mãos, retorne à página inicial do gov.br e realize o login com o CPF e a senha em questão. Na tela seguinte, informe a senha temporária novamente e cadastre uma senha definitiva.

Bancos credenciados

O portal gov.br permite utilizar o Banco do Brasil, Santander, Banrisul, Bradesco, Banco de Brasília, Caixa Econômica Federal e Sicoob para efetuar o cadastro. Sendo assim, na página inicial do gov.br, clique em “Bancos Credenciados” e, após ler e aceitar os Termos de Uso, clique em “Avançar”.

Vale ressaltar que cada banco estipula um processo, portanto, será preciso seguir as orientações do banco escolhido para concluir o cadastro. Contudo, em todos os casos será enviado um código de acesso, por e-mail ou SMS, que será solicitado na etapa final para cadastrar uma senha.

Cadastro com CPF

Essa opção é a mais utilizada entre os usuários do gov.br, nela será preciso informar o CPF e nome completo, além de preencher a caixa de ciência dos termos de uso. Na etapa seguinte, de validação dos dados, são realizadas algumas perguntas ao usuário, como data de nascimento e nome da mãe, a fim de garantir que não haja uso ou acesso indevido da conta.

Feito isso, basta escolher se deseja receber o código de acesso através do e-mail ou SMS e, na tela seguinte, informá-lo no campo solicitado. Por fim, é só cadastrar a senha definitiva de acesso ao gov.br.

Certificado Digital

O cadastro através do Certificado Digital está disponível para pessoas físicas, portanto, ao escolher essa opção, é preciso aceitar os termos de uso e clicar em “Ler Certificado Digital”, disponível no canto inferior direito.

Em seguida, confira se os dados estão corretos e clique em “Avançar”. Então, basta escolher se deseja receber o código de acesso por e-mail ou SMS e, na tela seguinte, informar o código enviado, bem como cadastrar uma senha de acesso.

Certificado em nuvem

O cadastro através do certificado em nuvem está disponível para:

  • SafeID;
  • NeoID;
  • BirdID;
  • RemoteID;
  • Vidaas.

Então, escolha o tipo de certificado que deseja utilizar e marque a opção “Li e estou de acordo com os Termos de uso”. Em seguida, clique no botão “Ir para”, disponível no canto inferior direito.

Na etapa seguinte será preciso conferir se os dados estão corretos e selecionar como deseja receber o código de ativação da conta, se por e-mail ou SMS. Após clicar em “Avançar”, a tela seguinte exigirá o código de acesso enviado, e na posterior é necessário cadastrar uma senha. Feito isso, a conta será criada.

Tem mais alguma dúvida sobre o acesso ao aplicativo Meu INSS? Deixa nos comentários. Acompanhe a FinanZero também nas redes sociais: @finanzero no Instagram, /FinanZero no Facebook e @finanzero no Twitter.