Embora as empresas sejam obrigadas a informar sobre a inclusão do CPF do cliente no SPC, a regra nem sempre é respeitada. Então, como saber se meu nome está sujo?

Estar com o nome sujo já não é lá uma situação muito agradável. Pior ainda é descobrir isso por acaso, na hora de fazer um crediário ou de pedir um empréstimo para colocar as contas em dia. Contudo além de dificultar e muito o acesso ao crédito, estar com o nome sujo também pode causar problemas ao alugar um imóvel ou mesmo conseguir um emprego. Mas, como saber se meu nome está sujo?

Contribuindo para evitar constrangimentos, diversos serviços de proteção ao crédito permitem a consulta de CPF online. Porque, basta se cadastrar por meio de algum dispositivo conectado à internet, informando alguns dados pessoais. A seguir, confira o passo a passo de como fazer a consulta e veja dicas de como deixar seu nome limpo de uma vez por todas!

Afinal, em quais situações meu nome vai parar no SPC?

Digamos que, depois disso, esse mesmo cliente endividado quer fazer um financiamento. Antes de liberar o crédito, a instituição financeira consulta o SPC para saber se ele tem um histórico de bom pagador. Dessa forma, a empresa decide se faz o financiamento ou empréstimo e, em caso positivo, quais serão as taxas para compensar o risco de inadimplência.

Como visto, são as próprias empresas para quem o cliente está devendo que fazem o registro do CPF no SPC. Nesse sentido, é interessante destacar que o Código de Defesa do Consumidor não estabelece um prazo mínimo para a inclusão da dívida nos serviços de proteção ao crédito. No entanto, as empresas são obrigadas a notificar o cliente que seu nome será negativado.

Passo a passo: como consultar seu CPF no SCPC Boa Vista

Apesar da determinação do Código de Defesa do Consumidor, nem sempre o cliente fica sabendo que passou a ter nome sujo. Até porque, deixar de honrar pessoalmente um compromisso financeiro não é a única forma de ter seu nome incluído nos órgãos de proteção ao crédito.

Mas, infelizmente, existem grupos de pessoas mal-intencionadas, especializadas na falsificação de documentos para a obtenção de empréstimos, crediários, entre outros. Caso isso aconteça, quanto antes você ficar sabendo e fizer o boletim de ocorrência, melhor. E saiba como não cair em fraudes na internet aqui.

Veja como consultar seu CPF.

1 – Entre no site do Serviço Central de Proteção ao Crédito Boa Vista, clicando aqui.

2 – No canto superior direito, clique na opção “Cadastre-se”, ao lado do menu principal;

3 – Informe seu CPF, assinale a caixinha “Não sou um robô” e clique em “Verifique”;

4 – Você será redirecionado para uma nova página. Onde deverá preencher um formulário com nome completo, data de nascimento, e-mail, confirmação de e-mail e número de celular;

5 – Preencha com cuidado as informações, leia os termos e condições e, na parte inferior esquerda, clique em: “Li e concordo com o termo de uso e política de privacidade”. Em seguida, clique em “Cadastrar”;

6 – Você receberá um e-mail com um código de validação do cadastro. Caso não encontre o e-mail na sua caixa de entrada, verifique a caixa de Spam;

7 – No próprio e-mail recebido, clique em “Acesse aqui para utilizar seu código de validação” (em verde). Você será redirecionado para uma nova página;

8 – Copie e cole o código de validação e clique em “Validar”;

9 – Crie uma senha e pronto! Você já pode consultar seu CPF.

No painel principal da sua conta, você verá a opção “dívidas”. Onde ficam todas as informações referentes às empresas credoras para que você entre em contato e faça uma renegociação de dívidas. Caso seu nome esteja limpo, aparecerá a mensagem “nada consta”. Isso significa que o seu nome não está sujo.
A consulta de CPF no SCPC Boa Vista é gratuita e pode ser feita a qualquer momento acessando seu cadastro com senha e CPF.

O que fazer para limpar meu nome?

Não tem outro jeito. A única forma de tirar seu nome dos órgãos de proteção ao crédito é quitar as suas dívidas. Porque, uma boa alternativa é entrar em contato com os credores e tentar renegociar. Buscando taxas mais em conta e maior prazo para pagamento. Nesse sentido, fique atento ao Custo Efetivo Total da renegociação e dê preferência para o pagamento em parcelas fixas que cabem no seu bolso. Uma vez que a dívida foi renegociada, a empresa é obrigada a retirar o nome do cliente do SPC.

E então, não conseguiu negociar melhores condições? Ainda está com o nome sujo? Dependendo das taxas de juros aplicadas na sua dívida atual, outra saída é conseguir um empréstimo pessoal ou refinanciamento. Embora as taxas para negativados sejam um pouco mais elevadas. Elas ainda assim são mais vantajosas que as de dívidas, como de cheque especial e crédito rotativo do cartão.
Faça agora uma simulação de empréstimo na FinanZero para receber até 10 ofertas de crédito pré-aprovadas para você!