O Cadastro Nacional de Informações Sociais (CNIS) é um dos documentos mais importantes utilizados pelo Instituto Nacional do Seguro Social (INSS).

O CNIS é um documento criado em 1989, que o INSS utiliza para definir se o trabalhador já tem o direito de se aposentar. Ele informa todas as contribuições que foram feitas pelo segurado a Previdência Social. Nele constam dados como nome do empregador, período trabalhado e salário. Além disso verifica-se por ele se a empresa está repassando a contribuição corretamente. Por ele, o segurado também pode verificar os períodos faltantes, necessários para solicitar a aposentadoria. Em suma, o CNIS agrupa os vínculos trabalhistas e previdenciários do trabalhador.

Este documento deve estar totalmente regularizado. Ademais, com ele, o processo de obter a aposentadoria é agilizado. O INSS identifica através do CNIS, além do que já foi mencionado, os seguintes tópicos:

  • Data em que o trabalhador se tornou contribuinte da Previdência Social;
  • Tempo de contribuição e carência que se tem direito;
  • Valor dos salários de contribuição da previdência do segurado;
  • Períodos de recebimento de outros benefícios previdenciários.

Dona de casa pode solicitar a aposentadoria do INSS?

Como consultar o CNIS do INSS?

É possível consultar o CNIS pela internet, através da plataforma “Meu INSS”, seguindo os passos:

  • Logar no “Meu INSS” (pelo site ou app);
  • Clicar em “Extrato Previdenciário”, disponível na tela inicial dentro da aba “Para você”;

Feito isso serão apresentadas todas as informações que constam no CNIS, como quais as empresas em que o contribuinte trabalhou ao longo da vida, o valor do salário e das contribuições feitas e no caso de contribuintes facultativos, os recolhimentos feitos por meio da Guia da Previdência Social (GPS).

Como tirar o extrato do CNIS do INSS?

O extrato do CNIS pode ser tirado de duas formas, pela internet ou em uma agência do INSS. Para realizar o processo pela internet, basta seguir os passos:

  • Logar no “Meu INSS” (pelo site ou app);
  • Clicar em “Extrato Previdenciário”, disponível na tela inicial dentro da aba “Para você”;
  • Clicar em “Baixar PDF”.

Também é possível agendar uma data e horário para retirar o documento em um agência do INSS. Para isso, é só:

  • Logar no “Meu INSS”;
  • Clicar em “Agendamentos/solicitações”;
  • Clicar em “Novo Requerimento”;
  • Digitar o nome da solicitação;
  • Seguir o passo a passo indicado.

Para tirar o extrato indo até uma agência do INSS, deve-se apresentar o RG, CPF e Número de Identificação do Trabalhador (NIT) e solicitar pelo CNIS.

Como desativar o pagamento por aproximação do Itaú?

Não consigo acessar o CNIS do INSS, o que fazer?

Algumas pessoas tem relatado dificuldades para acessar o CNIS pela internet, seja por lentidão do site ou pela não validação do código de acesso usado na Central de Serviços do INSS.

Caso o contribuinte não esteja conseguindo acesso ao CNIS, independente da situação que está impedindo este acesso, o mais indicado é agendar o serviço de atualização cadastral pela plataforma “Meu INSS” ou pelo número 135 e na data marcada para atendimento na agência do INSS, depois de confirmar todas as informações, solicitar o código de acesso. Desse modo, o código poderá ser usado na Central de Serviços.

Se mesmo com o código, o acesso ainda estiver impossibilitado por conta da lentidão do site, é indicado desligar o modem e ligar de novo, para reestabelecer a conexão de internet.

Empréstimo consignado sem burocracia e 100% online é com a FinanZero, acesse e faça já o seu pedido!

Tem mais alguma dúvida sobre o CNIS do INSS? Deixa nos comentários. Acompanhe a FinanZero também nas redes sociais: @finanzero no Instagram, /FinanZero no Facebook e @finanzero no Twitter.