FinanzeroBlogFinanças Pessoais

Banco Central: como sacar o dinheiro esquecido?

Banco Central: como sacar o dinheiro esquecido?

Compartilhe esse post:

O saldo residual divulgado pelo Banco Central, também conhecido como “dinheiro esquecido”, pode ser recebido via Pix ou através de retirada combinada com a instituição.

De acordo com a Agência Brasil, cerca de 114 milhões de pessoas físicas e 2,7 milhões de empresas acessaram o Sistema Valores a Receber (SVR), do Banco Central. Desse total, 25,9 milhões de pessoas físicas e 253 mil empresas verificaram que têm alguma quantia a receber referente ao “dinheiro esquecido”.

Quem possui saldos residuais em instituições financeiras foi orientado pelo próprio Banco Central, através do Sistema Valores a Receber, sobre a data e horário de retorno ao site para agendar a retirada do valor.

Empréstimo pessoal com taxas a partir de 1,49% a.m é na FinanZero, simule agora!

O que é o dinheiro esquecido?

O dinheiro esquecido se trata de valores oriundos de operações realizadas entre consumidores e instituições financeiras e bancos. De modo geral, os valores residuais são referentes a:

  • tarifas e parcelas relacionadas a operações de crédito que foram cobradas de formas indevida;
  • contas corrente ou poupança encerradas com saldo disponível;
  • cotas de capital e rateio de sobras líquidas de beneficiários e participantes de cooperativas de crédito;
  • recursos não procurados por participantes de grupos de consórcio que foram encerrados.

Há a possibilidade de outras situações não citadas inicialmente, mas que sejam reconhecidas pelas instituições e, por isso, resultem em algum valor a receber. A estimativa do Banco Central é que R$3,9 bilhões sejam devolvidos às pessoas físicas e jurídicas neste primeiro momento.

Como saber se tenho dinheiro no Banco Central?

Como saber se tenho dinheiro esquecido no Sistema Valores a Receber?

Desde o dia 14 de fevereiro pessoas físicas e empresas podem verificar se há alguma quantia a receber. Portanto, para realizar a consulta sobre o dinheiro esquecido é preciso fazer o seguinte:

  • acesse o Sistema Valores a Receber, do Banco Central;
  • informe o número do CPF e a data de nascimento, se for pessoa física, ou o CNPJ e data de abertura da empresa, se for uma pessoa jurídica;
  • na tela seguinte, o sistema informará se há algum valor a receber.

Caso tenha direito à devolução de dinheiro, será informada uma data e horário para consulta do valor e solicitação do resgate, estipulado pelo Banco Central. É importante ressaltar que nessa primeira consulta, o consumidor será avisado, somente, se possui ou não alguma quantia a receber.

Para saber qual é o valor e efetuar a solicitação do resgate, é necessário retornar à página do SVR na data e período especificados na primeira consulta e realizar o login com a conta gov.br. Essa etapa exige que o consumidor possua uma conta gov.br em nível prata ou ouro.

No momento de definir o calendário de consulta e solicitação de resgate, o BC leva em consideração o ano de nascimento ou criação da empresa para definir, conforme mostramos a seguir:

  • 7 a 11 de março para pessoas nascidas ou empresas abertas antes de 1968
  • 14 a 18 de março para pessoas nascidas ou empresas abertas entre 1968 e 1983
  • 21 a 25 de março para pessoas nascidas ou empresas abertas após 1983

Apesar de existir uma margem de cinco dias para cada grupo, ao realizar a consulta inicial, que indica se há saldo residual, o consumidor é agendado para uma data específica, com horário entre 4h e 14h ou entre às 14h e 00h. Isso significa que, ao ser agendado para uma data e período específico, o consumidor deve acessar o Sistema Valores a Receber no dia e horário definido ou, caso perca, na data de repescagem.

Veja 6 opções para se cadastrar no gov.br.

Como saber o valor do dinheiro esquecido?

Os consumidores que possuem saldo residual para receber, poderão saber o valor no dia em que realizarem a solicitação de resgate, que deve ser feita na data e período indicados pelo Banco Central na primeira consulta. Portanto, é possível saber o valor do dinheiro esquecido a partir de 7 de março de 2022, no caso de pessoas nascidas ou empresas abertas antes de 1968.

Como sacar o dinheiro esquecido?

No dia e período indicado, o consumidor deve acessar o Sistema Valores a Receber e realizar o login através da conta gov.br, nível prata ou ouro, e, em seguida, ler e aceitar o termo de responsabilidade. Na tela seguinte será apresentado o valor a receber, a instituição responsável por devolver o dinheiro e a origem da quantia, isso é, o que gerou o saldo residual.

O saque deste saldo residual, por sua vez, varia de acordo com as opções oferecidas pela instituição em que o consumidor possui o dinheiro a receber. Sendo assim, logo abaixo desses detalhes, será apresentada uma das duas opções: “solicitar por aqui” ou “solicitar via instituição”. A primeira diz respeito ao depósito da quantia via Pix, enquanto a segunda contará com outras formas de recebimento.

