O dia do consumidor, 15 de setembro, traz a tona o consumismo evidente entre os brasileiros

O Dia Mundial dos Direitos do Consumidor, que simboliza a importância do consumidor para o mercado, foi comemorado, pela primeira vez, em 15 de março de 1983. Essa data foi escolhida em razão do famoso discurso feito, em na mesma data do ano de 1962, pelo então presidente dos EUA, John Kennedy.

Isso porque Kennedy salientou que todo consumidor possuí direito à:

  • segurança;
  • informação;
  • escolha e de ser ouvido.

Veja também – Por que pegar mais um empréstimo se já estou no vermelho?

Entretanto, o consumismo se tornou evidente com o excesso de compras desnecessárias por parte da população. O consumismo é o hábito de adquirir produtos e serviços sem precisar deles. É a compra pelo desejo, e não pela necessidade.

Geralmente, é marcado pelas compras por impulso e estimuladas pela ansiedade. Em casos mais graves, pode vir a se tornar uma compulsão e isso provoca dívidas imensas que podem acarretar em dificuldades financeiras graves.

Quando devo parar de gastar?

As dívidas são um dos principais impedimentos para economizar dinheiro, e com a pessoa consumindo em excesso fica ainda mais difícil conseguir ter uma boa saúde financeira. Outro motivo é a autossabotagem e a falta de planejamento em suas finanças.

Para fugir desses problemas, confira sete truques imbatíveis para deixar de gastar à toa e dar fim ao consumismo:

Anote tudo que precisa comprar para não consumir mais do que o planejado:

O primeiro passo é fazer um planejamento detalhado de consumo. Para dar certo, comece calculando todas as suas despesas e quanto dinheiro pretende economizar ao mês. No dia a dia, anote todos os gastos. Todos mesmo, incluindo os centavos.

Com isso, não compre nada fora do planejamento para evitar o consumismo.

Cartão de crédito nunca mais:

Abandone os cartões de crédito tornaram a vida das pessoas mais fácil, mas podem ser uma armadilha se não forem bem controlados, e impulsiona a compra demasiada de produtos considerados inúteis.

Para guardar dinheiro, deixe o cartão de crédito sempre em casa e use apenas em emergências, se for a única opção. Estudos mostram que as pessoas gastam 30% menos quando fazem compras em espécie.

Veja também – Simule seu empréstimo pessoal e receba ofertas pré-aprovadas em até 5 minutos!

Cancele os e-mails das lojas:

O consumismo vem a tona quando as promoções de datas comemorativas aparecem no e-mail. Viu um produto e quer comprar na hora? Espere três dias. Este é um bom prazo para pensar melhor e avaliar se o item realmente é necessário.

Em geral, depois deste período, muitos consumidores até se esquecem daquele desejo incontrolável de gastar e não realizam a compra do produto visto no e-mail marketing das empresas.

Para evitar a perdição, cancele as mensagens ou ignore quando chegar.

Veja também – Como organizar seus gastos e garantir sua saúde financeira

Como prevenir o consumismo?

  • Modere as quantidades de compra;
  • Sempre pense na necessidade do item que está pronto para adquirir;
  • Não compre por impulso;
  • Estipule o que você pode gastar no início do mês;
  • Não deixe de comprar coisas necessários por artigos desnecessários.

Não deixe o dia do cliente fazer você consumir demais

Assim como hoje, que é o dia do cliente, muitas datas incentivam o consumidor a gastar. Não deixe que as ofertas dos dias comemorativos deixe você passar do orçamento estipulado no início do mês.

Ficou com mais alguma dúvida sobre saiba como consumir sem exageros. Deixe nos comentários e não se esqueça de seguir a FinanZero nas redes sociais: @finanzero no Instagram, /FinanZero no Facebook e @finanzero no Twitter.