Para prevenir fraudes, a Receita Federal deu início a operação de análise de CPF’s.

De acordo com o Governo Federal, a Secretaria Especial da Receita Federal deu início à operação de apuração de fraudes nos CPFs (Cadastro de Pessoas Físicas). Por isso, a Receita prevê analisar mais de 1 milhão de documentos.

Isso porque o objetivo da operação é atualizar a base de dados para:

  • qualificar a identificação do brasileiro;
  • melhorar a administração tributária, e
  • melhorar a eficiência das políticas públicas que utilizam o número do CPF para cadastro.

Veja mais – Simule seu empréstimo e encontre as melhores taxas de juros do mercado!

Como vai funcionar a operação?

De acordo com a Receita Federal, a Coordenação Geral de Gestão de Cadastros e Benefícios vai dividir a apuração de dados em lotes mensais, totalizando mais de 1 milhão de CPFs. Por isso, no primeiro lote, serão suspensos 100 mil documentos.

Além disso, é importante ressaltar que o objetivo é suspender o número de CPF de brasileiros que tenham indício de óbito, mas que ainda estejam com o documento ativo. Isso porque existem alguns casos de pessoas utilizando o número de CPF de pessoas falecidas para cometer fraudes e crimes tributários.

Receita Federal cancelou o meu CPF. E agora?

Caso a Receita Federal suspenda o CPF sem motivo, o brasileiro pode contestar a suspensão e regularizar a situação do documento por meio de um dos canais da Receita Federal.

Por isso, não é necessário ir presencialmente até a Receita Federal. Isso porque o objetivo é evitar aglomerações durante a pandemia do novo coronavírus no Brasil.

Nos canais da Receita é possível:

  • contestar suspensões indevidas do documento
  • consultar a situação do seu CPF;
  • atualizar o documento.

Leia também – Black Friday: oito em cada dez brasileiros devem fazer compras na época

Como contestar a suspensão indevida do meu CPF?

Como dito anteriormente, a Receita Federal está em um processo de análises do CPF dos brasileiros. Isso porque o objetivo é evitar fraudes com a identidade de pessoas falecidas.

No entanto, pode ser que aconteça da Receita suspender o CPF de brasileiros por outros motivos. Por isso, caso seu CPF esteja irregular, basta:

  • abrir o site da Receita Federal;
  • clicar na aba “CPF”;
  • procurar pela opção “regularizar cadastro CPF”;
  • preencher o formulário com dados solicitados;
  • por fim, clicar no botão “enviar”.

Como consultar a situação do meu CPF na Receita Federal?

Para consultar a situação do seu Cadastro de Pessoa Física, basta:

  • abrir o site da Receita Federal;
  • procurar pela aba “CPF”;
  • clicar em “comprovante de situação cadastral no CPF”;
  • preencher o formulário com dados solicitados;
  • por fim, clicar no botão “consultar”.

Nessa opção dentro do site o brasileiro consegue ter acesso a situação do CPF e saber se existe alguma irregularidade ou não.

Como atualizar dados cadastrais?

Além da opção anterior, a Receita Federal também oferece a opção de atualização de dados cadastrais. Por isso, basta:

  • abrir o site da Receita Federal;
  • clicar na opção CPF;
  • selecionar a opção “alterar cadastro do CPF”;
  • preencher os dados que o formulário pede;
  • clicar na aba “enviar”;
  • digitar o código,
  • por fim, clique em “ok”.

Ficou com mais alguma dúvida sobre a Receita Federal? Deixe nos comentários e não se esqueça de seguir a FinanZero nas redes sociais: @finanzero no Instagram, /FinanZero no Facebook e @finanzero no Twitter.