Além de longas filas de espera no aplicativo, muitas pessoas sequer estão conseguindo acessar o Caixa TEM

Os pagamentos feitos pela Caixa Econômica Federal (CEF) do auxílio emergencial entre os dias 27 de junho e 4 julho continuam a gerar muitas dificuldades dentre os beneficiários nesta segunda-feira (13).

Devido aos pagamentos feitos em paralelo ao Benefício Emergencial de Preservação do Emprego e da Renda (BEm) e ao saque emergencial do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS), o sistema sofreu uma forte sobrecarga, e atualizações do aplicativo Caixa TEM foram disponibilizadas.

Veja também – Faça a cotação e receba ofertas pré-aprovadas com o simulador de empréstimo pessoal!

É por meio deste app que os beneficiários dos três tipos de pagamentos do governo têm acesso à Poupança Social Digital. Desde a última atualização do aplicativo, muitos usuários têm visualizado a mensagem “Não é permitido acesso ao aplicativo Caixa TEM com o sistema modificado” após atualizar o software como indicado pelo mesmo.

Confira abaixo um passo-a-passo de como resolver o problema que mostra esta mensagem aos cidadãos. Atenção! A recomendação abaixo é direcionada aos smartphones com sistema operacional Android somente.

“Não é permitido acesso ao aplicativo Caixa TEM com o sistema modificado”

Para conseguir acessar o aplicativo e executar ações dentro do mesmo caso a mensagem acima apareça, siga as instruções:

  1. Acesse as “Configurações” do seu smartphone Android;
  2. Encontre e toque na opção “Aplicativos”;
  3. Selecione o Caixa TEM na lista que aparecer;
  4. Toque em “Armazenamento”;
  5. Selecione “Limpar cache” e em seguida “Limpar os dados”;
  6. Retorne a lista dos “Aplicativos” e desta vez selecione o “Navegador” utilizado (como Chrome, Firefox, etc);
  7. Selecione “Limpar cache”;
  8. Em seguida, toque em “Armazenamento” e então em “Limpar os dados”;
  9. A seguir, desinstale o Caixa TEM;
  10. Vá até o Google Play Store;
  11. Selecione o menu hamburger (três riscos paralelos) no canto superior esquerdo;
  12. Toque em “Meus aplicativos e jogos”;
  13. Selecione a “Biblioteca” e remova o Caixa TEM da lista se aparecer;
  14. Ao lado de “Biblioteca”, clique em “Instalados” e remova novamente o Caixa TEM da lista se aparecer;
  15. Por fim, instale novamente o Caixa TEM;
  16. Caso seja necessário, baixe a atualização do app;

Após seguir estas instruções, usuários do Twitter relataram sucesso ao tentar executar ações no aplicativo. Trata-se de uma falha no app, que pode vir a ser corrigida pela equipe de tecnologia da Caixa em atualização futura.

Veja também – Auxílio emergencial não caiu no Nubank e no PicPay, e agora?

Outros erros no Caixa TEM

Além deste erro, outras pessoas estão encontrando dificuldades com a vinculação de dispositivo ao CPF e com as filas de espera de mais de 1 hora para fazer pagamentos com código de barras ou com QR Code.

Devido aos múltiplos depósitos em conta sendo realizados simultaneamente dos três benefícios (auxílio emergencial, BEm e saque do FGTS), mais pessoas têm realizado ações simultaneamente. Somado a isso, a Caixa restringiu os horários para realizar pagamentos, o que direciona o fluxo do “pico” de acessos entre às 7h e as às 21h.

A instituição bancária havia estabelecido calendários diferentes para crédito em conta, e transferências e saques para os cidadãos que recebem o auxílio emergencial.

Contudo, com a emissão de boletos de fintechs, que na prática funcionam como transferências eletrônicas, muitas pessoas não estão seguindo o calendário de transferências. E estão movimentando o dinheiro antes do que a estatal havia previsto. Assim, o sistema do app está sobrecarregado por todos estes fatores.

Ficou com mais alguma dúvida sobre o sistema modificado no Caixa TEM? Deixe nos comentários e não se esqueça de seguir a FinanZero nas redes sociais: @finanzero no Instagram, /FinanZero no Facebook e @finanzero no Twitter.