FinanzeroBlogMercado

Desemprego no Brasil cai para 11,8% em julho, divulga IBGE

Desemprego no Brasil cai para 11,8% em julho, divulga IBGE

Compartilhe esse post:

Desemprego cai no trimestre encerrado em julho, e trabalho informal cresce

A taxa de desemprego caiu de 12,5% para 11,8% na comparação entre o trimestre encerrado em julho, ante aquele terminado em abril. Foram menos 609 mil pessoas desempregadas.

Mesmo com a queda, no país ainda tem 12,6 milhões pessoas procurando trabalho. Esses são os resultados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (PNAD Contínua), divulgada nesta sexta-feira (30) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

“A elevação de 1,2 milhão de pessoas no contingente de ocupados, com redução significativa da pressão sobre o mercado de trabalho (menos 609 mil pessoas desempregadas), provocou essa retração considerável na taxa”, explicou o gerente da PNAD Contínua, Cimar Azeredo.

desemprego
Fonte: IBGE.

Confira mais clicando aqui – Brasil tem crescimento econômico de 0,4% no 2T2019; entenda o que é PIB

Desemprego cai, mas trabalho informal bate recorde

No entanto, a melhora na taxa de desemprego está relacionada ao aumento do trabalho informal. No trimestre encerrado em julho, o total de empregados do setor privado sem carteira de trabalho assinada atingiu 11,7 milhões de pessoas. Este foi o maior contingente da série histórica iniciada em 2012.

O aumento em relação ao trimestre anterior foi de 3,9%, o que representa 441 mil pessoas nessa categoria. Já em relação ao trimestre encerrado em julho do ano passado, a elevação foi de 5,6%. Assim, houve um adicional de 619 mil pessoas.

Outro fator relacionado à informalidade são os trabalhadores por conta própria, os autônomos. Esta classe também atingiu o maior patamar da série: 24,2 milhões de pessoas.

O crescimento registrado foi de 1,4% na comparação com o trimestre anterior (fevereiro a abril de 2019). Isso significa que mais 343 mil pessoas adentraram este contingente. Em relação ao ano anterior, o indicador também apresentou elevação, de 5,2%. Ou seja, um adicional estimado de 1,2 milhão de pessoas.

Leia também – Dívida pública do Brasil sobe 0,38% em julho, diz Tesouro

Na visão do gerente da PNAD Contínua, a alta do trabalho informal frente ao desemprego do País não é um bom sinal. Pois significa que a economia ainda está fraca. Assim, seria mais positivo observar o mercado de trabalho com carteira assinada apresentando alta.

“Desde o início da crise econômica a inserção por conta própria vem sendo ampliada em função da falta de oportunidade no mercado formal. Um dos sinais de recuperação do mercado de trabalho, dada experiências em crises anteriores, é a redução desta forma de inserção, que atingiu o nível mais alto neste trimestre”, explicou Azeredo.

No trimestre, havia aproximadamente 28,1 milhões de pessoas subutilizadas no país. Esse grupo apresentou estabilidade frente ao trimestre anterior. Na comparação com o trimestre encerrado em julho de 2018, houve um aumento de 703 mil pessoas subutilizadas.

Para conferir na íntegra a publicação do IBGE referente ao desemprego no trimestre encerrado em julho de 2019, clique aqui.

Próximo artigo

IGP-M cai 0,67% em agosto, diz FGV. Mas o que isso significa?

O de agosto caiu 0,67%, mas você sabe o que é e para que serve este indicador calculado pela FGV? Clique para entender melhor.

Ler artigo completo

0 respostas para “Desemprego no Brasil cai para 11,8% em julho, divulga IBGE”:

  1. Não existe nenhum comentário nesse post ainda. Seja o primeiro!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Navegue por:

Benefícios do GovernoCréditoDestaquesFinanças PessoaisImpostosMercadoNegócios
PáginasFlip – Empréstimo para Pessoa JurídicaZippi – Empréstimo para Pessoa JurídicaJuvo – Empréstimo com garantia de celularBanco Inter – Crédito Consignado OnlineMycon – Consórcio OnlineFortBrasil – Cartão de CréditoSeguro de AutomóvelCrefaz – Empréstimo OnlineFinanciamento imobiliário – FinanZeroConsórcio de serviçosWill Bank – Cartão de Crédito OnlineBrasilCard – Cartão de Crédito OnlineQred: Empréstimo Empresarial OnlineCréditoJá – Refinanciamento de Imóvel OnlineNovo Saque: Crédito Pessoal OnlineFinnsaúde – crédito para saúdeConsórcio de imóveisConsórcio de automóveisApê 11 – Financiamento Imobiliário OnlineQindin – serviços onlineSuperdigital – serviços 100% onlineMister Money – Empréstimo onlineFinanZero- uma nova parceria ParcelexZanTomPay – Soluções em pagamentosZanTom – Empréstimo OnlineBLU365 – Empréstimo onlineTopsolus – Soluções financeiras online98 Pay – Soluções para pagamentosAqui Tem Cred – Empréstimo OnlineAmbler Bank – Empréstimo OnlineL&M – Consultoria em meios de pagamentoRodobens – Empréstimo com garantia de imóvelup.p – Antecipe seu FGTSJeitto – Crédito para pagar suas contas do mêsJBcred – Empréstimo Pessoal OnlineCentral da Visão – Procedimentos mais acessíveisQery – Empréstimo Pessoal OnlineVivo Valoriza EmpresasZema – Empréstimo Pessoal OnlineQista – Empréstimo Pessoal OnlineEmpréstimo com garantia de imóvelCapital Empreendedorhome 2022 teste abEmpréstimo com garantia de veículoEmpréstimo com Garantia de CelularEmpréstimo para MEISimulador de Empréstimo OnlineHome EquityEmpréstimo FGTSEmpréstimo para empresas
Solicite seu empréstimo