O Governo Federal decidiu antecipar o pagamento da 3ª parcela do Auxílio Emergencial. A medida inclui não só os pagamentos, mas também os saques

Nesta terça-feira (15), o Governo Federal publicou através do Diário Oficial da União (DOU) um novo calendário referente a 3ª parcela do Auxílio Emergencial. Assim sendo, os pagamentos começarão a ser debitados nessa próxima sexta-feira (18) e a partir do dia 1º de julho, os saques em dinheiro também estarão disponíveis.

A princípio, os pagamentos na poupança seriam feitos dia 20 de junho e os saques só estariam disponíveis a partir do dia 13 de julho. Com essa mudança, são mais de 10 dias de antecipação no caso dos saques, por exemplo. Essa medida implementada pelo Governo visa auxiliar os cidadãos em compras de bens essenciais para a sobrevivência durante a crise econômica do covid-19.

Só em 2020, o Auxílio Emergencial beneficiou mais de 60 milhões de pessoas. Em volume, esse número representa cerca de 1/3 da população brasileira beneficiada. Ao total, foram destinados cerca de R$294 bilhões para prestar o devido suporte a população, segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Como solicitar o empréstimo pessoal online com a FinanZero?

Quem tem direito ao Auxílio Emergencial 2021?

Todas as pessoas que em dezembro de 2020 estavam elegíveis para receber o Auxílio Emergencial tem direito ao benefício. Portanto, novas solicitações do Auxílio Emergencial não podem ser feitas em 2021. Em resumo, apenas os que já estavam inscritos no ano passado, puderam atualizar suas solicitações durante esse ano.

Além disso, o Auxílio Emergencial 2021 só é pago a um membro de cada família. Ao contrário dos pagamentos de 2020, por exemplo, onde até duas pessoas da mesma família poderiam receber o benefício. Nesse sentido, abaixo também separamos os tópicos acerca dos indivíduos que não tem direito de receber o Auxílio Emergencial 2021.

Quem não tem direito de receber o Auxílio Emergencial 2021?

Dentre os que não tem direito de receber o Auxílio Emergencial nesse ano, podemos destacar os indivíduos:

  • Com emprego formal ativo;
  • Beneficiários da previdência (exceto o Abono-Salarial PIS/PASEP e o Programa Bolsa Família);
  • Possuam renda familiar mensal acima de meio salário-mínimo (por pessoa) ou renda familiar mensal (total) acima de três salários mínimos;
  • Estejam morando no exterior;
  • Tenham recebido em 2019 rendimentos tributáveis acima de R$ 28.559,70;
  • Tinham até 31/12/2019 bens ou direitos, de valor total superior a R$ 300.000,00;
  • Que durante o ano de 2019, tenham recebido rendimentos isentos, não tributáveis ou tributados exclusivamente na fonte, cuja valor foi superior a R$ 40.000,00;
  • Ainda em 2019, tenham sido incluídos como dependentes de declarante do Imposto sobre a Renda de Pessoa Física enquadrado nas hipóteses previstas nos incisos VI, VII ou VIII.

Como financiar casa?

Como funcionam os valores e pagamentos do Auxílio Emergencial 2021?

Embora o Auxílio Emergencial do ano passado contasse com parcelas fixas de R$600, o benefício desse ano é alternado. Na prática, os valores variam de acordo com a composição familiar. Em outras palavras, família composta por uma pessoa recebe R$150, famílias compostas por mais de uma pessoa tem direito a R$250 e por último, famílias monoparentais recebem R$ 375.

Ao total, foram disponibilizadas até quatro parcelas desde que a família continue atendendo aos critérios do Auxílio Emergencial. Contudo, em recente entrevista o ministro da Economia, Paulo Guedes, já declarou que benefício pode ser prorrogado por mais dois ou três meses:

“Todos os governadores estão dizendo que população adulta estará vacinada até o final de setembro. Então, a pandemia deverá estar controlada. Se não estiver, estenderemos de novo (o auxílio emergencial).”

Acerca dos pagamentos, os valores serão creditados na Conta Poupança Social Digital da Caixa Econômica Federal (CEF) e podem ser movimentados por meio do aplicativo CAIXA Tem (disponível nos sistemas Android e IOS). Por outro lado, os beneficiários do Bolsa Família recebem o valor da mesma que o programa é pago.

Qual é o melhor site para comprar livros?

Calendário antecipado da 3ª parcela do Auxílio Emergencial

Conforme mencionado, o Governo decidiu antecipar o pagamento da 3ª parcela do Auxílio Emergencial. Por isso, abaixo destacamos o calendário atualizado referente a essa rodada do benefício. Vale ressaltar que, o prazo para crédito em conta e para saque são distintos. Veja:

Nascidos em: Data de depósito da 3ª parcela:Data de saque da 3ª parcela:
Janeiro18/0601/07
Fevereiro19/0602/07
Março20/0605/07
Abril22/0606/07
Maio23/0608/07
Junho24/0609/07
Julho25/0612/07
Agosto26/0613/07
Setembro27/0614/07
Outubro29/0615/07
Novembro30/0616/07
Dezembro30/0619/07

Pirâmide do PIX: o que é e como posso identificar?

Por fim, ficou com dúvidas sobre a antecipação da 3ª parcela do Auxílio Emergencial? Se sim, deixe aqui nos comentários que a FinanZero te ajuda.

Ademais, siga a FinanZero nas redes sociais para mais dicas e para nos acionar quando quiser: @finanzero no Instagram, /FinanZero no Facebook e @finanzero no Twitter.