conta de luz

A Enel voltou a fazer leituras presenciais, o que pode acarretar em um alto valore na conta de luz, devido a compensação dos meses de quarentena

A Enel Distribuição de São Paulo, responsável pelo envio de energia elétrica que abrange a capital e a Grande São Paulo, retomou recentemente as leituras presenciais dos medidores de energia dos clientes da companhia durante esse mês, junho. O que significa que algumas contas de energia elétrica podem vir:

  • com valores mais altos que o habitual;
  • com compensação de outros meses;
  • valores menores que o normal.

Isso porque, haverá uma compensação dos meses em que foi habilitado as contas por média de consumo, durante a quarentena. Pois, desde o mês de março as contas de luz foram calculadas de acordo com a média de consumo dos últimos 12 meses, ou por meio do sistema de autoleitura, que é feito com imagens pelo próprio usuário.

Como a conta de luz foi faturada?

Para entender como a conta de luz foi faturada, o cliente pode checar na própria conta, da seguinte forma:

  • Verifique o campo “Dados de Medição”.
  • Se na linha de “Leitura” aparecer a informação “Não executada”, o cálculo foi feito pela média naquele mês. Nesse caso, se o consumo tiver abaixo da média, haverá desconto nas próximas contas, indicados na própria fatura.
  • No caso de aparecer “executada” a conta está de acordo com o consumo dos últimos 30 dias do local.

Algumas contas também podem vir com valores mais altos pelo fato de haver pessoas por mais tempo em casa.

Veja também – Como economizar dinheiro? Confira 5 dicas simples

Como parcelar a conta de luz?

Com a pandemia do novo coronavírus, algumas contas serão parceladas para ajudar os trabalhadores que sofreram algum tipo de problema financeiro. Dessa forma, a Enel permite que os valores das contas de luz sejam parcelados de duas formas sem contabilizar juros:

  • até oito vezes e as parcelas serão cobradas nas próprias faturas de energia;
  • em até 12 vezes no cartão de crédito.

Deve ser dada entrada de pelo menos 13% do valor total do débito, que poderá ser pago por boleto, para aqueles que optarem pela cobrança na fatura de energia ou no cartão de crédito.

Para realizar a negociação, os clientes podem acessar o Portal de Negociação ou o aplicativo da Enel, disponível para Android e iOS.

Como saber se o valor da conta de luz está correta?

Para ter a confirmação referente ao valor da conta de luz é simples, veja o passo a passo de como tirar a prova:

  • faça uma leitura da medição no mesmo dia que o leiturista, assim você poderá comparar os números com mais precisão.
  • Veja o medidor de energia e verifique se ele está girando muito rápido, isso significa que há algum tipo de fuga elétrica que acarreta em um consumo excessivo.
  • Apague as luzes e retire os aparelhos da tomada. Se o medidor continuar trabalhando, então pode ser um sinal de problemas na instalação que elevou a conta de luz.

Sendo assim, além de o cliente saber se não está pagando a mais na fatura de energia, também conseguirá verificar se a instalação elétrica está funcionando como deveria.

Veja também – Como ter conta de luz grátis durante o surto de coronavírus?

Como recorrer o valor da conta de luz?

Se o cliente não estiver de acordo com o valor cobrado, ele deve questionar a própria empresa responsável pela contabilização do relógio. No caso da Enel, isso pode ser feito por meio do site da empresa, que disponibiliza chat de atendimento aos clientes. Entretanto, é importante lembrar que o fato de acionar a empresa responsável pela conta de luz não garante que haverá redução do valor.

A tarifa de conta de luz é complexa, porque leva em conta o consumo dos últimos meses do consumidor, que pode não ter percebido a mudança de hábito durante esses meses. É preciso primeiro se certificar de que o consumo não foi alterado para então entrar em contato com a Enel.

Caso o problema não seja resolvido, o cliente poderá ainda acionar o Procon ou a Proteste.

Veja também – Faça a cotação e receba ofertas pré-aprovadas com o simulador de empréstimo pessoal!

O que pode aumentar o consumo de energia?

Com o isolamento social diversas pessoas estão ficando mais tempo em caso do que o habitual. Isso automaticamente influencia no gasto de energia diário. Mas, além disso, alguns outros fatores pode ser responsáveis pelo aumento na conta de luz, os quais podem ser evitados, Veja:

  • Aparelhos e lâmpadas ligados quando não estão em uso;
  • Lâmpadas ineficientes em energia;
  • Uso de aparelhos antigos;
  • Sistema de aquecimento e refrigeração em sua casa;
  • Fiação defeituosa;
  • Aparelhos com defeito;

Mudar pequenos hábitos, e trocar aparelhos ineficientes podem auxiliar a melhor o consumo de energia, e assim, diminuir a conta de luz.

Ficou com mais alguma dúvida sobre o que fazer se a conta de luz veio muito alta? Deixe nos comentários e não se esqueça de seguir a FinanZero nas redes sociais: @finanzero no Instagram, /FinanZero no Facebook e @finanzero no Twitter.