(atualização em 15/05/2020) No calendário da 2ª parcela, saques têm datas diferentes para beneficiários do Bolsa Família e os demais

O calendário dos saques da 2ª parcela do auxílio emergencial de R$ 600 foi apresentado nesta sexta-feira (15) pelo governo. Veja abaixo como ficou o cronograma para os beneficiários do Bolsa Família:

  • 18/05/2020: número do NIS terminado em 1
  • 19/05/2020: número do NIS terminado em 2
  • 20/05/2020: número do NIS terminado em 3
  • 21/05/2020: número do NIS terminado em 4
  • 22/05/2020: número do NIS terminado em 5
  • 25/05/2020: número do NIS terminado em 6
  • 26/05/2020: número do NIS terminado em 7
  • 27/05/2020: número do NIS terminado em 8
  • 28/05/2020: número do NIS terminado em 9
  • 29/05/2020: número do NIS terminado em 0

Os saques têm datas diferentes para os demais beneficiários. Confira abaixo quando os demais podem sacar a 2ª parcela de R$ 600 do auxílio emergencial da Poupança Social Digital Caixa:

  • 20/05/2020: nascidos em janeiro
  • 01/06/2020: nascidos em fevereiro
  • 02/06/2020: nascidos em março
  • 03/06/2020: nascidos em abril
  • 04/06/2020: nascidos em maio
  • 05/06/2020: nascidos em junho
  • 06/06/2020: nascidos em julho
  • 08/06/2020: nascidos em agosto
  • 09/06/2020: nascidos em setembro
  • 10/06/2020: nascidos em outubro
  • 12/06/2020: nascidos em novembro
  • 13/06/2020: nascidos em dezembro

Veja também – Calendário do auxílio emergencial de R$ 600: quando serão os depósitos?

O saque poderá ser feito em:

  1. Casas lotéricas (se estiverem abertas);
  2. Caixas eletrônicos 24 horas;

Aglomerações

O motivo dos saques terem sido separados por meses de nascimento é para evitar que sejam formadas aglomerações em casas lotéricas e caixas eletrônicos 24 horas.

O auxílio emergencial é uma medida federal para minimizar efeitos da crise do coronavírus. Devido ao alto poder de disseminação do vírus, a quarentena obrigatória foi instaurada em diversos estados do Brasil.

Apesar do isolamento social ser a principal recomendação dos órgãos da saúde, como o Ministério da Saúde do Brasil e a Organização Mundial da Saúde (OMS), os postos de atendimento da Receita Federal tiveram aglomerações no início da semana.

Veja também – Simule seu empréstimo e encontre as melhores taxas de juros do mercado!

Isto ocorreu devido à necessidade de diversos cidadãos de regularizarem o Cadastro de Pessoa Física (CPF). Tal regularização é exigida como critério no cadastro do aplicativo “Auxílio Emergencial Caixa”.

Assim, quem estava com o CPF inválido segundo o app, procurou corrigir o documento para poder receber os R$ 600. Contudo, a recomendação da Receita foi priorizar realizar o procedimento online.

E, agora, a Caixa também recomenda que a população evite o saque, para que não precisem sair de casa.

Transferência do auxílio emergencial

A transferência do auxílio emergencial é gratuita para:

  • Correntista da Caixa que transferir para outra conta da Caixa;
  • Correntista do Banco do Brasil que transferir para outra conta do Banco do Brasil;
  • Titular de Poupança Social Digital (veja abaixo o que é) que transferir para outra conta de qualquer instituição financeira com limite de 3 vezes;

São três parcelas de R$ 600 que os beneficiários receberão durante 3 meses. Por isso a disponibilidade de 3 transferências gratuitas da Poupança Social Digital.

Veja também – Como receber o auxílio emergencial sem ter conta bancária?

O que é a Poupança Social Digital?

A Poupança Social Digital é uma conta gratuita criada automaticamente para os beneficiários do auxílio emergencial que não possuem conta no Banco do Brasil ou na Caixa.

Esta poupança é acessada por meio do aplicativo “Caixa TEM”. Para baixar o app, basta fazer o download de acordo com o sistema operacional do seu celular:

Além de acessar a Poupança Social Digital, é possível verificar outros serviços da Previdência Social com o app Caixa TEM. Por exemplo, o seguro-desemprego, o abono salarial e o Bolsa Família.

Também pode ser feita pelo aplicativo a consulta do Número de Identificação Social (NIS) e do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS).

Ficou com mais alguma dúvida sobre como será o saque do auxílio emergencial de R$ 600? Deixe nos comentários, e não se esqueça de seguir a FinanZero nas redes sociais: @finanzero no Instagram, /FinanZero no Facebook e @finanzero no Twitter.