Caixa liberou as instruções sobre o que o usuário deve fazer caso erre os dados no cadastro do auxílio emergencial

A Caixa Econômica Federal (CEF) informou que os trabalhadores autônomos e informais que cometeram algum erro durante o cadastro no aplicativo Auxílio Emergencial Caixa poderão retificar seus dados.

Contudo, será necessário aguardar o período da primeira análise para conseguir fazer novamente o cadastro no app. Na prática, isto significa receber a negativa da aprovação da Caixa, para então colocar os dados novamente.

O prazo para que isso seja feito é de até 5 dias úteis após o recebimento do resultado da análise dos dados. Basta a pessoa ir até a aba do formulário de inscrição e fazer a correção.

Caso o pedido tenha sido contestado, o que só pode ser feito uma vez, não é possível alterar os dados. Um novo pedido deve ser feito no app.

Veja também – Quais são as regras da ampliação do auxílio emergencial?

Meu CPF foi regularizado mas ainda não recebi o auxílio emergencial, o que fazer?

A Caixa informou nesta segunda-feira (20) que realizou a regularização de 13,6 milhões de Cadastros de Pessoas Física (CPFs). Entretanto, estes dados estão sendo processados pela Empresa de Tecnologia e Informações da Previdência (Dataprev).

Como a prioridade é para que o processo seja 100% digital, com a disponibilização de aplicativos para facilitar os serviços, uma quantidade muito grande de dados foi gerada. O processamento destes dados demora um pouco, devido à limitação do sistema do governo e a falta de precedentes na história de um serviço com esta dimensão e propósito.

Para fazer o cadastro no aplicativo Auxílio Emergencial Caixa após o CPF ser regularizado, a recomendação é que:

  1. O cidadão retorne ao Google Play ou Apple Play (onde o app foi baixado) e clique na opção “Atualizar” caso esteja disponível;
  2. Caso não esteja disponível, o cidadão deverá desinstalar e instalar novamente o app;
  3. Caso mesmo assim não funcione, o usuário deverá aguardar e tentar no próximo dia: de preferência em horário de menor “pico”, como antes das 8h e depois das 20h;

Veja os links para acessar o download do aplicativo Auxílio Emergencial Caixa:

Veja também – Simule seu empréstimo e encontre as melhores taxas de juros do mercado!

Passou o período de análise, mas a Caixa não informou se o auxílio emergencial foi aprovado. O que fazer?

Durante o cadastramento no Auxílio Emergencial Caixa, o banco estatal informa que o período de análise é de 5 dias úteis. Contudo, isto é meramente uma estimativa. Mais de 40 milhões de pessoas já se cadastraram no app, e o governo está tentando suprir a demanda de análises.

Portanto, se o período estabelecido para a análise do benefício tenha passado, e a pessoa não recebeu um retorno, a recomendação é que aguarde. Isto não significa que o auxílio emergencial não será concedido, somente que o sistema da Caixa está sobrecarregado.

Veja também – Como evitar o golpe do auxílio emergencial?

Fui aprovado no Auxílio Emergencial Caixa, porém ainda não recebi o depósito. O que fazer?

O prazo estabelecido pela Caixa para realizar o depósito dos beneficiários aprovados é de 3 dias úteis. Se a pessoa informou uma conta bancária para o depósito, passado este período o cidadão poderá entrar em contato da Caixa por meio de:

  • Telefone: 111
  • Twitter: @Caixa

Apesar da primeira opção possuir mais chances de solução do problema, o usuário poderá identificar no perfil do Twitter do banco se está ocorrendo um problema com os pagamentos.

Entretanto, se a pessoa não optou pelo depósito em uma conta bancária com banco público já existente, o pagamento será feito em uma Poupança Social Digital aberta pela Caixa automaticamente.

Para acessar a Poupança Social Digital, é necessário baixar o aplicativo Caixa TEM e informar os dados pessoais:

Ficou com mais alguma dúvida sobre erros no cadastro ou recebimento do auxílio emergencial? Deixe nos comentários, e não se esqueça de seguir a FinanZero nas redes sociais: @finanzero no Instagram, /FinanZero no Facebook e @finanzero no Twitter.