Pensando em comprar uma casa? Descubra como consultar o fundo de garantia retido!

Todo empregador é obrigado a depositar mensalmente o valor correspondente a 8% do salário bruto do empregado em seu fundo de garantia. Então, quando o trabalhador é mandado embora sem justa causa, ele pode sacar o valor acumulado no FGTS por aquele contrato. Já quando é o empregado que pede as contas ou ele é mandado embora por justa causa, esse dinheiro permanece guardado. Mas, como saber se meu fundo de garantia está retido?

De acordo com a atual legislação, o FGTS retido só pode ser sacado em algumas circunstâncias. É o caso, por exemplo, de aposentadoria, da compra de imóvel, de doenças terminais, entre outros. Neste post, informamos a lista completa. Porém, mesmo que você não se encaixe em nenhuma dessas condições, é interessante consultar quanto você tem de grana no fundo de garantia, até para saber se seus empregadores, de fato, fizeram ou têm feito os depósitos! A seguir, a gente explica direitinho como fazer isso.

Consulta para verificar se o fundo de garantia está retido: tenha em mãos o número do NIS

Para quem tem dificuldade de acesso à internet, a consulta ao FGTS pode ser feita pessoalmente. No entanto, graças à tecnologia, hoje em dia é possível conferir seu fundo de garantia sem sair de casa. Isso vale não só para as contas ativas, como também para as inativas.

Independente do canal utilizado, na hora da consulta, é importante ter em mãos o seu número de NIS (PIS/Pasep). Sigla para Número de Identificação Social. Pois, esse dado pode ser encontrado na carteira de trabalho, nos extratos do FGTS ou no Cartão Cidadão (no caso do PIS). Mas, caso você encontre alguma dificuldade, não se preocupe, pois existem outras formas de encontrar esta informação.

Como descobrir meu número de PIS/Pasep pessoalmente?

Olhar a carteira de trabalho é o jeito mais fácil de localizar seu número de Programa de Integração Social (PIS). Agora, digamos que você já tenha trabalhado com carteira assinada no passado, mas já se aposentou ou passou a trabalhar como autônomo e não sabe mais onde está o documento. Como saber seu número de PIS?

Para quem tem disponibilidade de tempo, uma alternativa é buscar a informação pessoalmente. Com RG e CPF em mãos, trabalhadores da iniciativa privada (PIS) devem se dirigir a uma agência da Caixa Econômica Federal. Desse modo, trabalhadores do setor público (Pasep) devem procurar o Banco do Brasil. Lá, eles poderão dar a informação após uma consulta no banco de dados.

Como descobrir meu número de PIS/Pasep pela internet?

Uma forma mais rápida de descobrir o número de NIS é pela internet. Para isso, você deverá acessar o site do Cadastro Nacional de Informações Sociais. Uma vez na página, localize a opção “Inscrição” no canto superior esquerdo e, em seguida, clique em “Filiado”.
Você será redirecionado para uma nova página, onde deverá informar: nome completo, nome da mãe, data de nascimento e CPF. Depois, clique em “continuar” e verifique o seu FGTS.

Atenção! Agora vem o pulo do gato. Assim que você clicar em “continuar”, é possível que apareça uma mensagem, em vermelho, informando que seus dados já constam no Cnis. O seu número de NIT (PIS/Pasep) vai aparecer no fim dessa mensagem.

3 formas de consultar o fundo de garantia retido: site, aplicativo ou pessoalmente

Agora que você já tem todos os documentos em mãos, finalmente chegou a hora de consultar se você tem fundo de garantia retido. Atualmente, é possível fazer isso de três maneiras diferentes:

Pelo site da Caixa Econômica Federal

Entre no site da Caixa (aqui você encontra o link direto para o extrato do FGTS, e verifique se existe Fundo de Garantia retido);
Informe seu número de NIT (PIS/Pasep) e clique em “Cadastrar Senha”;
Você será redirecionado para uma página com os Termos e Condiçõe. Pois, leia com atenção e clique em “Aceitar”;
Informe novamente seu nome completo, nome da mãe, número de NIT, CPF, data e município de nascimento, título de eleitor, clique em “continuar” e cadastre uma senha;
Pronto! Desse modo , você já pode consultar seu saldo do FGTS, clicando em extrato.

Pelo aplicativo oficial do FGTS para celular

Baixe o aplicativo oficial do FGTS gratuitamente na Google Play (Android), App Store (iOs) ou Windows Store (Windows Phone);
Clique na opção “Para o Trabalhador”;
Assim como no acesso pelo site, informe seu número NIS e senha ou clique em “Primeiro Acesso” para cadastro de uma nova senha;
Feito isso, já é possível consultar seu FGTS e atualizar seus dados cadastrais.

Pessoalmente, em uma agência da Caixa

Procure qualquer agência da Caixa em horário de atendimento;
Além de RG e CPF, de preferência, tenha em mãos também seu número NIS. No entanto, trabalhadores do setor privado podem consultar a informação na própria agência;
Dirija-se ao balcão de atendimento e consulte o FGTS;
A consulta também pode ser feita nos postos de autoatendimento, desde que você possua uma senha e o Cartão Cidadão.

A consulta também pode ser feita nos postos de autoatendimento, desde que você possua uma senha e o Cartão Cidadão.
Uma vez registrado no site da Caixa e no aplicativo, você também pode solicitar o envio de extrato do FGTS por e-mail ou SMS. Importante! Não é possível obter a informação sobre FGTS retido ou ativo por meio do telefone. Caso você não queira ou não possa fazer a consulta pela internet, é necessário comparecer pessoalmente a uma agência.
Precisa de dinheiro, mas viu que não vai ser possível fazer o saque do FGTS retido? Um empréstimo pode ser a solução! Aproveite que você está na FinanZero e faça agora uma simulação para receber até 10 ofertas de crédito pré-aprovadas para você. Clique aqui e faça seu cadastro 100% gratuito.