No financiamento para aposentados e pensionistas os descontos e as ofertas de juros costumam ser mais atrativas, uma vez que, esse público obtêm renda fixa paga pelo Governo Federal

Desde janeiro deste ano, o Governo do Estado de São Paulo tem feito algumas mudanças no Imposto sobre a Circulação de Mercadoria e Serviço (ICMS) em carros novos e usados. Só em abril, por exemplo, a alíquota do imposto sobre modelos 0 km subiu de 13,3% para 14,5%.

Nesse sentido, o aumento gradual sobre esses impostos vem afetando significativamente o setor automobilístico. Segundo dados divulgados pela Federação Nacional Distribuição Veículos Automotores (Fenabrave), em abril de 2021 o número de emplacamentos dos automóveis leves diminuiu se comparado ao ano de 2020.

Isto é, todo emplacamento de veículo origina emissão de uma Nota Fiscal de venda, ou seja, menos veículos leves foram comprados em abril deste ano. Diante de tantas adversidades, consumidores (incluindo os aposentados e pensionistas) precisam comprar um veículo recorrem ao financiamento, pois nem sempre têm o dinheiro em mãos.

Aposentados podem financiar um veículo?

Sim, aposentados não só podem financiar um veículo, como também possuem vantagens juntos aos bancos e as instituições financeiras. Isso porque, esse grupo têm renda fixa paga pelo Governo Federal e as financiadoras entendem que o risco de inadimplência é menor.

Sendo assim, as concessionárias tendem a flexibilizar a análise, política e liberação de crédito aos aposentados. Entretanto, além de consultar sua margem de renda do INSS para fazer o financiamento, esse grupo também pode optar pela modalidade de empréstimo consignado.

O que é o empréstimo consignado?

O consignado é uma modalidade de empréstimo onde as parcelas são descontadas diretamente da folha de pagamento do indivíduo (contracheque, holerite ou INSS). Na prática, uma parte do dinheiro já fica comprometida antes mesmo de ser efetivamente paga.

Por isso, esse tipo de empréstimo é muito solicitado por grande parte das pessoas. Os consumidores possuem maior facilidade para contratar, prazos mais longos (alguns bancos concedem até 120 meses) e ainda contam com uma das menores taxas de juros que existem hoje no mercado.

2ª parcela do Auxílio Emergencial 2021: como vai funcionar?

Como solicitar um financiamento de veículos para aposentados?

Após fazer diferentes simulações de crédito para comparar as ofertas, o aposentado deve escolher a instituição financeira que seja mais vantajosa para si e negociar as condições desejadas. Em suma, a solicitação do consumidor passa por uma análise, que aplica os seguintes critérios:

  • Histórico de pagamento;
  • Comprometimento da renda;
  • Vínculos profissionais;
  • Compatibilidade das informações fornecidas.

Além disso, para efetuar a solicitação os aposentados devem apresentar os seguintes documentos:

  • Documento de identidade;
  • Comprovante de endereço;
  • Comprovante de benefício do INSS;
  • Declaração do Imposto de Renda.

Por fim, basta o aposentado aguardar o resultado do seu pedido. O prazo varia de acordo com a política interna de cada banco, em alguns casos pode sair no mesmo momento ou variar de 24 até 48 horas úteis.

Quais são as vantagens do financiamento de carro?

Quais são as taxas de juros do financiamento?

De forma geral, as taxas de juros para o financiamento costumam ser muito baixas. Todavia, as regras variam de acordo com cada com instituição financeira. A respeito do consignado, por exemplo, aqui na FinanZero as taxas são a partir de 1.29% ao mês e você consegue fazer a simulação conosco clicando aqui.

Vale ressaltar, que mesmo com restrições no nome os aposentados podem fazer a simulação. Conforme mencionado, não só a FinanZero mas todas as outras instituições bancárias vão analisar o perfil do cliente. Então como esse grupo têm renda fixa paga pelo Governo, maiores são as possibilidades de aprovação.

Financiamento de carro: CDC, consórcio ou leasing?

Por fim, ficou com dúvidas sobre o financiamento para aposentados? Se sim, deixe aqui nos comentários que a FinanZero te ajuda.

Ademais, siga a FinanZero nas redes sociais para mais dicas e para nos acionar quando quiser: @finanzero no Instagram, /FinanZero no Facebook e @finanzero no Twitter.