Mesários de 23 estados receberão auxílio-alimentação por aplicativo do Banco do Brasil

A estimativa do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) é que ao menos 1,6 milhões de mesários trabalhem no primeiro turno das eleições deste ano. Para realizar o cálculo, o TSE está considerando a norma que determina ter, no mínimo, quatro mesários por seção eleitoral.

Isso porque existem ao todo 401.364 seções eleitorais no Brasil, além de 406 locais para justificativa de voto. Por isso, o cálculo é de 1.607.080 mesários.

Os dados foram fornecidos pelo TSE por meio da Lei de Acesso à Informação. No entanto, o número exato de mesários só será oficializado após o 1º turno das eleições.

Veja também – Faça uma cotação e receba ofertas pré-aprovadas com o simulador de empréstimo pessoal!

Quanto vou receber de vale-alimentação?

Em 15 de setembro, o Tribunal Superior Eleitoral publicou no Diário Oficial da União (DOU), que vai pagar até R$ 40 de auxílio-alimentação para os mesários e colaboradores que forem convocados ou se voluntariarem para as eleições municipais deste ano.

No entanto, até o momento não foi divulgado qual o critério para o pagamento do valor do auxílio-alimentação. Isso porque vai caber a cada Tribunal Eleitoral definir o valor e a data de pagamento do benefício.

Como vou receber o auxílio?

As condições de pagamento do auxílio-alimentação podem ser verificadas no site da Justiça Eleitoral de cada estado.

No entanto, hoje foi divulgado que em 23 estados os pagamentos serão feitos por meio do aplicativo Carteira bB, uma carteira digital do Banco do Brasil.

Isso porque, o Banco do Brasil fechou uma parceira com os Tribunais Regionais Eleitorais dos 23 estados:

  • Acre;
  • Alagoas;
  • Amapá;
  • Bahia;
  • Ceará;
  • Espírito Santo;
  • Goiás;
  • Mato Grosso;
  • Mato Grosso do Sul;
  • Minas Gerais;
  • Pará;
  • Paraná;
  • Pernambuco;
  • Piauí;
  • Rio Grande do Sul;
  • Rio Grande do Norte;
  • Rondônia;
  • Roraima;
  • Rio de Janeiro;
  • Santa Catarina;
  • São Paulo;
  • Sergipe, e
  • Tocantins.

No entanto, para receber o auxílio-alimentação, os mesários precisam instalar o aplicativo que está disponível nos sistemas Android e iOS e cadastrar-se na Carteira bB.

No entanto, cada Tribunal vai enviar aos mesários o código necessário para resgatar o benefício. E, além disso, o saldo disponível vai aparecer na tela do aplicativo.

Leia também – Qual é o calendário das Eleições 2020?

O que é Carteira bB?

A Carteira bB é um aplicativo do Banco do Brasil que permite:

  • Pagamentos por meio de Código QR em máquinas da bandeira Cielo;
  • Saques nos caixas eletrônicos;
  • Recarregar celular;
  • Fazer transferências;
  • Pagamentos com cartão virtual.

Além disso, agora, por conta da parceira entre a instituição e os Tribunais, o aplicativo vai disponibilizar o pagamento do auxílio-alimentação dos mesários das eleições municipais de 2020.

Quem pode ser mesário?

Para ser mesário nas eleições do Brasil basta:

  • Ter no mínimo 18 anos até o 1º turno das eleições,
  • Estar em dia com a Justiça Eleitoral.

No entanto, candidatos e parentes destes não podem ser mesários. Além disso, os Tribunais Regionais pedem que os eleitores se voluntariem para exercer a atividade pelo programa “Mesário Voluntário”.

Entretanto, além de se voluntariar, o brasileiro também pode ser convocado para as eleições. Isso pode acontecer por meio de um e-mail ou por mensagem no WhatsApp. Além disso, em casos em que a pessoa não respondeu a intimação, a Justiça Eleitoral enviou uma carta.

Quais são as funções dos mesários?

Dentre as principais funções desta atividade, estão:

  • Organizar a seção eleitoral;
  • Identificar eleitores;
  • Operar a urna eletrônica;
  • Receber as justificativas de eleitores que não votaram.

Ficou com mais alguma dúvida sobre o auxílio-alimentação para mesários? Deixe nos comentários e não se esqueça de seguir a FinanZero nas redes sociais: @finanzero no Instagram, /FinanZero no Facebook e @finanzero no Twitter.