CPF na nota: para que serve, qual a vantagem, como ver o saldo existente e como resgatar o dinheiro acumulado na nota fiscal

Segundo dados da Secretaria da Fazenda e Planejamento do Estado de São Paulo (Sefaz/SP) foram distribuídos cerca de R$26,08 milhões aos cadastrados no Programa Nota Fiscal Paulista. As distribuições foram realizadas neste mês de setembro e são referentes a compras feitas em maio de 2021. Entre o valor, R$13,2 milhões são destinados a instituições filantrópicas e R$12,6 a pessoas físicas.

O programa de recompensas para os cidadãos que utilizam o CPF em notas fiscais pode ser vantajoso e está disponível para alguns estados brasileiros. Abaixo estão as principais questões sobre o assunto, a fim de sanar as eventuais dúvidas que possam surgir entre a população.

Microcrédito Caixa TEM: quem tem direito e como solicitar

Para que serve o CPF na nota fiscal?

O CPF na nota fiscal é uma iniciativa do governo para evitar a sonegação de impostos e garantir o recolhimento do Imposto sobre Circulação de Mercadoria e Serviço (ICMS). Dessa forma, ao informar o CPF na nota o cliente contribui para que os impostos obrigatórios sejam pagos pelo estabelecimento, garantindo que não acontecerá a sonegação fiscal.

A ocultação de valores financeiros é crime, já que as empresas podem ocultar os ganhos para pagar menos impostos à Receita Federal. Quando o cliente aceita utilizar o CPF na compra, o estabelecimento é obrigado a gerar a nota e assim pagar os impostos sobre ela.

Qual vantagem de colocar CPF na nota fiscal?

Conforme mencionado, a aceitação do CPF na nota contribui para a economia do País ao auxiliar o combate à sonegação fiscal. Alguns estados brasileiros, com o intuito de incentivar a prática, oferecem um programa de vantagens aos cidadãos que realizarem a ação. Então, ao colocar o CPF na nota fiscal, os cidadãos podem ter as seguintes vantagens:

Descontos

Alguns estados podem oferecer descontos em impostos como IPTU e IPVA, no ano seguinte, para os cidadãos que acumularem determinado número de notas fiscais com o CPF. Além disso, é possível ganhar descontos em demais compras e na declaração do imposto de renda. Porém, é válido consultar como o estado do cidadão oferece os descontos.

Prêmios

São realizados sorteios mensais com prêmios que variam de R$5 mil a R$1 milhão. As notas com CPF dos consumidores são sorteadas e quanto mais notas o cidadão possuir mais chance ele terá de ganhar. As premiações são realizadas em lotéricas e vale conferir quais são as opções disponíveis em cada região.

Resgate

Existe a possibilidade de resgate dos créditos acumulados a cada 6 meses, por transferência bancária. Em alguns estados o cidadão pode trocar a pontuação por ingressos de shows ou recarga de celular. Contudo, o resgate consiste em uma porcentagem que pode variar de região para região.

Doações

Além das recompensas comentadas, o indivíduo pode doar o valor acumulado em notas fiscais para ONGs e demais instituições sociais que desejar.

É possível solicitar um cartão de crédito com o nome sujo?

Como ver o saldo do CPF na nota fiscal?

A verificação do saldo do CPF na nota fiscal pode variar de região para região. Isso porque, cada estado pode possuir um método diferente. Em São Paulo, por exemplo, para verificar o saldo na nota fiscal os cidadãos devem acessar o site da nota fiscal paulista e inserir os dados solicitados.

Porém, em outros estados o site para consulta pode variar. Por isso, abaixo estão listados os estados e os respectivos links para consultar o saldo e demais informações sobre o CPF na nota fiscal.

Como resgatar o dinheiro do CPF na nota fiscal?

O resgate do valor acumulado em notas fiscais para os cidadãos que utilizam o CPF em suas compras depende de cada estado. Dessa forma, assim como para a consulta, é indicado buscar qual o site da região que é utilizado para obter informações sobre as notas. Questões como datas para o resgate e valor mínimo que pode ser recolhido podem ser distintas em cada região e são informadas nos sites de consulta.

Como consultar o PIS pelo site da Caixa?

E então, restou mais alguma dúvida sobre como resgatar o dinheiro do CPF na nota fiscal? Se sim, deixe aqui o seu comentário que nós lhe ajudamos.

Além disso, siga a FinanZero nas redes sociais para mais dicas e para nos acionar quando quiser: @finanzero no Instagram, /FinanZero no Facebook e @finanzero no Twitter.