Financiamento habitacional: vai ter a pausa pela caixa, quantas parcelas poderão ser pausadas, como solicitar e quais são as consequências dessa ação

A Caixa Econômica Federal é o maior financiador da casa própria do Brasil, isso porque possui 68% do mercado financeiro habitacional do país. Com isso, grande parte da população que realizou um financiamento imobiliário possui vínculo com o banco.

Com a segunda onda do Covid-19, nesse ano de 2021, a instituição financeira decidiu liberar a solicitação para a suspensão ou redução temporária das parcelas restantes de financiamentos habitacionais de seus clientes. As reduções possuem algumas regras e limite de tempo que serão explicados a seguir.

FinanZero: empréstimo pessoal no carnê ou boleto?

Vai ter nova pausa no financiamento habitacional da caixa?

Foi anunciado nessa segunda feira (7) pelo Pedro Guimarães, diretor da Caixa Econômica Federal, que o banco voltará a oferecer medidas de suspensão para os financiamentos habitacionais. A mesma medida teve início no ano de 2020 a fim de conter as consequências da primeira onda do Covid-19 no Brasil. Com a segunda onda, no ano de 2021, o banco decide novamente implementar as pausas nos financiamentos.

De acordo com a instituição financeira, serão pausadas, por meio de descontos, as parcelas por um período de no máximo 6 meses. Os valores que não forem pagos, nesse momento, serão cobrados posteriormente o prazo citado juntamente com taxas de juros. As porcentagens da diminuição dos valores irão variar de 25% a 74,99% e poderão ser solicitadas pelo aplicativo Habitação Caixa.

Para pedidos de redução de até 25% o período máximo de tempo de redução será de 6 meses. Já para pedidos de descontos maiores de 25% o tempo máximo é de 3 meses e para descontos maiores do que 74,99% é preciso que enviar documentos para a caixa econômica que comprovem a perdem de renda.

Quantas parcelas do financiamento habitacional a Caixa vai pausar?

Como comentado, o tempo máximo de descontos oferecidos no financiamento é de 6 meses, o que garante 6 parcelas pausadas, uma por mês. Contudo, para que as parcelas sejam pausadas por 6 meses é preciso que o valor de diminuição solicitado seja de até 25%.

Para valores maiores de 25% a pausa permanece por 3 meses. A pausa do financiamento imobiliário garante que as parcelas sejam reduzidas em porcentagens, como mencionado, mas os devedores ainda terão que pagar os valores reduzidos. Ou seja, a suspensão temporária, nesse caso, não significa deixar de pagar as parcelas pois ainda não foi informado que haverá uma redução de 100% do valor a ser pago.

Os cidadãos que tiveram suas rendas comprometidas poderão solicitar mais que 74,99% de redução do valor das parcelas, mas para isso é preciso enviar documentos para a Caixa Econômica que comprovem a situação.

Como solicitar certidão para o saque do PIS Pasep?

Como solicitar pausa estendida do financiamento habitacional na caixa?

A solicitação da pausa estendida do financiamento habitacional é feita por meio do aplicativo Habitação Caixa, disponível para IOS e Android. O aplicativo é usado para acompanhamento, manutenção dos contratos e simulação, possui opções de autoatendimento e assim o cliente não precisa sair de casa para resolver situações simples.

Para baixar o aplicativo basta seguir os passos:

  1. Acesse App Store (IOS) ou Google Play (Android);
  2. Busque por Habitação Caixa, normalmente o primeiro aplicativo a aparecer é o oficial;
  3. Clique em “Instalar”;
  4. Digite seu CPF, e-mail e senha usados na Caixa ou faça um cadastro novo e em seguida toque em entrar;

Ao entrar no aplicativo a opção de solicitar a pausa estará disponível e assim, será possível dar início ao pedido.

Quais as consequências da pausa para o meu contrato de financiamento habitacional?

Ao solicitar que as parcelas do financiamento habitacional sejam reduzidas o cliente tem direito a pagar o valor, agora um pouco menor, por 6 ou 3 meses. Essa redução do valor pode diminuir consideravelmente o valor total a ser pago no financiamento imobiliário.

Contudo, o cidadão que não conseguir dar continuidade ao pagamento do seu financiamento, mesmo com a pausa em andamento, terá os valores cobrados posteriormente com acréscimos de juros. Como comentado, é possível solicitar descontos maiores do que os pré- estabelecidos pela Caixa, mas para isso é preciso enviar documentos que comprovem a perda de renda e aguardar que os casos sejam analisados. Além disso, não foi informado que haverão descontos de 100% do valor.

Quem não pode receber o benefício emergencial?

E então, restou mais alguma dúvida sobre como pausar o financiamento imobiliário da Caixa? Se sim, deixe aqui o seu comentário que nós lhe ajudamos.

Além disso, siga a FinanZero nas redes sociais para mais dicas e para nos acionar quando quiser: @finanzero no Instagram, /FinanZero no Facebook e @finanzero no Twitter.