As negociações de dívidas com a CAIXA podem ser feitas de forma 100% digital e o cliente não precisa sair de casa

Segundo a Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC), o percentual de endividados no Brasil fechou 2020 em 66,5%. O estudo apontou que esse foi o maior patamar de endividamento no país e que no ano anterior – 2019 – o patamar de endividamento era de 63,6%. Ou seja, houve um aumento de quase 3% na taxa de endividados de um ano para o outro.

A Caixa Econômica Federal (CEF), por exemplo, é um banco com patrimônio próprio vinculado Ministério da Economia. Mais de 20 milhões de pessoas receberam benefícios do governo através da CAIXA em 2020, por isso, pressupõem-se que grande parte dos correntistas desse banco estejam atrelados aos dados de endividamento no ano passado.

Por essa razão, reunimos nesse post algumas dicas de como fazer as negociações com o banco CAIXA. Nesse sentido, todos os brasileiros que estejam endividados com esse banco conseguem conferir como realizar diferentes tipos de negociações com a CEF. As transações são variantes e podem ser feitas tanto no formato presencial, quanto no formato digital.

Clique aqui e faça sua solicitação de empréstimo com a FinanZero!

Como funciona a negociação de dívidas com a CAIXA?

O processo para negociação de dívidas com a CAIXA pode ser feito de forma 100% remota e sem o cliente se deslocar de casa. Isto é, devido ao isolamento social causado pela pandemia do covid-19 os bancos adaptaram – mais – os seus serviços para que as principais transações bancárias fossem feitas no formato digital. Só para exemplificar, a CAIXA implementou a distribuição de auxílios em parceria com o Governo e todo pagamento foi feito exclusivamente por meio do app “CAIXA TEM”.

Por isso, a negociação de dívidas também pode ser feita à distância. Em resumo, as dívidas podem ser negociadas com uma entrada mínima de 10% sobre o valor da dívida e o nome do cliente pode ser limpo em até cinco dias úteis. Além disso, as formas de negociação variam desde a ida aos postos presenciais, até as soluções digitais que estão sendo priorizadas nesse momento. Abaixo separamos as principais formas para o cliente conseguir fazer uma negociação assertiva com o banco:

Por que meu empréstimo pessoal foi reprovado?

Negociação presencial

A negociação presencial já é popularmente conhecida entre diversos brasileiros. Nesses casos, o cliente comparece presencialmente em uma agência mais próxima da CAIXA e negocia com o banco as suas pendências. Se preferir, o cliente ainda pode comparecer na própria agência, isto é, onde originalmente a conta foi aberta e negociar com o gerente daquela unidade todas as questões a cerca dos pagamentos.

Contudo, essa não é a única forma presencial de negociar as dívidas com a CAIXA. O banco disponibiliza o “Caminhão da Adimplência” que nada mais é do que um caminhão que transita entre diferentes cidades do Brasil e fica instalado por alguns dias específicos em determinadas regiões. Na prática, enquanto o caminhão estiver na cidade X, por exemplo, todos os moradores daquela região podem negociar suas dívidas através desse caminhão.

Desse modo, a vantagem de negociações através do “Caminhão da Adimplência” são as condições especiais oferecidas pelo banco. A campanha conta com um atendimento exclusivo para clientes que façam suas negociações através do caminhão e as transações costumam ser mais vantajosas para os consumidores. Em alguns casos, os clientes conseguem descontos de até 90% no valor da dívida. As rotas do caminhão podem ser acompanhadas diretamente pelo site da CAIXA.

Posso vender uma casa que está refinanciada?

Negociação digital

Em contrapartida, os processos digitais são mais amplos e o cliente possui maiores possibilidades. Desde o chat até o telefone, o cliente pode escolher o canal desejado e fazer a negociação por meio deste. Abaixo listamos os principais meios para a negociação de forma remota, confira:

Site CAIXA

Uma das primeiras opções é próprio sistema no site institucional da CAIXA. O sistema é denominado como “Negociar Dívidas” e pode ser acessado por meio deste link. De modo geral, o cliente deve inserir seus dados pessoais e fazer autenticação de login, em seguida, haverá o redirecionamento para os contratos que estão em atraso.

