FinanzeroBlogBenefícios do Governo

Qual o valor do auxílio reclusão?

Qual o valor do auxílio reclusão?

Compartilhe esse post:

O auxílio reclusão é um benefício oferecido para os familiares de pessoas que estão encarceradas, e tem o valor médio mensal de R$ 1.079,74

Apesar de em 2020 o auxílio-reclusão ter diminuído o seu atendimento, se comparado com os outros anos, ainda é um dos benefícios mais procurados pelos brasileiros, de acordo com os dados do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS). Isso porque, esse é um auxílio destinado aos dependentes de pessoas que encontram-se encarceradas em presídios municipais, estaduais ou federais.

O auxílio tem como principal objetivo proteger parentes que, com a prisão da pessoa que oferecia segurança financeira, podem ficar sem renda. Além de que no caso de jovens, pode ser uma ajuda essencial para que não haja o abandono escolar para trabalhar antes do momento correto.

Contudo, esse dinheiro em questão é repassado apenas quando a família encaixa-se no quesito de baixa renda e o preso contribuía como segurado para a Previdência Social, o que, geralmente, ocorre com pessoas que trabalham em empregos informais.

Leia também – O que é, qual o valor e como pedir o salário família?

Porém, esse o auxílio reclusão está passando por reformulações constantes desde o início do Governo de Jair Bolsonaro. Com isso, houve endurecimento das normas para conseguir o benefício, o que ocasionou no fato que a quantidade de auxílios caiu de 45,4 mil, em 2018, para 31,7 mil no primeiro ano da gestão Bolsonaro, de acordo com dados oficiais do Governo Federal.

Atualmente, o valor médio do auxílio-reclusão no País está em R$ 1.079,74, acima do salário mínimo de R$ 1.045,00.

Veja também – O que é, quanto paga e como conseguir o auxílio reclusão?

Quais as novas regras do auxílio reclusão?

Desde janeiro de 2019 novas regras estão sendo implementadas para o pedido do auxílio reclusão. São elas:

  • exigência de um período de 24 meses de contribuições ao INSS para que os familiares da pessoa encarcerada consigam recebam o dinheiro do benefício.
  • Se o casamento ou união estável tiver menos de dois anos, o auxílio será pago por quatro meses; pode ser vitalício se o dependente tiver a partir de 44 anos de idade
  • o auxílio-reclusão é pago apenas a dependentes de quem está em regime fechado, e não mais para o preso em regime semiaberto.

Essas mudanças foram colocadas com o intuito de acabar com as fraudes que eram aplicadas sobre esse benefício. As regras fizeram do benefício sustentável, pois, antes, com uma só contribuição ao INSS, o presidiário poderia deixar um auxílio a dependentes por um grande período, sem contar em consideração a idade de quem estava recebendo o valor.

Além disso, o corte para os presidiários em regime semiaberto ocorreu, pois pessoas que estão nessa condição jurídica encontram a possibilidade de trabalhar com ajuda da assistência social.

Compare ofertas de empréstimo pessoal com taxas de juros a partir de 1,49% ao mês!

Como é calculado o auxílio reclusão?

Apesar de a média do auxílio reclusão ser de R$ 1.079,74, como visto anteriormente, existe um cálculo o qual determina valor correto que será pago ao beneficiário. Esse cálculo é feito da seguinte forma:

  • O INSS pede comprovações das 12 últimas contribuições do segurado para fazer uma média;
  • A média pode passar de R$ 1.319,18, senão o auxílio será negado.
  • Caso o valor seja menor ou de R$ 1.045, o benefício entregue será equivalente a esse valor (um salário mínimo).

O número de dependentes interferem no valor do benefício?

O Governo só autoriza que seja pago um auxílio por grupo familiar. O pagamento é realizado de acordo com a família, com isso o número de dependentes não interferem no valor mensal do auxílio reclusão.

Porém, caso a família dependa de duas ou mais pessoas que foram encarceradas juntas, as regras podem ser alteradas, e o valor poderá vir de acordo com a renda de casa uma das pessoas que encontram-se presas.

Como fazer o pedido de auxílio reclusão?

