Instituições adotam medidas para ajudar os clientes com boletos em dia devido ao Coronavírus

O Covid19, também conhecido como novo coronavírus, gerou uma pandemia mundial, a qual afetou trabalhadores de diversos segmentos no Brasil. Muitos autônomos não conseguiram trabalhar enquanto a situação não se estabilizar. Além disso, colaboradores de centenas de empresas estão em casa e não terão a remuneração completa no mês de abril.

Visando ajudar essa situação, algumas instituições financeiras estão abertas e comprometidas em atender pedidos de prorrogação, por 60 dias, dos alguns vencimentos de dívidas de clientes. Essa ação é voltada para pessoas físicas, autônomos, micro e pequenas empresas. Contudo, a prorrogação só é válida para os contratos vigentes que possuem os pagamentos em dia.

A Federação Brasileira de Bancos (Febraban) estimulou as instituições a realizar a prorrogação de 60 dias após anunciar que os bancos citados abaixo estabeleceram essa norma durante a pandemia:

  • Banco do Brasil;
  • Bradesco;
  • Caixa;
  • Itaú;
  • Santander.

Confira mais clicando aqui – Quanto rende a poupança?

Tem prorrogação de empréstimo na FinanZero?

A FinanZero é um buscador de empréstimo 100% online e gratuito que não oferece crédito aos clientes. O solicitante faz a simulação de empréstimo e pode encontrar até 10 ofertas de empréstimo dos nossos parceiros, as quais condizem com o perfil do mesmo.

Contudo, alguns dos parceiros da FinanZero que oferecem crédito pessoal, refinanciamento de imóvel e refinanciamento de veículo estão prorrogando o prazo de pagamento das parcelas que estão em dia por até 60 dias, sem custos adicionais aos clientes. São eles:

Creditas

  • Carência de 60 dias para a primeira parcela dos novos contratos e para os autônomos.
  • As negociações podem ser realizadas por meio do telefone:
  • (11) 3522-8009 (capitais e demais regiões metropolitanas).

BV

  • Prorrogação de até 60 dias para pagar as próximas parcelas do empréstimo (válido apenas para clientes sem parcelas em atraso).
  • Para realizar qualquer negociação basta ligar na central de 2ª a 6ª feira, das 7h às 22h pelos telefones:
  • 3003 1616 (capitais e demais regiões metropolitanas);
  • 0800 701 8600 (demais localidades).

Vale lembrar que todas as negociações para a prorrogação de pagamento devido ao novo coronavírus devem ser feitas de casa, por meio dos números de telefone citados acima.

Quais as medidas econômicas contra o coronavírus?

Infelizmente, não serão todas contas que poderão ser prorrogadas pelo período de 60 dias. Por isso, o Conselho Monetário Nacional (CMN) aprovou no dia 16 de março, durante uma reunião extraordinária, duas medidas que podem facilitar a renegociação de R$ 3,4 trilhões em empréstimos. Tais medidas pretendem ajudar a economia brasileira nesse momento de enfrentamento contra o novo coronavírus.

A primeira medida que foi aprovada facilita a renegociação de crédito de algumas famílias em empresas que contam com uma boa capacidade financeira. Isso pode manter a regularidade das operações com os bancos.

E a segunda medida estimula que as instituições financeiras utilizem o próprio capital para ofertar empréstimo e renegociarem os que já foram solicitados pelos consumidores anteriormente. Isso porque, o CMN aumentou a diferença entre o capital efetivo e o capital mínimo que é necessário. Com isso, as instituições podem conceder mais empréstimos.

Como pagar as contas com a pandemia de Coronavírus?

A principal recomendação das autoridades de saúde para os brasileiros é ficar em casa. Principalmente, os idosos precisam evitem ao máximo sair de casa. Isso porque é uma forma de reduzir a propagação da pandemia de Covi19. Mas, os boletos continuam a como as contas de água, gás e luz ainda estão chegando normalmente.

Com isso, surge a dúvida de como conseguir quitar esses boletos sem poder sair de casa para trabalhar. Para ajudar, os parceiros da FinanZero continuam ofertando empréstimo com as melhores taxas do mercado mesmo nesse momento de crise. Para solicitar é fácil:

  • Entre no site da FinanZero;
  • Coloque o valor e número de parcelas que deseja pagar;
  • Insira os dados solicitados.

Depois é só aguardar as propostas de empréstimo que cabem no seu bolso.

Ficou com mais alguma dúvida sobre a prorrogação de pagamento de empréstimos devido ao coronavírus? Deixe nos comentários, e não se esqueça de seguir a FinanZero nas redes sociais: @finanzero no Instagram, /FinanZero no Facebook e @finanzero no Twitter.