Após isso, o cliente deverá escolher quais contratos serão negociados (em casos de clientes com mais de uma dívida ativa) e optar pela data de pagamento da entrada e a quantidade de parcelas. O boleto de entrada é gerado no mesmo instante para o cliente já efetuar o pagamento e o restante das parcelas é encaminhado para o e-mail de cadastro do consumidor.

Aplicativos CAIXA

As dívidas também podem ser negociadas pelos aplicativos da CAIXA que estão disponíveis 24 horas por dia, 7 dias por semana. Ao total, são dois aplicativos disponíveis nos sistemas Android e IOS que podem ser utilizados de formas distintas. Sendo elas:

  1. App Habitação CAIXA: voltado para questões do financiamento imobiliário;
  2. App Cartões CAIXA: como o próprio nome sugere, as negociações nesse app estão atreladas ao cartão CAIXA.

Chatbot

O chatbot da CAIXA pode ser acesso por meio deste link e as dívidas negociadas por meio desse canal precisam ter exclusivamente mais de 30 dias de atraso. Dessa maneira, os especialistas estão disponíveis para atendimento segunda a sexta-feira, das 8h às 18h (exceto feriados).

Telefone CAIXA

As negociações por telefone podem ser feitas segunda a sexta-feira, no horário entre 8h e 20h (exceto feriados). A CAIXA disponibiliza dois números distintos, sendo o primeiro focado para as capitais e o segundo para demais localidades. São eles, respectivamente:

  1. Primeiramente, o 4004-0104;
  2. Em seguida, o 0800 104 0104.

Além disso, é importante frisar que a CAIXA conta com empresas terceirizadas que fazem a cobrança das dívidas por telefone. As empresas autorizadas para realizar esse tipo de operação encontram-se aqui, por isso, é importante que o cliente esteja atento aos contatos que são feitos em relação aos pagamentos em atraso para não cair em golpes.

WhatsApp CAIXA

Além das negociações telefônicas, os clientes também podem optar pela negociação através do WhatsApp. De acordo com o Mobile Time, o app de conversação já é utilizado por 98% dos brasileiros. O número de WhatsApp do banco é o 0800 104 0104 e clicando aqui você será redirecionado para o WhatsApp da CAIXA.

Assim como no Chatbot o atendimento no WhatsApp é feito de segunda a sexta-feira, das 8h às 18h (exceto feriados). As dívidas negociadas podem ser feitas de contratos recentes ou com mais de 30 dias de atraso. Desse modo, os clientes conseguem negociar contratos comerciais habitacionais ou rurais.

Redes Sociais

Por fim, o último método para negociar as dívidas de forma digital é através das redes sociais. O atendimento da CAIXA nas redes sociais é feito exclusivamente através do Twitter e Facebook. Em suma, as dívidas negociadas devem ser comerciais ou habitacionais e o atendimento é feito de segunda a sexta-feira, das 8h às 20h (exceto feriados).

Como economizar na construção?

Negociação de pessoas físicas e jurídicas

Nesse sentido, é importante ressaltar que todos os métodos de negociação citados nesse post – tanto os presenciais, quanto os digitais – podem ser feitos por pessoas físicas ou jurídicas. Assim sendo, não há nenhuma restrição para que determinado perfil de cliente utilize um canal específico para tratar referente as negociações de dívidas habitacionais, rurais, comerciais ou de crédito.

Pessoas físicas ou jurídicas podem fazer o parcelamento em até 96 vezes de forma segura e com privacidade. A CAIXA oferece diferentes alternativas de negociação para cada tipo de contrato, portanto, é importante que o cliente confira as condições específicas que são ofertadas para a sua dívida. Em seguida, basta analisar o que é mais vantajoso para si e regularizar suas dívidas juntamente com o banco.

Qual é o melhor site para comprar passagens aéreas?

Por fim, ficou com dúvidas sobre como negociar dívidas com a CAIXA? Se sim, deixe aqui nos comentários que a FinanZero está à disposição.

Ademais, siga a FinanZero nas redes sociais para mais dicas e para nos acionar quando quiser: @finanzero no Instagram, /FinanZero no Facebook e @finanzero no Twitter.