A fintech FinanZero investiu num relatório mensal que analisa a demanda por crédito na internet: O Índice FinanZero de Empréstimo (IFE)

Fundada em 2015 pelo CEO sueco Olle Widén, a FinanZero é uma fintech pioneira no segmento dos buscadores de empréstimo no Brasil. A startup é de origem sueca e visa facilitar a busca por empréstimo reunindo, no mesmo lugar, as melhores opções de acordo com o perfil de cada cliente. Só no primeiro trimestre deste ano, a plataforma recebeu mais de 200 mil solicitações.

Por meio de uma tecnologia de ponta, a ideia da empresa é contribuir para a democratização do crédito para milhões de brasileiros. De acordo com o Banco Central (BC), o volume total de crédito ofertado pelos bancos cresceu em 15,5% no ano passado. Ao total, foram mais de R$500 bilhões disponibilizados só em 2020.

Por isso, a FinanZero surge como uma alternativa eficiente aos clientes que buscam determinado valor para investir em novos negócios, ou quitar dívidas que estejam em aberto. Com mais de 5 anos no mercado, a empresa já conta com mais 50 colaboradores e possui parceria com mais de 40 instituições financeiras que fazem a análise particular das solicitações.

“Conseguimos ampliar a oferta de recursos aos tomadores de crédito através do uso de algoritmos sofisticados que garantem maior segurança às instituições no momento de decidir pela concessão ou negativa do empréstimo.”

– OLLE WIDÉN, CEO DA FINANZERO

Clique aqui e faça sua solicitação de empréstimo com a FinanZero!

O que é o Índice FinanZero de Empréstimo (IFE)?

O Índice FinanZero de Empréstimo (IFE) é um relatório mensal produzido pela FinanZero que analisa a demanda por crédito na internet de acordo com as solicitações que a fintech recebe em sua plataforma. Na prática, a ideia é que a FinanZero possa contribuir para o mercado financeiro e de crédito nacional.

Dessa maneira, a empresa reúne em um único documento dados que apontam as mudanças de comportamento e de consumo dos brasileiros e aborda conceitos de possíveis tendências do mercado financeiro. Conforme mencionado, o relatório será divulgado mensalmente e disponibiliza uma evolução gráfica das solicitações de crédito. Além disso, o documento aborda o comportamento mensal das projeções para o mercado de empréstimos, tais como, índices de preços, atividade econômica, taxas de juros e entre outros indicadores.

Como habilitar o pagamento no WhatsApp?

Como o IFE foi construído?

O time da FinanZero construiu o IFE em parceria com a Conversion, a agência parceira de consultoria especializada em SEO. A ideia foi avaliar o comportamento de buscas no segmento de empréstimos, e para isso, as empresas consideraram alguns critérios específicos. Entre eles, vale ressaltar o volume de buscas total e volume de busca por empresas, por exemplo.

Referente ao mês de junho, o IFE considerou termos de buscas que, juntos, somam 4,7 milhões de pesquisas no Google. O levantamento também comparou o acesso ao site dos principais negócios do mercado, além da base interna de clientes da FinanZero.

“A construção do nosso Índice FinanZero de Empréstimo foi uma somatória de dados internos e externos. Analisamos um longo histórico de variáveis e exportamos dados anuais para poder informar ao mercado financeiro como está o ambiente de crédito no Brasil. Hoje a FinanZero trabalha com aproximadamente 1 milhão de clientes por mês, então temos autonomia para apresentar dados muito representativos sobre o perfil desses solicitantes.”

– JOSÉ DANIEL, ANALISTA DE MARKETING DA FINANZERO

Como funciona a FinanZero?

Como o IFE pode me ajudar?

Desse modo, o IFE tem o intuito de auxiliar diferentes públicos na tomada de grandes decisões com relação ao cenário de empréstimos no país. Isto é, devido a crise econômica causada pela pandemia do covid-19, as buscas no segmento de crédito aumentaram consideravelmente.

O levantamento feito pelo Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) apontou que 55% dos empreendedores entrevistados afirmaram que precisavam pedir empréstimos para manter o seu negócio. Por isso, esse índice pode ser direcionado aos:

  • Empreendedores e microempreendedores;
  • Autônomos e profissionais independentes;
  • Especialistas do mercado financeiro;
  • Indivíduos que buscam ampliar seus conhecimentos sobre finanças.

Utilizando o índice, por exemplo, esses profissionais e interessados na área conseguem fazer um balanceamento e entender quais são as projeções para o mercado de crédito no Brasil. Dessa maneira, a ideia do relatório é descomplicar questões burocráticas acerca do crédito e entregar ao público de forma clara e objetiva dados importantes sobre finanças.

Além disso, o Índice FinanZero de Empréstimo traz uma análise completa sobre o comportamento dos usuários com base nas buscas. Além do Raio-X do Consumidor que aborda o perfil de quem solicita crédito online e seus motivos para a busca pelo empréstimo. Por fim, o IFE inclui dicas para realizar solicitações de empréstimos de forma segura e sem cair em golpes na Internet.

Para baixar o material completo, basta acessar na íntegra e conferir os dados que contribuem para a representação do mercado de crédito no país.

Como funciona o refinanciamento de veículos financiados?

Por fim, ficou com dúvidas sobre o Índice FinanZero de Empréstimo (IFE)? Se sim, deixe aqui nos comentários que a FinanZero está à disposição.

Ademais, siga a FinanZero nas redes sociais para mais dicas e para nos acionar quando quiser: @finanzero no Instagram, /FinanZero no Facebook e @finanzero no Twitter.