O pedido do auxílio reclusão pode ser feito por meio dos canais oficiais do INSS, disponíveis pela internet ou por telefone.

Site Meu INSS

  • acesse o site do Meu INSS;
  • faça o cadastro para realizar o login obrigatório;
  • selecione a opção “solicitações”;
  • escolha a opção “auxílio reclusão”;
  • coloque os dados solicitados e acompanhe a solicitação pelo site.

Aplicativo Meu INSS

  • instale o aplicativo Meu INSS, disponível para iOS e Android;
  • faça o cadastro com o CPF do possível beneficiário;
  • cadastre o grupo familiar no aplicativo;
  • solicite o benefício e confirme o cadastramento pelo e-mail cadastrado para prosseguir.

Telefone 135

O telefone do INSS atende solicitações do auxílio reclusão, basta telefonar com os documentos e mãos para solicitar mais informações e o cadastramento da família para que seja verificado o número de dependentes.

Com a pandemia provocada pelo novo coronavírus (COVID19), o número de atendentes do INSS está reduzido, por isso, essa pode ser a opção com maior dificuldade.

As agências da Previdência Social não estão realizando atendimento no momento, por isso, é necessário resolver o envio de documentos e as solicitações por outros meios.

Ficou com mais alguma dúvida sobre qual o valor do auxílio reclusão? Deixe nos comentários e não se esqueça de seguir a FinanZero nas redes sociais: @finanzero no Instagram, /FinanZero no Facebook e @finanzero no Twitter.

Próximo artigo

Quem receber o auxílio emergencial vai precisar devolver?

Nova regulamentação prevê a devolução do valor caso o beneficiário seja obrigado a declarar imposto de renda em 2021.

Ler artigo completo

1 resposta para “Qual o valor do auxílio reclusão?”:

  1. Email silvestre disse:

    Ótima material, muito bem elaborado.
    Jornalismo de verdade é isso.

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

    Navegue por:

    Benefícios do GovernoCréditoDestaquesFinanças PessoaisImpostosMercadoNegócios
    PáginasFlip – Empréstimo para Pessoa JurídicaZippi – Empréstimo para Pessoa JurídicaJuvo – Empréstimo com garantia de celularBanco Inter – Crédito Consignado OnlineMycon – Consórcio OnlineFortBrasil – Cartão de CréditoSeguro de AutomóvelCrefaz – Empréstimo OnlineFinanciamento imobiliário – FinanZeroConsórcio de serviçosWill Bank – Cartão de Crédito OnlineBrasilCard – Cartão de Crédito OnlineQred: Empréstimo Empresarial OnlineCréditoJá – Refinanciamento de Imóvel OnlineNovo Saque: Crédito Pessoal OnlineFinnsaúde – crédito para saúdeConsórcio de imóveisConsórcio de automóveisApê 11 – Financiamento Imobiliário OnlineQindin – serviços onlineSuperdigital – serviços 100% onlineMister Money – Empréstimo onlineFinanZero- uma nova parceria ParcelexZanTomPay – Soluções em pagamentosZanTom – Empréstimo OnlineBLU365 – Empréstimo onlineTopsolus – Soluções financeiras online98 Pay – Soluções para pagamentosAqui Tem Cred – Empréstimo OnlineAmbler Bank – Empréstimo OnlineL&M – Consultoria em meios de pagamentoRodobens – Empréstimo com garantia de imóvelup.p – Antecipe seu FGTSJeitto – Crédito para pagar suas contas do mêsJBcred – Empréstimo Pessoal OnlineCentral da Visão – Procedimentos mais acessíveisQery – Empréstimo Pessoal OnlineVivo Valoriza EmpresasZema – Empréstimo Pessoal OnlineQista – Empréstimo Pessoal OnlineEmpréstimo com garantia de imóvelCapital Empreendedorhome 2022 teste abEmpréstimo com garantia de veículoEmpréstimo com Garantia de CelularEmpréstimo para MEISimulador de Empréstimo OnlineHome EquityEmpréstimo FGTSEmpréstimo para empresas
    Solicite seu empréstimo