O extrato de empréstimo consignado é importante para acompanhar a saúde financeira e ter um controle das informações do crédito solicitado; confira como ter acesso ao documento

O extrato de empréstimo consignado é um documento muito importante para que os clientes consigam conferir as informações sobre empréstimos realizados com desconto no benefício do INSS (Instituto Nacional do Seguro Social).

Basicamente, nele são informados:

  • Número do contrato ativo ou encerrado;
  • Nome da instituição financeira;
  • Valor total do contrato;
  • Valor das parcelas;
  • Número total de parcelas;
  • Por fim, margem disponível para novas contratações.

Por isso, o extrato serve como um resumo do empréstimo consignado.

O que é um extrato do empréstimo consignado?

Como dito anteriormente, esse documento contém todas as informações das transações de empréstimos no benefício do INSS, ou na folha de pagamento, realizados em um determinado período.

Por isso, o objetivo desse documento é ser um histórico com todos os dados importantes sobre o crédito que esteja em processo ou que foi encerrado. Como, por exemplo:

  • Detalhes sobre a instituição financeira;
  • Número de contratos ativos ou que já foram encerrados;
  • Valores contratados;
  • Número de parcelas;
  • Prazo de pagamento;
  • Margem consignável disponível – isto é, o quanto de margem de crédito a pessoa ainda pode solicitar.

Além disso, para a pessoa é uma ferramenta útil por três motivos:

  1. Com ele, é possível perceber se realmente contratou um empréstimo ou se aconteceu algum golpe;
  2. É possível detectar operações que não foram autorizadas;
  3. Por fim, também tem o papel de um controle e pode ajudar na hora do planejamento financeiro, já que contém todos os dados do crédito.

Como consultar o extrato?

O Instituto Nacional do Seguro Social oferece duas formas de solicitar o serviço: pela internet ou em uma agência de forma presencial.

Por isso, confira como consultar o extrato das duas maneiras:

Pela internet

Basicamente, para solicitar o extrato de forma digital basta ter acesso ao site Meu INSS e seguir o passo a passo:

  • Acesse o site do Meu INSS;
  • Selecione a opção “entrar” – caso seja o primeiro acesso, é necessário realizar cadastro, com senha de, no mínimo, 9 caracteres;
  • Por fim, após entrar na conta, basta escolher a opção “extrato de empréstimo consignado” no canto esquerdo da página e emitir o documento.

Presencial no INSS

Além da opção digital, o Instituto também oferece para os clientes podem emitir o extrato do crédito de forma presencial. No entanto, para isso, é necessário agendar a visita.

Por isso, quem optar por essa opção basta seguir o passo a passo:

  • Acesse o site do Meu INSS;
  • Entre em sua conta;
  • Clique em “novo requerimento”;
  • Digite no campo pesquisar a palavra “empréstimo” e selecione a opção que deseja;
  • Por fim, agende o melhor dia e hora na agência mais próxima.

Contudo, é importante lembrar que por conta da pandemia do novo coronavírus, é mais indicado solicitar o serviço de forma digital.

Quem pode solicitar o extrato do empréstimo consignado?

No caso do extrato no INSS, qualquer brasileiro que receba benefício de aposentadoria ou pensão por morte e tenha autorizado desconto por conta de crédito tem direito a solicitar o extrato.

Por isso, caso a pessoa esteja nessas condições, basta seguir o passo a passo anterior.

Confira também – Como se organizar para pagar as contas no início do ano? FinanZero responde

Quais documentos preciso ter para consultar o extrato?

Basicamente, o INSS solicita apenas dois documentos:

  • Documento do titular do crédito com foto;
  • Por fim, procuração ou termo de representação legal, documento de identificação com foto e CPF do procurador, se houver.

O que é empréstimo consignado?

O empréstimo consignado é uma linha de crédito em que o valor das parcelas é descontado diretamente na folha de pagamento do salário ou no benefício do INSS.

Por isso, apenas algumas categorias podem solicitar essa modalidade de empréstimo:

  • Aposentados ou pensionistas do INSS;
  • Pessoas com carteira assinada;
  • Funcionários públicos, e
  • Militares.

Quanto da minha renda pode ficar comprometida?

Para essa modalidade de crédito, o governo libera que o brasileiro comprometa até 35% da renda. No entanto, essa porcentagem deve ser dividida em:

  • Até 30% do salário ou benefício;
  • E até 5% do limite do cartão de crédito.

Contudo, é importante lembrar que essa porcentagem é o máximo que a pessoa consegue solicitar, mas que para conceder o empréstimo a instituição financeira faz uma análise de crédito. Por isso, essa margem pode variar de acordo com o perfil do solicitante.

Negativados podem solicitar empréstimo consignado?

Sim! Isso porque não existe nenhuma restrição que diga que negativados não podem solicitar essa linha de crédito.

Além disso, nessa modalidade, a restrição no CPF acaba interferindo muito pouco na taxa de juros. Isso porque o desconto é feito de forma automática. Por isso, as chances de inadimplência, isto é, do não pagamento das parcelas, são menores.

Por fim, ficou com mais alguma dúvida sobre extrato do empréstimo consignado? Deixe nos comentários e não se esqueça de seguir a FinanZero nas redes sociais: @finanzero no Instagram, /FinanZero no Facebook e @finanzero no Twitter.