Via Pix

Caso haja a opção “Solicitar por aqui”, quer dizer que a devolução do dinheiro será feita via Pix em até 12 dias úteis. Então, o consumidor deverá escolher uma das chaves Pix cadastradas e informar alguns dados pessoais para confirmar a solicitação de resgate. Feito isso, basta anotar o número de protocolo gerado e aguardar o depósito da quantia.

Via Instituição

Se aparecer a opção “Solicitar via instituição” significa que a instituição em questão não oferece a devolução do dinheiro via Pix. Portanto, o consumidor deverá entrar em contato com a mesma através do telefone ou e-mail informado e combinar a forma de retirada da quantia.

No próprio Sistema Valores a Receber é possível consultar os canais de atendimento da instituição, para isso, é preciso clicar no nome dela.

É possível antecipar o PIS?

O que é conta gov prata ou ouro?

A conta gov.br integra serviços e informações relacionadas ao governo, ao mesmo tempo que comprova a identificação do usuário através de meios digitais. Dessa forma, através da conta gov.br é possível acessar diversos serviços públicos, como o e-CAC, Carteira de Trabalho Digital, Meu INSS, Portal Enem e afins.

Essa conta, por sua vez, possui três níveis de confiabilidade: bronze, prata e ouro, sendo o primeiro considerado mais básico, pois é conquistado após a criação do cadastro. Ou seja, ao criar uma conta gov.br, automaticamente o usuário se encaixa no nível bronze de confiabilidade.

Contudo, para acessar determinados serviços, como a consulta e solicitação de resgate no Sistema Valores a Receber, por exemplo, é necessário possuir uma conta no nível prata ou ouro. Para isso, é preciso confirmar a identidade através de um dos processos indicados pelo próprio Portal gov.br.

Portanto, para aumentar o nível de confiabilidade da conta gov.br de bronze para prata, o usuário pode realizar o reconhecimento facial por meio do aplicativo para conferência da foto com base na Carteira Nacional de Habilitação (CNH) ou validar os dados via Internet Banking de um banco credenciado.

Quem deseja aumentar o nível de confiabilidade da conta gov.br de prata para ouro, entretanto, pode optar pelo reconhecimento facial via aplicativo para conferência da foto com bases da Justiça Eleitoral (TSE) ou através da validação dos dados com Certificado Digital.

Ficou com mais alguma dúvida sobre o assunto? Deixa nos comentários. E para ficar por dentro desse e outros assuntos, não deixe de acompanhar a FinanZero por aqui e nas redes sociais: @finanzero no Instagram, /FinanZero no Facebook e @finanzero no Twitter.

Próximo artigo

É possível antecipar o PIS?

Como fazer para consultar o PIS?Quando vai ser pago o PIS 2021?Quem […]

Ler artigo completo

1 resposta para “Banco Central: como sacar o dinheiro esquecido?”:

  1. ivonete Ribeiro de Souza disse:

    Dinheiro esquecido

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

    Navegue por:

    Benefícios do GovernoCréditoDestaquesFinanças PessoaisImpostosMercadoNegócios
    PáginasEmpréstimo com garantia de imóvelCapital Empreendedorhome 2022 teste abEmpréstimo com garantia de veículoEmpréstimo com Garantia de CelularEmpréstimo para MEISimulador de Empréstimo OnlineHome EquityEmpréstimo FGTSEmpréstimo para empresasStoriesÍndice de EmpréstimoConsórcioSitemapIti – Empréstimo Pessoal OnlineClick Cash – Empréstimo Pessoal OnlineCartão de Crédito OnlineDigio – Cartão de Crédito OnlinePolítica de Privacidade FinanZeroVirtusPay – Boleto Parcelado Onlinebxblue – Empréstimo Pessoal OnlineAgente Imóvel – Refinanciamento Imobiliário OnlinePiki – Empréstimo Pessoal para Negativado OnlineProvu – Empréstimo Pessoal OnlineBoa Vista: Empréstimo Pessoal Online e ScoreCetelem – Crédito Consignado OnlineSuperSim – Empréstimo Pessoal OnlineSofisa Bank – Refinanciamento de Imóvel OnlineBanco Alfa – Empréstimo Pessoal OnlineEmpréstimo Sim – Crédito Pessoal OnlineCredjet – Empréstimo Pessoal OnlineBanco Bari – Refinanciamento de Imóvel OnlineEmpréstimo Consignado INSS para aposentado e pensionistaParceirosCreditas – Refinanciamento de Imóvel OnlineEmpréstimo para Autônomo Negativado OnlineSimulação de empréstimoEmpréstimo com Garantia OnlineSimule seu empréstimo – ConversãoEmpréstimo ConsignadoNexoos – Empréstimo Para Empresa OnlineCashMe – Refinanciamento de Imóvel OnlineCrediHome – Refinanciamento de Imóvel OnlineTipos de EmpréstimoOmni Financeira – Refinanciamento de Veículo OnlineMoneyman – Empréstimo Pessoal OnlineBanco Pan – Crédito Consignado OnlineNew HomeLivre Digital – Empréstimo Pessoal OnlineBizCapital – Empréstimo e Capital de Giro Para Empresa
    Solicite seu empréstimo