O aplicativo Caixa Tem permite aos usuários realizar transferências e pagamentos, bem como consultar valores oriundos de benefícios. Para recuperar a senha, é possível abrir uma solicitação no próprio app.

Criado em 2020, o Caixa Tem funciona como uma conta poupança digital, aberta gratuitamente para beneficiários de programas sociais, como o Auxílio Emergencial e o BEm (Benefício Emergencial de Preservação do Emprego e Renda).

Através do aplicativo Caixa Tem, os usuários pode acessar diversos serviços, por exemplo, pagamento de boletos, transferências e compras, realizadas por meio do cartão de débito virtual ou QR Code. Além disso, o serviço também conta com o sistema de pagamentos Pix.

Após baixá-lo, o usuário deve utilizar o CPF e uma senha de acesso, cadastrada por ele e composta por números. Contudo, em caso de esquecimento, é possível recuperar a senha e cadastrar uma nova.

Como obter extrato do Caixa Tem?

Como recuperar a senha do Caixa Tem?

É importante destacar que não é possível consultar a senha cadastrada, portanto, o usuário deverá cadastrar uma nova senha para acesso ao Caixa Tem. Sendo assim, basta seguir o seguinte passo a passo:

  • ao acessar o aplicativo, clique em “Entrar”;
  • informe o número do CPF e clique em “Próximo”;
  • na tela seguinte, abaixo do campo em que deve ser informada a senha, haverá a opção a opção “Recuperar senha”, então, clique nela;
  • será preciso informar o CPF novamente, por medida de segurança.

Feito isso, acesse o e-mail cadastrado, pois será enviado um link para redefinição de senha. Caso não encontre na “Caixa de entrada”, verifique também a pasta de “Spam” ou “Lixo eletrônico”. Lembre-se de verificar o remetente, pois o e-mail será enviado pelo “Login Caixa”

Após localizá-lo, clique no link, que ficará disponível por 12 horas. Em seguida, será feito o redirecionamento para uma nova página, onde será possível cadastrar uma nova senha, que deverá seguir algumas regras da Caixa, são elas:

  • a senha deve ser numérica e conter, pelo menos, 6 dígitos;
  • não pode utilizar o CPF ou data de nascimento;
  • não é permitido números sequenciais, ou seja, a senha não deve repetir um mesmo número de forma consecutiva.

Após definir a nova senha, clique em “Continuar”. Então, é só acessar novamente o aplicativo com o CPF e a nova senha cadastrada.

Como alterar o e-mail cadastrado no Caixa Tem

Para alterar o e-mail cadastrado no Caixa Tem, o usuário pode utilizar o aplicativo ou entrar em contato com a Caixa. Contudo, a primeira opção, realizar a alteração via app, só está disponível para quem tem acesso ao e-mail cadastrado anteriormente.

Neste caso, basta fazer o seguinte:

  • abra o aplicativo Caixa Tem e clique na opção “Preciso de ajuda”;
  • haverá uma lista de opções, então, clique em “Desejo trocar o e-mail cadastrado, como proceder?”;
  • por fim, haverá outras três opções, cabe ao usuário escolher qual delas se adequa à sua necessidade.

Por outro lado, quem deseja alterar o e-mail cadastrado, mas não tem mais acesso a ele, deverá entrar em contato com o Suporte Tecnológico da Caixa, através do telefone 3004 1104, para capitais, ou o 0800 726 0104, para as demais cidades. Esse procedimento é necessário para evitar possíveis golpes às contas dos beneficiários.

Como recuperar a senha do aplicativo Meu INSS?

Por que não consigo acessar o Caixa Tem?

Apesar de oferecer diversos serviços, alguns usuários relatam problemas durante o acesso, por isso, vamos mostrar a seguir algumas dicas que podem contribuir à normalização do Caixa Tem.

Atualize o aplicativo: um dos motivos que podem bloquear o acesso do usuário ao serviço, é quando o aplicativo está desatualizado. Em situações assim, basta acessar a loja de aplicativo do celular, Play Store ou App Store, buscar pelo app Caixa Tem e clicar no botão “Atualizar”.

Se preferir, também é possível clicar no link acima, para ser direcionado automaticamente para a página do Caixa Tem, na loja de aplicativos.

Verifique se não está na sala de espera: a sala de espera do Caixa Tem foi criada com o intuito de não sobrecarregar o sistema. Portanto, ao abrir o aplicativo, é possível que o usuário não tenha acesso imediatamente às funcionalidades, pois está na fila de espera. Quando isso acontece, uma mensagem é mostrada, indicando a posição na fila de atendimento e o tempo médio de espera.

Atualize os dados cadastrais: caso haja inconsistência cadastral, o aplicativo apresentará uma mensagem de erro e, em seguida, dará orientações. Em situações de dados incompletos, por exemplo, será preciso anexar os documentos solicitados para, em seguida, desbloquear o aplicativo. Vale lembrar que esse processo costuma ser totalmente digital.

Evite dias e horários de pico: os primeiros dias úteis do mês costumam receber mais acessos simultâneos, por isso, a recomendação é evitar acessar nessas datas ou, caso não seja possível, buscar horários alternativos, como após às 20h. Isso porque, ao receber diversos acessos, o sistema pode ficar lento e contar com instabilidades. Além disso, em momentos assim, há maior probabilidade do usuário aguardar na fila de espera.

Tem mais alguma dúvida sobre o acesso ao Caixa Tem? Deixa nos comentários. Acompanhe a FinanZero também nas redes sociais: @finanzero no Instagram, /FinanZero no Facebook e @finanzero no Twitter.