Cartão de Crédito: score mínimo, nome sujo e demais questões que podem justificar a não liberação do produto financeiro pelos bancos

O uso do cartão de crédito pelos cidadãos brasileiros tem aumentado. Segundo os dados da Associação Brasileira das Empresas de Cartões de Crédito e Serviços (Abecs) o seu uso teve um aumento de 52% no segundo trimestre de 2021, quando comparado com o ano passado.

O dado demostra o quanto os brasileiros estão usando cada vez mais o cartão de crédito para pagar suas compras, pessoalmente ou online. Por isso, algumas dúvidas podem surgir em relação ao tema e então abaixo estão as questões que envolvem o assunto e a não liberação do cartão pelos bancos.

Como investir em renda fixa?

Qual o score mínimo para cartão de crédito?

O score é uma pontuação que indica o quão bom pagador o indivíduo é. Esses pontos são consultados por instituições financeiras em momentos de liberação ou não de operações financeiras, como empréstimo e financiamentos.

De maneira geral, os indivíduos que possuem o nome sujo ou ainda poucas ações financeiras possuem o score baixo, o que indica que o cidadão é mais propenso a não pagar o que deve. Essa condição pode implicar em taxas de juros mais altas em pedidos de empréstimo e em limites baixos nos cartões de crédito.

A pontuação do score funciona da seguinte maneira:

  • Abaixo de 300 pontos, o cliente possui alto risco de inadimplência;
  • De 300 a 700, o risco de inadimplência é médio;
  • Acima de 700, a inadimplência é baixa;

O score mínimo para o cartão de crédito depende das análises realizadas pelas instituições financeiras, que podem variar de acordo com cada banco. De forma geral, os cidadãos com score abaixo de 300 pontos podem encontrar dificuldades no momento de solicitar um cartão de crédito.

Porque mesmo com o nome limpo não consigo cartão de crédito?

Conforme mencionado, a pontuação do score é relevante no momento da solicitação de um cartão de crédito. Mesmo que o indivíduo não possua o nome sujo, seu risco de inadimplência ainda pode ser grande e prejudicá-lo nessas situações.

Quando o cidadão ainda não possui ações financeiras, como compras em seu nome ou demais atividades, o score é baixo. Algumas ações, como solicitação de cartões de crédito, nome negativado, simulações de empréstimo e solicitações de mais limites podem também diminuir a pontuação do indivíduo.

Além da pontuação do score, a renda também é um fator que pode impedir o cidadão de ter um cartão de crédito ou implicar em condições diferentes, como limite baixo. Por isso, essas questões são analisadas ainda que o indivíduo não se encontre com o nome restrito.

Quantos dias de férias tenho direito: 30 ou 31?

Quanto tempo depois de limpar o nome consigo cartão de crédito?

O nome negativado é uma condição que pode impedir um cidadão de conseguir um cartão de crédito, já que ter o CPF restrito implica em dificuldades de fazer compras a prazo. Após limpar o nome, as empresas que tinham a dívida em aberto possuem, em média, 5 dias úteis para retirar o nome do cidadão dos birôs de crédito.

A não restrição do nome pode contribuir para a aquisição de um cartão de crédito, empréstimo, financiamento e demais produtos financeiros. Contudo, o score não possui um tempo determinado para alterar a sua numeração, o que significa que os cidadãos podem ainda ter o cartão de crédito negado.

O recomendado é que o indivíduo analise as opções disponíveis, consultando em diferentes bancos a possibilidade de contratar um cartão. Além disso, verificar a pontuação do score e esperar até que os pontos fiquem de 300, também pode ser uma opção para que o cartão de crédito seja adquirido.

Por que meu pedido de cartão de crédito foi negado?

A seguir estão algumas razões pelas quais o cartão de crédito pode ser negado aos solicitantes.

Informações incorretas ou desatualizadas

Em pedidos de cartões de crédito, é comum que as instituições financeiras solicitem informações pessoais, como:

  • RG;
  • CPF;
  • Nome completo;
  • Endereço;
  • Renda;

Todas os dados informados são verificados pelos bancos e por isso informações incorretas podem comprometer a liberação do cartão de crédito. Inconsistências como erros no nome, renda incorreta, endereço desatualizado e entre outras questões são percebidas pelas instituições que cancelam o pedido do cartão.

Além disso, informações incompletas também são um impasse, já que não conseguem informar o banco sobre o solicitado. Então, enviar a documentação necessária e se atentar aos dados comentados podem ser uma forma de garantir a liberação do cartão de crédito.

Nome sujo

Quando uma dívida não é paga no tempo determinado as empresas comunicam os birôs de crédito para que o nome do devedor seja registrado na instituição. Dessa maneira, nos pedidos de cartão os bancos analisam esses birôs para verificar se solicitante possui o nome com restrição

Indivíduos que possuem o nome sujo pode ter um cartão de crédito negado, isso porque é comum que nessas condições o solicitante possua o score baixo. Conforme mencionado, a pontuação abaixo de 300 pode impedir o banco de liberar o cartão, já que essa condição indica probabilidade alta das dívidas não serem pagas pelo cidadão.

Nessas situações, o indicado é que o cidadão quite suas dívidas para aumentar a pontuação e melhorar sua reputação perante as instituições financeiras.

Score Baixo

A pontuação do score é relevante para os pedidos de cartão de crédito e demais ações como empréstimos e financiamentos. O nome sujo é um dos fatores que diminuem os pontos encontrados, porém ainda que o cidadão possua o nome limpo, o score pode ser abaixo de 300 pontos.

Isso acontece devido a poucas ações financeiras, o que dificulta o histórico do CPF do indivíduo. Para aumentar os pontos do score é recomendado tomar as seguintes atitudes:

  • Colocar o nome do pagador em contas fixas, como de luz e água;
  • Não atrasar o pagamento de dívidas;
  • Se possível, pagar antes da data de vencimento;
  • Atualizar os birôs de crédito, como Serasa, SCPC e Boa Vista;
  • Manter o nome limpo;

As ações citadas podem contribuir para o aumento do score e consequentemente aumentar as chances da liberação de produtos financeiros. Além disso, com uma boa pontuação no score e histórico financeiro é possível garantir boas condições de empréstimo e limites altos no cartão de crédito.

Renda

Um outro motivo para a não liberação do cartão de crédito é a falta de renda. As instituições analisam se o solicitante possui uma renda mínima, que pode variar de acordo com os bancos. Dessa forma, se o indivíduo não ganha o valor solicitado pela instituição, é provável que tenha seu pedido negado.

Contudo, esse valor pode variar e por isso é possível que em outra instituição o perfil do solicitante se adeque ao que for solicitado. Então, é válido consultar outras opções para garantir o cartão de crédito desejado.

Histórico Financeiro

O histórico financeiro do solicitante do cartão de crédito é um fator analisado pelos bancos, já que pode indicar a relação do consumidor com as dívidas feitas. Se o indivíduo paga suas dívidas no tempo determinado, as instituições entendem que ele é um bom pagador, caso contrário podem não liberar o cartão de crédito.

Como acessar o Internet Banking do Bradesco?

E então, restou mais alguma dúvida sobre os motivos da não liberação do cartão de crédito? Se sim, deixe aqui o seu comentário que nós lhe ajudamos.

Além disso, siga a FinanZero nas redes sociais para mais dicas e para nos acionar quando quiser: @finanzero no Instagram, /FinanZero no Facebook e @finanzero no Twitter.